Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Especialista em Português auxilia candidatos para o concurso previsto

É essencial que o candidato que deseje concorrer ao concurso da Secretaria da Fazenda possua um bom material de apoio e um plano de estudo bem organizado, sendo seguido à risca. Para a professora Giancarla Bombonato, da Alfon Concursos Públicos, os candidatos devem prestar muita atenção nas questões de Língua Portuguesa, pois é natural que elas possuam pegadinhas. “Também é importantíssimo resolver questões anteriores para entender como os conteúdos são cobrados”, auxilia.

 
É essencial que o candidato que deseje concorrer ao concurso da Secretaria da Fazenda possua um bom material de apoio e um plano de estudo bem organizado, sendo seguido à risca. Para a professora Giancarla Bombonato, da Alfon Concursos Públicos, os candidatos devem prestar muita atenção nas questões de Língua Portuguesa, pois é natural que elas possuam pegadinhas. “Também é importantíssimo resolver questões anteriores para entender como os conteúdos são cobrados”, auxilia.
 
A seleção passada para Técnico da Fazenda Estadual foi organizada pela Fundação Carlos Chaga. De acordo com a professora, a banca da FCC segue rigorosamente o que foi previsto no edital. Os temas mais recorrentes que são o uso e o emprego de pronomes (pronomes pessoais, colocação pronominal e coesão textual), assim como o domínio do verbo para as questões relacionadas à sintaxe (transitividade verbal, termos da oração e concordância verbal). “A FCC costuma trazer temas que exigem uma reflexão do candidato. O principal objetivo da banca é perceber como o inscrito interpreta o enfoque temático, como relaciona os argumentos e como organiza o texto”, explica.
 
Com a possibilidade de a Fundação Vunesp ser uma das organizadoras desse novo concurso previsto, Giancarla auxilia sobre o modo como a Vunesp vem organizando suas seleções. A banca cobra concordância verbal e nominal, emprego de pronomes e significação das palavras. “A Vunesp costuma trabalhar com temas relacionados ao cotidiano da sociedade e das pessoas”, relata. Assuntos como tecnologia, globalização, desenvolvimento sustentável e afins são muito procurados pela banca.
 
A diferença entre as bancas está na parte de gramática. A Vunesp possui questões mais elementares, não cobram muita gramática, ao contrário da FCC, que costuma ser mais complexa com suas questões pautadas em gramática, que vão do nível médio ao difícil.
 
“Para ambas as bancas é extremamente relevante que o candidato teste seu conhecimento resolvendo as provas anteriores, visto que a forma das questões geralmente é a mesma, ou seja, não muda muito de um concurso para o outro”, auxilia Giancarla.
 
 
 
 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações