Folha Dirigida Entrar Assine

Em reunião com novo secretário, sindicato cobra concurso Seap-RJ

Sindicato dos Servidores do Sistema Penal realiza encontro com novo secretário da Seap-RJ e cobra concurso ou aproveitamento de aprovados.

O tema concurso público para Seap do Rio de Janeiro voltou à tona neste início de ano. No dia 29 de janeiro foi realizada reunião entre o novo secretário de Administração Penitenciária, coronel PM Alexandre Azevedo, e o Sindicato dos Servidores do Sistema Penal (SindSistema).

De acordo com o sindicato, foram apresentadas diferentes reivindicações da categoria, como a necessidade de concurso público e/ ou aproveitamento dos concursados das seleções de 2003, 2006 e 2012, para diminuir o déficit nas turmas de plantão;

O sindicato reivindicou ainda a urgente regularização do pagamento do RAS dos servidores penitenciários; o transporte dos servidores lotados nas regiões Norte, Noroeste e Sul Fluminense, entre outras demandas.

FOLHA DIRIGIDA questionou a Seap como o órgão convocaria aprovados de concursos com validade encerrada, porém ainda não teve resposta. Em nota divulgada, o SindSistema informou que:

Para cada demanda Azevedo se mostrou solícito em resolver tudo que estiver dentro de suas atribuições como secretário de Estado, e fez questão de pontuar que para ele não é nenhuma novidade trabalhar no sistema, que conhece desde os tempos do Desipe quando foi diretor da Cadeia Pública Jorge Santana, e também quando dirigiu o presídio Ary Franco, em Água Santa.

Ainda segundo o sindicato, o secretário teria afirmado que não tem ligação política com ninguém. “Meus convites sempre foram técnicos. Eu fui convocado para uma missão com objetivo específico, de identificar e formar um banco de talentos, preparar a estrutura para se autogerir, preparar a gestão para ter a organização toda da casa. A minha missão foi essa, e é o que vou fazer”, afirmou, segundo o SindSistema.

Os últimos concursos Seap-RJ

Os últimos concursos da Secretaria de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro foram marcados por longas esperas para a convocação. O penúltimo concurso, por exemplo, realizou as convocações para inspetor de segurança 12 anos depois.

Na época, a Secretaria de Administração Penitenciária foi obrigada a cumprir decisão judicial e convocar 442 aprovados na prova objetiva da seleção realizada em outubro de 2003.

Em 2006 houve mais uma seleção, no entanto, devido as pendências do concurso de 2003, incluindo a chamada de aprovados, este também foi marcado por dificuldades par a contratação de pessoal. 

Concurso Seap-RJ (Foto: Governo do Estado do Rio)
Concursos Seap-RJ foram marcadas por polêmicas
(Foto:Governo do Estado do Rio)


Em 2012, um novo concurso para  inspetor penitenciário teve edital publicado com 800 vagas. A carreira é voltada para nível médio e tem como requisito a Carteira Nacional de Habilitação na categoria "B".

Na seleção de 2012, a Fundação Ceperj foi a organizadora e o salário inicial era de R$3.201,41. Do total de vagas, 640 eram para os homens e 160 para as mulheres.

Witzel quer construir presídio em Gericinó

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, afirmou ter planos para mais um presídio no estado. A declaração, conforme circula na imprensa, foi dada na posse do novo presidente do Tribunal de Justiça do Rio, na tarde da última segunda-feira, 4. 

Witzel teria mencionado que pretende construir um "presídio vertical", no bairro de Gericinó, com capacidade para até 5 mil presos.

Se confirmados, os planos do governador impactam diretamente a Secretaria de Administração Penitenciária, já que a nova unidade precisá de uma demanda grande de servidores, que deverá ser suprida por um novo concurso Seap. 

Atualmente, a Seap tem a previsão de publicar o edital para temporários nas áreas Administrativas e de Saúde. Esta seleção tem 93 vagas já autorizadas e deverá formalizar contrato com a Ceperj para organizadora. 

Acesse curso preparatório completo para concursos!

Curso preparatório online

Concurso para temporários segue previsto

A Seap-RJ tem processo seletivo autorizado para preencher 93 vagas temporárias, em cargos de nível superior. A pendência é a formalização da Fundação Ceperj como organizadora. Os cargos são para as áreas Administrativa e de Saúde, conforme tabela a seguir.

Cargo Vagas
Área administrativa  
Engenheiro Civil 1
Engenheiro Eletricista 1
Contador 2
Arquiteto 1
Área da Saúde   
Assistente Social 37
Psicólogo 20
Psiquiatra 9
Médico Clínico 8
Nutricionista 2
Farmacêutico  2
Enfermeiro 10
Total 93

Como voltar a estudar para concurso em 2019?



Comentários