Concurso SEE PB: governador prevê novo edital com mil vagas

Com a meta de novas seleções para professores todo ano, o governador da Paraíba, João Azevêdo, prevê novo concurso SEE PB com mil vagas.

O Governo da Paraíba finalizou em novembro o seu concurso para a Secretaria de Educação (SEE PB). Mesmo com pouco tempo, o governador João Azevêdo já prevê um novo edital para professores.

Segundo ele, neste ano, um novo concurso SEE PB será realizado, com uma oferta de mil vagas para professores. A intenção do governador é realizar uma seleção para a Secretaria de Educação a cada ano, chegando ao fim da gestão com 4 mil novos docentes.

O anúncio do novo edital foi feito no último dia 6, nas redes sociais do governador. A publicação informa que o ano de 2020 teve início com a prestação das contas de 2019 e assumindo novos compromissos.

"No total, está previsto um investimento de R$1,8 bilhão em obras e ações, como um novo concurso para mais 1000 professores, ter 53% de escolas integrais, mais investimentos em Segurança, Infraestrutura e Saúde, entre outros. Manter o estado no rumo certo, sem perder o foco na gestão, nos dá a certeza de que estamos construindo um futuro cada vez melhor", diz o texto.

Além do concurso para professores, no último dia 6, João Azevêdo anunciou o investimento de R$1,8 bilhão para este ano. O valor inclui novas seleções também para o Porto de Cabedelo, Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa).

Governador da Paraíba prevê novo concurso SEE PB (Foto: Governo Federal)
Governador da Paraíba prevê concurso SEE PB
com mil vagas para professor em 2020 (Foto: Governo Federal)

Último concurso SEE PB ocorreu em 2019

O último concurso SEE PB ocorreu em 2019. O resultado final foi publicado em novembro. Ao todo, a seleção contou com mil vagas para a carreira de professor. As oportunidades foram imediatas e para diversas disciplinas e regiões do estado, conforme a Gerência Regional de Educação (GRE), sendo elas:

  • Artes: 72 vagas
  • Biologia: 150
  • Educação Física: 68
  • Filosofia: 6
  • Física: 47
  • Geografia: 72
  • História: 78
  • Língua Espanhola: 18 
  • Língua Inglesa: 61
  • Português:  195
  • Matemática: 199
  • Química: 28
  • Sociologia: 6

Prepare-se para concursos

Para ser aprovado era necessário acertar 50% ou mais dos pontos da prova objetiva, além de não obter nota igual a zero em qualquer disciplina. O exame contou com 50 questões de: Língua Portuguesa (dez), Legislação Básica em Educação (dez) Conhecimentos Pedagógicos (dez) e Específicos (20).

Mais de 40 mil candidatos foram convocados para as provas do concurso, que ocorreram em julho, em diversas cidades do estado. Os participantes habilitados no exame objetivo tiveram os seus títulos avaliados.

 A remuneração inicial dos aprovados pode chegar a R$3.468,12. O valor é o resultado da soma do vencimento básico de R$2.110,12 mais a Bolsa Desempenho de R$1.208 e a Bolsa de Incentivo ao Programa de Modernização e Eficiência da Gestão de Aprendizagem da Paraíba, no valor de R$150.

Segundo o governo, os nomeados ainda poderão receber mais benefícios, como o Prêmio Mestre da Educação, que dá direito ao 14º e 15º salários, o Prêmio Escola de Valor e o Bolsa Ensino Médio Inovador (Proemi), do Ministério da Educação (MEC). A carga horária será de 30 horas semanais.

De acordo com o governo, este foi o quarto concurso público realizado pela Paraíba para o cargo de professor de educação básica III, de 2011 até 2019. Neste período, 5.040 vagas foram oferecidas.