Fenasps pede abertura urgente de concurso no Ministério da Saúde

A Fenasps encaminhou ofício ao Ministério da Saúde solicitando urgentemente novo concurso para três diferentes carreiras.

A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps) reforçou, neste início de ano, a necessidade de concurso para o Ministério da Saúde. 

Em ofício encaminhado ao Ministério, no dia 23 de janeiro, foi feita solicitação de concurso urgente para pelo menos três carreiras: 

  • Médico do trabalho;
  • Engenheiros do trabalho; 
  • Técnicos de segurança.

O texto pede que as reivindicações sejam encaminhadas ao Ministério da Economia, que ficará responsável pela autorização de concursos federais. 

Hospitais federais também precisam de concurso 

Além desses cargos, os hospitais federais entram na lista quando o assunto é necessidade urgente de pessoal. Somente no Estado do Rio de Janeiro há seis hospitais sob responsabilidade do governo federal: Bonsucesso, Andaraí, Ipanema, Cardoso Fontes, dos Servidores e da Lagoa.

Também sob responsabilidade da União estão os Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) e o Instituto Nacional de Cardiologia (INC).

Concurso Ministério da Saúde (Foto: Divulgação)
Hospitais sofrem com carência de pessoal (Foto: Divulgação)


Um dos casos mais graves é o do Hospital Federal de Bonsucesso, que enfrenta grande falta de pessoal. Segundo reportagem do jornal O Dia, o corpo clínico do hospital enviou uma carta ao Ministério da Saúde pedindo a exoneração da então diretora e informando a situação da unidade.

Na carta, teria sido detalhado o déficit de pessoal, principalmente de médicos. A carência de profissionais, de acordo com o relato, impede o atendimento à população.

Para o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Jorge Darze, a crise nas unidades federais é resultado da intromissão indevida de parlamentares na gestão hospitalar e falta de pessoal, já que há mais de 20 anos não é realizado concurso público.

Ministério da Saúde fez seleção para temporários

As últimas contratações do Ministério da Saúde foram realizadas por processos seletivos temporários. Em abril de 2018, um processo seletivo ofertou 3.592 vagas para cargos dos níveis médio/técnico e superior.

As oportunidades estavam distribuídas entre técnico de enfermagem; auxiliar (de laboratório, enfermagem e radiologia); assistente social; biólogo; biomédico; enfermeiro; farmacêutico; físico; fisioterapeuta; fonoaudiólogo; médico; nutricionista; odontólogo; e psicólogo.

Os aprovados começaram a ser chamados em junho e têm contratos iniciais de seis meses, podendo chegar até, no máximo, dois anos, de acordo com as avaliações de desempenho feitas. Apesar desse reforço, o déficit nas unidades hospitalares persiste.

Na época das convocações, integrantes dos corpos clínicos afirmaram que o número de profissionais não seria suficiente para atender a demanda dos seis hospitais e três institutos federais do Rio. A seleção anterior a esta foi em 2015 e também para temporários.

Acesse preparação para concursos
com videoaulas!

Curso preparatório

Concursos Federais 2019: entenda o que está no orçamento

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR


Comentários