Sefaz-DF designa servidores para fiscalizar contrato com Cebraspe

A Sefaz-DF designou dois servidores para fiscalizar execução do contrato assinado com o Cebraspe, organizador do concurso para auditor.

Novidades no concurso Sefaz-DF! Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal desta quarta-feira, dia 7, uma ordem de serviço que designa servidores da Secretaria Adjunta de Planejamento e Orçamento para acompanhar e fiscalizar a execução do contrato entre a secretaria e o Cebraspe.

A empresa será responsável por organizar o concurso para auditor fiscal do Sefaz-DF. O executor titular será o analista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, Rogério da Costa Silva. O, também analista, Rubens Oda foi designado como executor suplente.

A comissão do concurso foi formada em 2018. No fim de maio deste ano foi publicado um documento delegando ao titular da Secretaria Adjunta de Planejamento e Orçamento a competência para praticar todos os atos administrativos e procedimentos decorrentes da realização do concurso.

Até o momento, o concurso Sefaz-DF terá uma oferta de 120 vagas, sendo 40 imediatas e 80 para formação de cadastro de reservas. A Secretaria ainda conclui um estudo que avalia a possibilidade de ampliação do número das vagas.

Ainda não se sabe se ao término desse estudo as vagas excedentes serão incorporadas a esse concurso ou ofertadas em outra seleção. De acordo com a assessoria de imprensa da secretaria, novas informações a respeito da seleção serão publicadas no Diário Oficial do Distrito Federal.

Concurso Sefaz-DF: órgão já acumula 578 cargos vagos de auditor

Inicie já sua preparação para o concurso

Botão com link para curso de preparação

Concurso Sefaz-DF terá vagas para graduados em qualquer área

Para concorrer a uma das vagas oferecidas no concurso da Secretaria de Estado de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão do Distrito Federal (Sefaz-DF) é preciso ter graduação completa em qualquer área.

A carreira de auditor fiscal oferece uma remuneração de R$14.970. Mas o valor ainda pode chegar a R$22.196,62, após somadas as gratificações e outros adicionais previstos em lei. 

De acordo com o projeto básico do concurso, serão realizadas duas etapas de seleção: provas objetiva e discursiva. As questões da prova objetiva serão divididas entre itens de Conhecimentos Gerais e Específicos.

Na prova de Conhecimentos Gerais serão cobrados itens de Língua Portuguesa, Matemática Financeira/Estatística/Raciocínio Lógico, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Empresarial/ Penal/ Civil, Tecnologia da Informação, Contabilidade Pública e Economia e Finanças Públicas.

Sefaz-DF
Processo para escolha da organizadora do concurso Sefaz-DF ocorreu em 2018
(Foto: Divulgação)

Taxa de inscrição deverá ser de R$55

Já a prova de Conhecimentos Específicos abordará questões de Direito Tributário, Legislação Tributária, Auditoria Fiscal Contabilidade Geral e de Custos e Direito Financeiro. 

A prova discursiva será composta por duas questões, relacionadas aos conteúdos da disciplina de Conhecimentos Específicos. Os candidatos também deverão elaborar um texto dissertativo.

+ Acesse conteúdos de preparação e todas as novidades sobre concursos em primeira mão

No projeto básico também conta o valor da taxa de inscrição no concurso. Segundo o documento, os interessados deverão para R$55 para formalizar a candidatura. No entanto, outros detalhes sobre o concurso, como o cronograma de atividades, estarão disponíveis apenas no edital de abertura da seleção.

Como planejar estudos para concurso? 



Comentários