Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso Receita sem Esaf? Professor orienta a preparação

Professor da Central de Concurso orienta os estudos para o concurso Receita, sem a Esaf como banca. Seleção poderá ter 5 mil vagas.

A notícia de que a Esaf não organizará mais concursos do Ministério da Fazenda, incluindo os da Receita Federal, pegou muita gente de surpresa, principalmente quem já vinha se preparando com base na banca.

Para acalmar os animos e direcionar os estudos dos concurseiros, FOLHA DIRIGIDA conversou com o professor da Central de Concursos, Gabriel Henrique Pinto, que deu sua opinião sobre a mudança.

Segundo Gabriel, que também é coach de concursos, os candidatos não devem mais basear sua preparação pelas questões da Esaf. "A Esaf vai participar ainda da escolha da banca para o concurso Receita e deverá escolher entre uma das grandes organizadoras de seleções federais. Por isso, vamos passar a fazer o material de preparação com foco nas questões dessas bancas como FGV, Cebraspe e FCC", disse. 

No entanto, apesar da mudança de banca, o professor acredita que o conteúdo programático não deve sofrer grandes alterações.

"Não esperamos que haja uma mudança no conteúdo, deve se manter o mesmo ou muito próximo. O que irá mudar é a forma como será exigido. A recomendação é continue estudando normalmente as mesmas matérias, mas procure resolver questões das outras organizadoras", afirmou.

Ele complementou dizendo que, como ainda haverá uma comissão da Esaf e as outras fases da seleção seguem sob responsabilidade da banca, esse padrão do conteúdo e disciplinas deve ser seguido.

⇒ Esaf não organizará mais concursos do Ministério Fazenda. Entenda!

Próximo edital do concurso Receita poderá ter novas disciplinas?

Questionado sobre a possibilidade de novas disciplinas serem incluídas no próximo edital de concurso da Receita Federal, o professor explicou que esse tipo de informação é difícil de precisar, porém essas alterações costumam ser feitas mais por atualização dos conteúdos e nova realidade de trabalho do órgão, do que influenciadas com a mudança de organizadora.

Concurso Receita orientação para estudos (Foto: Reprodução)
Estudos do concurso Receita devem continuar com base no conteúdo anterior
(Foto: Reprodução)

"Pode ser que apareça uma matéria nova ou retirem uma. É difícil afirmar quais as disciplinas exatas virão no próximo edital, porém o mais comum é que se mantenha a base do edital anterior daquele concurso, o de 2015, no caso da receita. Se mudar algum conteúdo não é por causa de organizadora e sim porque aquele conteúdo se tornou irrelevante", explica.

⇒  Concurso Receita Federal: confira o que cai em Contabilidade

Como conselho aos candidatos que já estavam estudando pelas questões da Esaf ele disse: 

"A recomendação que estou dando aos meus alunos é que quem estiver mais bem preparado é que vai passar no concurso, independentemente da organizadora. Então continue estudando os conteúdos, continue revisando. Fazer Exercícios da Esaf não vai prejudicar ningúem, só que agora aconselho passar a fazer exercícios dessas outras bancas mais cotadas para ficar mais habituado", afirmou. 

Concurso Receita tem expectativa de 5 mil vagas

Em reunião recente, realizada entre representantes do Ministério do Planejamento, da Receita Federal e do SindiReceita, um novo pedido de vagas para o concurso Receita foi feito, passando para 5 mil. 

Segundo o coordenador-geral do Departamento de Relações de Trabalho no Serviço Público, Fremy de Souza e Silva, foram contabilizadas 1.453 vagas para preenchimento emergencial no exercício de 2018 (número que já constava no pedido de 2017), mas houve acréscimo de 1.547 vagas, o que soma-se 3 mil vagas solicitadas para analista tributário.  

Além disso, foram pedidas 2 mil vagas de auditor-fiscal. Somados, os dois cargos chegam as 5 mil vagas. As informações foram divulgadas pelo Sindicato Nacional dos Analistas-Tributarios da Receita Federal do Brasil (Sindireceita).

Saia na frente nos estudos para a Receita Federal!

No entanto, oficialmente até o momento, o último pedido de concurso Receita Federal protocolado no Ministério do Planejamento é para 2.083 vagas. Dessas,1.453 são para o cargo de analista-tributário e as demais 630 para auditor-fiscal. Nos dois casos é preciso ter nível superior completo em qualquer área.

As remunerações são atrativas sendo a maior para auditor, com ganhos de R$20.123,53Para analista os ganhos são de R$11.639,24. Nestes valores já está incluído o auxílio-alimentação de R$458.





Comentários