Concurso Adaf-AM suspende convocações devido Coronavírus

As convocações ficarão suspensas até que as atividades sejam normalizadas. Novos prazos só serão divulgados após após pandemia.

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) suspendeu as convocações do concurso Adaf-AM, devido ao risco de contaminação pelo Covid-19, o novo Coronavírus. 

A medida leva em consideração o Decreto nº 42.085, de 18 de março de 2020, do Governo do Estado do Amazonas, que dispõe sobre o funcionamento dos órgãos e entidades da administração direta e indireta do Poder Executivo no período de enfrentamento da emergência de saúde pública. 

O Decreto publicado no Diário Oficial do Amazonas de 19 de março de 2020, que nomeia os candidatos habilitados na seleção, pode ser conferido no site da banca organizadora, o Instituto AOCP.

As providências administrativas ficarão suspensas até que as atividades sejam normalizadas. Novos prazos para as formalidades legais serão informados em breve, a fim de que não haja prejuízo aos interessados. 

De acordo com o edital de abertura do concurso, os aprovados poderão ser chamados durante todo o prazo de validade do concurso, que será de dois anos prorrogáveis.
 

Concurso Adaf-AM suspende convocações devido Coronavírus. (Foto: Adaf AM)
Concurso Adaf-AM suspende convocações devido Coronavírus. (Foto: Adaf AM)


Remunerações do concurso Adaf-AM chegam a R$6,5 mil
 

O concurso Adaf-AM ofertou 208 vagas entre ampla concorrência e candidatos portadores de deficiência para todos os níveis de escolaridade. Mais de 27 mil inscritos foram convocados para as provas objetivas. 

As oportunidades foram para auxiliar de fiscalização agropecuária, motorista, motorista fluvial, agente de fiscalização agropecuária, assistente técnico, técnico de fiscalização agropecuária, administrador, analista de redes, contador, economista, estatístico, jornalista, engenheiro agrônomo, fiscal agropecuário e médico veterinário. 

Os salários variam entre R$2.202,20 a R$6.570,95, incluindo uma gratificação de fiscalização agropecuária e florestal. E a jornada de trabalho será de 40 horas por semana.

As lotações serão em diversos municípios, entre eles Alvarães, Amaturá, Nova Olinda do Norte, Manaus, Boa Vista do Ramos, Guajará, entre outros. 

As avaliações foram aplicadas em dezembro de 2018, nos municípios de Manaus, Humaitá, Tefé e Parentins. O exame contou com questões de Português, Raciocínio Lógico e Matemático, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo e Constitucional, Legislação Estadual Específica e Conhecimentos Gerais. 

Além da prova objetiva, ainda foi aplicada uma prova discursiva, composta por uma questão de Conhecimentos Específicos, e feita uma análise de títulos para alguns cargos.
 


Resumo concurso Adaf-AM

  • Órgão: Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf)
  • Vagas: 208
  • Cargos: auxiliar de fiscalização agropecuária, motorista, motorista fluvial, agente de fiscalização agropecuária, assistente técnico, técnico de fiscalização agropecuária, administrador, analista de redes, contador, economista, estatístico, jornalista, engenheiro agrônomo, fiscal agropecuário e médico veterinário.
  • Remunerações: de R$2.202,20 a R$6.570,95
  • BancaInstituto AOCP
  • Fim das inscrições: 8 de outubro de 2018
  • Provas: 9 de dezembro de 2018