Concurso Sefaz AL: sai edital com 85 vagas e ganhos até R$9 mil

Saiu o edital do concurso Sefaz de Alagoas, com 85 vagas para auditores fiscais e de finanças, com ganhos iniciais de até R$9,4 mil.

Saiu o edital do concurso Sefaz de Alagoas. Ao todo, são oferecidas 85 vagas, sendo 25 para auditor de finanças e arrecadação e 60 para auditor fiscal. O documento foi publicado nesta sexta-feira, 8, como anunciado pelo governador Renan Filho, na última quinta, 7.

Das 25 vagas de auditor de finanças, 20 são destinadas à ampla concorrência e cinco a candidatos com deficiência. Já para o auditor fiscal, das 60 vagas oferecidas, 48 são para a ampla concorrência e 12 para pessoas com deficiência.

Para concorrer, em ambos os cargos, é preciso ter concluído o nível superior em qualquer área. Os salários serão de R$8.264,90 para auditor de finanças e controle e de R$9.471,42 para auditor fiscal da fazenda estadual. Os aprovados irão atuar com jornadas de 40 horas, em Maceió (capital do Alagoas).

Confira o edital do concurso Sefaz-AL
Edital vassouras-RJ

Inscrições começam na segunda, 11

As inscrições serão abertas na próxima segunda-feira, 11, a partir das 10h. Os interessados poderão se inscrever até ah 18h do dia 10 de dezembro, por meio do site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe)organizador da seleção.

A taxa de inscrição será de R$200, para ambos os cargos, e deverá ser paga até o dia 20 de dezembro. Candidatos desempregados, carentes, doadores voluntários de sangue ou que ganham até um salário mínimo poderão solicitar a isenção da taxa, através de requerimento disponível no site da banca.

Os documentos para o pedido de isenção deverão ser entregues, pessoalmente, na Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas (Rua Dr. Cincinato Pinto, 503, Centro, Maceió-AL). As solicitações serão aceitas no período de 11 de novembro a 5 de dezembro, das 8h às 14h, em dias úteis.

Concurso Sefaz-AL oferece 85 vagas (Foto: Divulgação)
Sai edital do concurso Sefaz-AL com 85 vagas (Foto: Divulgação)

 

Concurso Sefaz-AL terá provas em fevereiro

Os candidatos do concurso Sefaz-AL serão avaliados em até duas etapas, sendo elas: provas objetivas e discursivas. Ambos os exames ocorrerão simultaneamente para os dois cargos, não sendo possível se inscrever para mais de uma carreira. As provas serão realizadas em fevereiro, nos dias 8 e 9

O exame objetivo, no modelo "verdadeiro ou falso", será aplicado no dia 8 de fevereiro, no turno da tarde. A avaliação terá quatro horas e meia de duração. Ao todo serão 160 questões, para ambos os cargos, que irão abordar as seguintes disciplinas:

  • Tecnologia da Informação
  • Português
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo
  • Direito Tributário
  • Direito Civil
  • Direito Penal
  • Direito Empresarial
  • Contabilidade Geral
  • Raciocínio Lógico
  • Economia

Já a prova discursiva terá três horas de duração e será composta por dois estudos de caso, para cada cargo. O exame será realizado no dia 9 de fevereiro, à tarde, com a seguinte divisão: auditor de finanças (Contabilidade Pública e Finanças Públicas); e auditor fiscal (Auditoria Fiscal e Legislação Tributária Estadual).

Inicie seus estudos

Para ser aprovado na prova objetiva será preciso ter nota igual ou superior a 20 pontos na parte de Conhecimentos Básicos, a 18 pontos em Conhecimentos Específicos e 48 pontos ou mais no conjunto das avaliações.

Serão corrigidas somente as provas discursivas dos candidatos aprovados no exame objetivo e classificados até a 57ª posição, na ampla concorrência, no cargo de auditor de finanças, e até a 135ª posição, na carreira de auditor fiscal. Para as vagas reservadas será preciso se classificar até a 14ª e 34ª posição, respectivamente.

Será aprovado na prova discursiva o candidato que obtiver 15 pontos ou mais. Os classificados serão contratados conforme o regime estatutário. O prazo de validade do concurso Sefaz-AL será de um ano, podendo ser prorrogado por igual período. Como antecipado pelo governador, os aprovados serão nomeados já em 2020.

"Fazer um concurso público dessa dimensão não é moleza: tem de organizar as finanças para poder pagar os salários, vencer a burocracia e se organizar. O Estado de Alagoas vem se modernizando para cumprir, cada vez melhor, o seu papel", disse Renan Filho.

Ainda durante o anúncio do edital, o governador afirmou que esse é um concurso muito esperado em Alagoas.

"Há cerca de 20 anos o estado não faz concurso para a área Fazendária. Nós vamos fazer um certame transparente, capaz de selecionar os melhores para colocar no serviço público aqueles que podem mesmo ajudar Alagoas a avançar cada vez mais", afirmou Renan Filho. 

Já o secretário da Fazenda, George Santoro, afirmou que está sendo preparado um "grande curso de formação, com um completo programa de treinamento, para esses novos auditores que vão entrar na Secretaria da Fazenda".

Comentários