Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Recife-PE realiza processo seletivo para contratação de temporários

Recife-PE realiza processo seletivo para contratação de temporários

A Prefeitura de Recife está com inscrições abertas para um processo seletivo que visa à contratação de instrutores de educação profissional.

A Prefeitura de Recife, capital de Pernambuco, está com inscrições abertas para um processo seletivo que visa à contratação de profissionais temporários que atuarão na Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente da cidade. A oferta é de 45 vagas para instrutores de Educação Profissional de nível técnico e superior. O contrato dos aprovados terá duração de 12 meses.

Para se candidatar é preciso ter ensino médio completo e formação técnica na área pretendida. Além disso, é exigida experiência de um ano na área de atuação pretendida. O interessado deve comprovar que a experiência ocorreu nos últimos cinco anos.

Baixe o edital da seleção

As inscrições devem ser feitas presencialmente, na Gerência Geral de Qualificação Profissional da Prefeitura do Recife (Av. Cais do Apolo, 925, Térreo, Bairro do Recife, Recife-PE). O prazo vai até o dia 14 de janeiro, com atendimento das 8h às 17h.

As vagas são dividas pelas áreas de Comércio (faixa I) e Indústria (Faixa II). A remuneração para cargos de faixa I é de R$1.653,75, já os candidatos de faixa II receberão R$2.205. Todos terão uma carga de trabalho de 20 horas semanais. 

Prefeitura de Recife
Prefeitura de Recife abre inscrições para temporários (Foto: Divulgação)

Seleção será realizada em três etapas

A primeira fase de seleção será a avaliação de títulos. O requisito mínimo para concorrer ao cargo ofertado é o nível médio/técnico. No entanto, não serão atribuídos pontos para esse critério. Quem tem formação superior, com título de tecnólogo receberá pontuação máxima de dez pontos. Para título de graduado a pontuação máxima é de 15 pontos.

Os concorrentes serão submetidos a uma avaliação de experiência profissional, cuja pontuação máxima pode chegar aos 25 pontos. As pontuações por experiência profissional serão atribuídas da seguinte forma:

  • Ter atuado profissionalmente de um a três anos, na área em que concorre ⇒ até dez pontos
  • Ter atuado profissionalmente de três anos e um mês até cinco anos na área em que concorre ⇒ até 15 pontos
  • Ter ministrado aula em curso profissionalizante promovido por instituição pública ou privada no período mínimo de um ano ⇒ até 10 pontos

A documentação tanto da avaliação de títulos para a análise curricular deverão ser entregues no momento da inscrição. O resultado das análises serão divulgados no dia 2 de fevereiro.

Por fim, haverá uma etapa de prova escrita. Os candidatos deverão elaborar um texto com base em sua área de atuação. O exame está marcado para o dia 9 de fevereiro.

A pontuação máxima para essa prova é de 60 pontos e serão avaliados os seguintes aspectos: 

  • Domínio da norma culta da Língua Portuguesa ⇒ de 0 a 10 pontos
  • Clareza e objetividade na organização, apresentação e defesa das ideias ⇒ de 0 a 20 pontos
  • Coerência entre os conteúdos da área, subárea e a relação com o mundo do trabalho ⇒ de 0 a 30 pontos

Como pontuar na prova de títulos do concurso? 




Comentários


NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações