Concurso São Gonçalo-RJ: sindicato aponta déficit de 850 servidores

Sindicato dos profissionais de Educação aponta falta de, pelo menos, 850 servidores na área. Secretário anunciou novo concurso.

Anunciado recentemente pelo secretário municipal de Educação, professor José Augusto Nunes, um novo concurso São Gonçalo-RJ está sendo preparado. A expectativa é que sejam contempladas, principalmente, vagas de professor. FOLHA DIRIGIDA entrou em contato com o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe), que informou o déficit de servidores da categoria.

Segundo uma das diretoras do Sepe de São Gonçalo, Maria do Nascimento, atualmente há uma necessidade entre 200 a 300 professores no cargo de docente II. “Há também o cargo de docente I, que é o professor de 6º a 9º ano. Para este, poderíamos chutar, sem medo de errar, déficit de 400 professores. Todo dia a gente vê as aposentadorias e exonerações no Diário Oficial”, declarou.

Concurso São Gonçalo (Foto: Prefeitura de São Gonçalo)
Concurso para a Educação de São Gonçalo-RJ foi anunciado
(Foto: Prefeitura de São Gonçalo)


A representante do sindicato afirma que os números já contam com as vagas que atualmente são supridas por professores temporários. “Este número é para contemplar todas as turmas da rede, pois temos professores que fazem dupla regência, temos turmas que estão sem professor nenhum, temos tudo isso. Então, isso seria para resolver os problemas”, disse.

Outros cargos também sofrem falta de servidores

Além do cargo de professor, a diretora menciona que outras funções da área de Educação também têm necessidade de profissionais. Segundo ela, há grande déficit na área de apoio escolar, entre eles merendeira, cujo déficit chega a 150 vagas.

“Hoje, a rede está sendo atendida muito mal por uma empresa. Não temos merendeiras concursadas o suficiente para todas as escolas, precisaria pelo menos de umas 150 merendeiras”, afirma a diretora.

Ela aponta que também há falta de orientador pedagógico, orientador educacional, supervisor e inspetor de aluno. “Foram cargos que estavam no último concurso, que não foi prorrogado. Ainda há pessoas aguardando para serem chamadas, com vagas na rede, e eles não chamaram. Muitas escolas estão estão sem inspetor de alunos, por exemplo, lá tem pessoas indicadas para vereadores para assumir esses cargos, que na verdade deveria ser atendido por profissionais concursados”, explica.

Confira preparação completa para concursos!

Acesse curso preparatório

Segundo Maria do Nascimento, o Sepe está lutando por uma Educação de qualidade no município. “Apoiamos que todo serviço público seja ocupado por servidores públicos. Essa necessidade é bem urgente, tanto que gostaríamos que ele tivesse prorrogado o último concurso. Tem escola que está sem aula desde fevereiro. Um dia fica com o diretor, outro dia com coordenador, até inspetor de aluno tem ido para a sala de aula. Para nós, isso é muito preocupante”, assegura. 

Secretário anunciou concurso em reunião com o Sepe

O concurso para Educação de São Gonçalo foi anunciado no início do mês pelo secretário, professor José Augusto Nunes, durante reunião com a direção do Sindicato Estadual dos Profissionais de Ensino (Sepe) e representantes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

A expectativa é que o edital seja divulgado ainda este ano e que a oferta de vagas seja informada em breve. Um dos próximos passos será definir a organizadora. O último concurso da Secretaria Municipal de Educação de São Gonçalo foi em 2016. A seleção era para 355 vagas em diversos cargos.

Houve oportunidades para professor I nas áreas de Artes, Ciências, Educação Física, Geografia, História, Inglês, Espanhol, Francês, Português e Matemática. Os cargos exigiam formação superior de licenciatura plena na área específica. E para orientador educacional e orientador pedagógico, que exigem nível superior.

O concurso Semed São Gonçalo ofereceu também vagas para inspetor de disciplinas, que exige apenas nível médio, e professor II, no qual os candidatos precisavam ter nível médio na modalidade normal ou curso de graduação em Pedagogia. Já as vagas de professor II eram destinadas às áreas de Braille, Libras e Apoio Especializado.

Prepare-se para o concurso São Gonçalo 

Inicie os estudos antecipadamente para o concurso da Prefeitura de São Gonçalo com dicas de Língua Portuguesa.

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR


*Colaborou Érica Bastos - [email protected]

Comentários