Concurso Sefaz-AL: governador altera comissão organizadora

O governador do Alagoas, Renan Filho, assina o decreto que altera a comissão organizadora do concurso Sefaz-AL, que tem edital previsto.

O concurso Sefaz-AL teve novas alterações nesta semana. O governador do Alagoas, Renan Filho, assinou um decreto que altera a comissão organizadora da seleção. O documento foi publicado no Diário Oficial do Estado, no último dia 2. Vale lembrar que o edital segue previsto para este ano e pode ser publicado a qualquer momento.

A comissão é responsável pelos trâmites da seleção e o diálogo entre banca organizadora e a Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL). Mesmo com as mudanças na equipe, o edital segue confirmado.

enlightenedPrepare-se para os concursos Fiscais!

O edital do concurso Sefaz-AL é aguardado desde 2017. O documento pode ser publicado a qualquer hora. A última pendência para a divulgação do edital foi concluída no dia 21 de agosto, com a publicação do extrato de contrato entre a Secretaria de Fazenda do Alagoas e o Cebraspe, empresa que ficará responsável pela seleção.

Segundo a Sefaz-AL, o órgão trabalhava para lançar o edital ainda em setembro, o que não ocorreu. Ao todo, 85 vagas serão oferecidas, sendo 60 para a carreira de auditor fiscal da receita estadual e 25 para auditor de finanças e arrecadação. Ambos têm o nível superior, em qualquer, área como exigência.

Concurso Sefaz-AL tem edital previsto (Foto: Divulgação)
Concurso Sefaz-AL pode ter provas aplicadas em janeiro de 2020
(Foto: Divulgação)

 

Além disso, o órgão trabalha para que as provas do concurso Sefaz-AL ocorram no início de 2020. Segundo o secretário da Fazenda de Alagoas, George Santoro, a previsão é que as avaliações sejam aplicadas no final de janeiro

A previsão foi dada em sua rede social, em setembro, após um seguidor perguntar se as provas do concurso seriam aplicadas no final de janeiro. Em resposta, o secretário diz "exato", confirmando a previsão.

Veja também:

Concurso Sefaz-AL terá ganhos até R$9 mil

No início do mês de fevereiro, o governador Renan Filho anunciou que o edital para auditores sairia até março, o que não ocorreu. A previsão para a aplicação das provas, segundo a secretaria, era de, pelo menos, 90 dias após a publicação do edital.

Estude para o concurso Sefaz-AL com questões de provas anteriores

Os atrasos na publicação do edital ocorreram porque, nos últimos meses, a Procuradoria Geral do Estado avaliava o contrato entre a banca e a Sefaz-AL. No dia 2 de agosto, a contratação direta do Cebraspe (sem licitação) foi autorizada.

Para o posto de auditor de finanças a remuneração inicial prevista é de R$8.050. No caso de auditor fiscal, o valor chegará a R$9 mil. A Sefaz-AL já divulgou que os candidatos deverão ser submetidos a provas objetiva e discursiva, contendo as seguintes disciplinas:

Auditor fiscal Auditor de finanças
Informática Informática
Português Português
Legislação Tributária do ICMS Economia
Direito Constitucional Direito Administrativo
Direito Administrativo Direito Constitucional
Direito Tributário Direito Financeiro
Direito Civil Direito Tributário
Direito Penal Finanças Públicas
Contabilidade privada Estatística
Estatística Contabilidade Pública
Noções de Economia Raciocínio Lógico