Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso Sefaz-BA define FCC como banca da seleção para auditor

Concurso Sefaz-BA define FCC como banca da seleção para auditor

A empresa responsável pelo concurso Sefaz-BA já foi definida. A Fundação Carlos Chagas será a responsável pela seleção de auditor.

*Matéria atualizada em 08/08/2018, às 16h28

A banca do concurso Sefaz-BA, para auditor-fiscal, está definida e será a Fundação Carlos Chagas (FCC). O nome da empresa foi divulgado na tarde desta quarta-feira, 8, pela Assessoria de Imprensa da Secretaria da Administração da Bahia (Saeb). 

Confira a nota divulgada pela Saeb
O Estado da Bahia vai contratar a Fundação Carlos Chagas (FCC) para organizar o concurso público para auditor fiscal do Estado. Serão ofertadas 60 vagas para a função, que integra o quadro de recursos humanos da Secretaria da Fazenda (Sefaz). O certame será realizado pela Secretaria da Administração (Saeb). O nome da organizadora do concurso será publicado em Diário Oficial do Estado (DOE). Ainda não há previsão para a publicação do edital.

Os trâmites da contratação da banca já tinham sido finalizados na manhã desta quarta, 8, mas a pasta dependia de um aval final do secretário para anunciá-la. A previsão da Saeb era confirmar o nome ainda na tarde desta quarta-feira, 8, o que se confirmou. A informação de que a organizadora estaria definida saiu no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta, 8. É que foi publicado do DOE o resumo da dispensa de licitação que contrata a organizadora. O documento, por sua vez, não revela qual foi a empresa contratada.

A vigência do contrato será de 240 dias e o documento foi assinado pelas partes na terça-feira, 7. FOLHA DIRIGIDA chegou a entrar em contato com a Saeb na segunda-feira, 6. Na ocasião, a pasta informou que o processo ainda não havia sido finalizado. Com a escolha da banca, a próxima etapa será a publicação do edital.

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO
RESUMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 015/2018 - SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO/ SUPERINTENDENCIA DE RECURSOS HUMANOS.
Processo nº: 0200180236480. Objeto: Prestação de serviços técnicos especializados, visando a organização e realização de concurso público para provimento de 60 (sessenta) vagas para o cargo de Auditor Fiscal, do quadro de pessoal da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia - SEFAZ.
Vigência: 240 (duzentos e quarenta) dias, a contar da data da publicação do contrato.
Valor Global Estimado: R$ 330.000,00 (trezentos e trinta mil reais). Unidade Orçamentária: 09.101; Unidade Gestora: 0010; Ação: 04.122.218.7803; Elemento de Despesa: 3.3.90.39; Fonte de Recurso: 0.113.000000. Fundamentação Legal: art. 59, inc. XII, da Lei Estadual nº. 9.433/05. Assinatura: 07.08.2018.

Sefaz-BA define banca de concurso para auditor (Foto: Divulgação)
Sefaz-BA define organizadora, mas não revela o nome (Foto: Divulgação)

Concurso Sefaz-BA tem número de vagas confirmado

O número de vagas do concurso Sefaz-BA foi confirmado. A dispensa de licitação que contrata a banca ratifica que serão oferecidas 60 vagas para o cargo de auditor -fiscal do estado. A carreira exige o nível superior completo. Os concorrentes poderão ter graduação nos seguintes cursos: Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia, Informática, Sistemas de Informação, Ciência da Computação ou Processamento de Dados.

A confirmação de que a seleção seria realmente realizada veio em janeiro deste ano, após serem publicados no Diário Oficial do Estado os nomes dos integrantes da comissão da seleção. O grupo é composto por cinco membros, que foram os responsáveis pela escolha da banca junto à Secretaria de Administração.

Antes de começar a estudar, 
não deixe de ler este e-book!

Guia Indispensável de Estudos para Concursos

Sefaz-BA não realiza concurso há 14 anos

O novo concurso para a Secretaria de Fazenda da Bahia será muito comemorado, uma vez que a última seleção para a Sefaz-BA aconteceu há 14 anos. Em 2004, os concorrentes foram avaliados por meio de prova objetiva, com 60 questões, avaliação dissertativa e análise de títulos.

O exame objetivo foi composto por questões de Conhecimentos Gerais, incluindo disciplinas como Língua Portuguesa, Direito (Constitucional, Administrativo e Tributário), Estatística e Contabilidade Geral e Pública, além dos Conhecimentos Específicos.

Os participantes foram avaliados também prova dissertativa, cujo os temas foram voltados para a atualidade e relacionados às disciplinas de conhecimentos específicos. Os aprovados ainda tiveram seus títulos avaliados. 

Baixe o e-book "25 dicas de Direito Constitucional"





Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações