Senador Canedo-GO divulga lista de pedidos de isenção indeferidos

A Prefeitura de Senador Canedo, em Goiás, liberou a lista de pedidos de isenção do pagamento da taxa de inscrição indeferidos.

A Prefeitura de Senador Canedo, em Goiás, publicou nesta quinta-feira, dia 17, a lista de inscrições com pedido de isenção indeferidas no concurso.  Os candidatos podem conferir a relação de inscritos que tiveram seus pedidos recusados no site do Itame Concursos, organizador.

Dentre os principais motivos de indeferimento estão:

  • NIS inválido;
  • NIS não identificado no Cadastro Único;
  • NIS está excluído da base de dados do Cadastro Único;
  • NIS identificado no Cadastro Único, com renda fora do perfil definido para a isenção;
  • NIS não é o da pessoa informada/ nome completo fornecido difere do nome registrado no Cadastro Único;
  • Cadastro Desatualizado.

Esses concorrentes ainda podem garantir a participação no concurso, mediante o pagamento da taxa de inscrição. O valor é de R$50 para o nível fundamental, R$70 para o nível médio e R$110 para o nível superior. Os candidatos poderão fazer o pagamento do boleto bancário até o dia 23 de outubro.

No entanto, o candidato ainda pode solicitar recurso contra o gabarito se desejar. Os pedidos deverão ser protocolados até o dia 21 de outubro, no Setor de Recursos Humanos da prefeitura, situada na GO 403, km 09, Conjunto Morada do Morro.

Os demais pedidos, não relacionados na lista publicada pela organizadora neste dia 17, estão deferidas. Os candidatos podem imprimir seus cartão de confirmação de inscrição na área do candidato.

Prepare-se para o concurso Senador Canedo-GO

Concurso oferece vagas para todos os níveis de escolaridade

A Prefeitura de Senador Canedo oferece 3.641 vagas. As oportunidades estão distribuídas por cargos de todos os níveis de escolaridade.

Há vagas para diversos cargos, como auxiliar administrativo, auxiliar educacional, agente comunitário de saúde, agente de combate a endemias, guarda municipal, analista administrativo, fiscal de saúde pública, entre outras.

As remunerações oferecidas variam de acordo com o cargo, podendo chegar a R$3.160,16, dependendo do cargo. O regime de contratação é o estatutário, que garante estabilidade ao servidor.

+ Como estudar para concurso? Confira 3 dicas!

Provas objetivas do concurso serão aplicadas em quatro dias 
(Foto: Divulgação)

Concurso terá diversas etapas de seleção

Os candidatos do concurso para a prefeitura de Senador Canedo farão provas em dezembro. As avaliações serão aplicadas em quatro datas:

  • 08/12/19 (domingo): professor (todas as especialidades); 
  • 15/12/19 (domingo): demais cargos de nível superior; 
  • 12/01/20 (domingo): cargos de nível fundamental; 
  • 19/01/20 (domingo): cargos de níveis médio e técnico.

Para os cargos de nível fundamental a avaliação contará com questões de Língua Portuguesa; Matemática; Conhecimentos Específicos e Legislação e Cidadania; Conhecimentos Gerais, História e Geografia. 

Já a prova dos demais concorrentes terão os itens da disciplina de Cidadania substituídos por Noções de Informática. A prova para o cargo de procurador municipal contará com questões de Língua Portuguesa (15) e Conhecimentos Específicos e Legislação (30). 

Todos os exames terão valor de até 60 pontos. Para candidatos de nível fundamental será preciso obter, no mínimo, 25% de acerto na prova para garantir a classificação. Os demais precisarão de 50% de acertos.

Ainda haverá uma etapa de testes de capacidade física para cargos de auxiliar administrativo, auxiliar educacional, auxiliar operacional, agente de trânsito e transportes e guarda municipal. Para concorrentes ao cargo de procurador haverá uma etapa de prova prático-profissional.

Já para operador de máquinas, borracheiro, encanador, jardineiro, pedreiro e pintor de veículos será aplicada uma prova prática. Os candidatos às vagas de agente comunitário de saúde e agente de combate a endemias farão um curso de formação continuada. 

Os professores passarão por uma avaliação de títulos, de caráter classificatório. Por fim, os guardas municipais serão submetidos a uma etapa de avaliação psicológica.
O concurso terá validade de dois anos, contados a partir de sua data de homologação. O prazo poderá ser prorrogado, uma vez, por igual período.

Comentários