Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Defesa Social: mil vagas para o nível médio

Embora o concurso para agente penitenciário da Secretária de Defesa Social de Minas Gerais, já confirmado pelo secretário da pasta, Lafayette Andrada, esteja programado para o próximo ano, os interessados já podem iniciar a preparação, pois a seleção costuma atrair inúmeros candidatos que desejam conquistar a estabilidade. Uma boa dica é estudar com base no programa do último concurso, realizado em 2007.

Embora o concurso para agente penitenciário da Secretária de Defesa Social de Minas Gerais, já confirmado pelo secretário da pasta, Lafayette Andrada, esteja programado para o próximo ano, os interessados já podem iniciar a preparação, pois a seleção costuma atrair inúmeros candidatos que desejam conquistar a estabilidade. Uma boa dica é estudar com base no programa do último concurso, realizado em 2007. Para auxiliar na preparação dos futuros candidatos, a FOLHA DIRIGIDA publica dicas e teste da disciplina de Informática.

Inicialmente, estão previstas mil vagas de agente penitenciário para ambos os sexos, que requer o nível médio completo (antigo 2º grau). A previsão é o edital saia até março de 2012. Para quem busca
estabilidade, será uma excelente oportunidade, uma vez que o regime de contratação é o estatutário.

Os vencimentos iniciais são de R$2mil, para carga de trabalho de 40 horas semanais. O último concurso para agente penitenciário foi realizado em 2007. Na época, foram oferecidas 1.250 vagas, para ambos os sexos, com salários iniciais de R$1.160, para carga de trabalho de 40 horas semanais.

Os candidatos participaram de seis etapas: prova objetiva, avaliação de condicionamento físico, exames psicológicos, comprovação de idoneidade, exames médicos e curso de formação profissional. A primeira e a sexta etapas foram eliminatórias e classificatórias. A prova objetiva foi composta por 50 questões, distribuídas pelas disciplinas de Língua Portuguesa e Conhecimentos Gerais. Na etapa de avaliação de condicionamento físico, os homens tiveram que realizar 15 repetições de flexões de braço, 30 repetições de abdominal em um minuto e correr 1.800 metros em 12 minutos. Já as mulheres, para serem aprovadas, tiveram que realizar 10 repetições de flexões de braço, 25 repetições de abdominal em 25 minutos e correr 1.600 metros em 12 minutos. Na ocasião, a Fundação Guimarães Rosa (FGR) foi a responsável pela organização do concurso.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações