Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Governador Rui Costa confirma concurso Sefaz-BA para 2019

Governador Rui Costa confirma concurso Sefaz-BA para 2019

Governador da Bahia, Rui Costa, confirmou o concurso Sefaz-BA para este ano, com vagas de auditor-fiscal e remuneração até R$13 mil.

O concurso Sefaz-BA terá edital ainda ano. A confirmação é do governador da Bahia, Rui Costa, em publicação no Facebook na última terça-feira, 5. A seleção da Secretaria de Fazenda está prevista desde 2017 e teve avanços ano passado. 

Em janeiro de 2018 foi formada a comissão para o cargo de auditor-fiscal. Em julho, o órgão já trabalhava no processo para definição da banca organizadora e em agosto, anunciou a escolha da Fundação Carlos Chagas

Em outubro, a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Administração (Saeb) informou que o edital estava sendo elaborado. Na época, o órgão mencionou que a Saeb trabalharia nos últimos ajustes, como definição do cronograma do concurso, junto com a organizadora.

Rui Costa anuncia concurso para Polícia Civil-BA e confirma o da PM-BA

Concurso Sefaz-BA terá 60 vagas para nível superior

A Secretaria de Administração informou, em agosto de 2018, que o concurso Sefaz-BA irá selecionar para 60 vagas, todas no cargo de auditor-fiscal. A carreira tem como requisito nível superior completo, podendo ser em uma das seguintes áreas:

  • Administração
  • Ciências Econômicas
  • Ciências Contábeis
  • Direito
  • Engenharia
  • Informática
  • Sistemas de Informação
  • Ciência da Computação
  • Processamento de Dados
Concurso Sefaz-BA (Foto: Divulgação)
Concurso Sefaz-BA terá 60 vagas para auditor-fiscal 
(Foto: Divulgação)


A remuneração é um dos atrativos do concurso e pode chegar a R$13 mil, com os benefícios previstos em lei. O salário-base é R$8.456,19. Entre as atribuições do auditor-fiscal estão fazer revisões fiscais e contábeis, trabalhar com atividades de fiscalização de receitas estaduais e elaborar a programação financeira do estado. 

O último concurso da Secretaria de Fazenda foi em 2004. Na época, os concorrentes foram avaliados por prova objetiva, com 60 questões, avaliação dissertativa e análise de títulos.

O exame objetivo foi composto por questões de Conhecimentos Gerais, incluindo as disciplinas: Língua Portuguesa, Direito (Constitucional, Administrativo e Tributário), Estatística e Contabilidade Geral e Pública, além dos Conhecimentos Específicos.

Na prova dissertativa, cujo os temas foram voltados para a atualidade e relacionados às disciplinas de conhecimentos específicos. Os aprovados ainda tiveram seus títulos avaliados. 

Acesse conteúdo e mais de 150 cursos online

Assinatura Folha + Degrau

Confira os concursos de nível superior em 2019!




Comentários


NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações