Concurso Procon-DF: estudos técnicos são prorrogados novamente

O Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal prorrogou por mais 30 dias a elaboração de estudos técnicos.

O Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal prorrogou por mais 30 dias a elaboração de estudos técnicos para realização do concurso Procon-DF para cargos efetivos da carreira de atividades de defesa do consumidor do Distrito Federal do Instituto de Defesa do Consumidor.

Veja o documento publicado no Diário Oficial do DF:

Reprodução Diário Oficial

O documento foi publicado do Diário Oficial do Distrito Federal desta quarta-feira, 27. O novo prazo começou a ser contado no dia 23 de novembro. A decisão é do diretor-geral do Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal, Marcelo de Souza do Nascimento.

Essa é a segunda vez que os estudos da comissão para o concurso Procon-DF são prorrogados. Em setembro, o instituto anunciou que o prazo seria de 30 dias para a conclusão, até outubro. Naquela mesma ocasião, foi alterada a comissão.

A comissão organizadora é composta por: Patrícia Amaro, Sofia Machado e Roberto Araújo. O Núcleo de Gestão de Pessoas do Procon DF (NUGEP) auxilia na condução do processo seletivo.

No entanto, já perto de estourar o prazo foi informado que seriam concedidos mais 30 dias para a conclusão dessa fase inicial, agora até novembro. Os motivos não são informados, mas, ao que tudo indica, o estudo ainda não foi finalizado para que possam ser iniciadas as próximas etapas.

Recentemente, a Assessoria de Imprensa do instituto revelou à FOLHA DIRIGIDA que os estudos estão na fase preliminar

Segundo o departamento, a comissão realiza uma análise estatística sobre a necessidade de reposição de pessoal. Isso significa que realiza o levantamento de cargos e vagas. O objetivo é “subsidiar a tomada de decisão quanto à realização do certame”.

PROCON-DF
Procon-DF prorroga elaboração de estudos técnicos para concurso
(Foto: Divulgação) 

Se a seleção for autorizada, a próxima etapa será a abertura de uma licitação para escolha da banca organizadora. No geral, os concursos públicos só são realizados depois da contratação da banca. Pois é a empresa que recebe as inscrições e aplica as etapas da seleção, como provas objetivas.

Ainda não há informações e detalhes sobre como será realizado o futuro processo licitatório. Caso seja optado por dispensa de licitação, o edital poderá ser divulgado em poucos meses, pois esse é um dos modelos mais rápidos.

+ Assine a Folha Dirigida e turbine sua preparação
+ Concurso Procon-DF: comissão faz levantamento de cargos e vagas

Concurso Procon-DF: salários chegam a R$5 mil

De acordo com dados levantados no Portal da Transparência do Distrito Federal, as carreiras de atividades de defesa do consumidor são compostas pelos seguintes cargos e salários:

  • Técnico de atividade de defesa do consumidor – R$3.919,13;
  • Fiscal de defesa do consumidor – R$5.293,30;
  • Analista de atividade de defesa do consumidor – R$5.293,30.

O governo do DF informa que existem 130 postos sem preenchimento no Procon. Desse número, faltam 30 técnicos, 44 fiscais e 48 analistas. O que pode ser um indicativo do número de vagas que serão preenchidas pelo novo concurso. O último concurso da instituição aconteceu em 2011 e teve oferta de 200 vagas.

Conforme o edital anterior, o cargo de técnico exige o nível médio completo como requisito de formação. Já o fiscal e o analista exigem o nível superior. Ainda não se sabe se essas carreiras serão as ofertadas no próximo concurso, já que essa definição será por meio do estudo inicial da comissão.

A boa notícia é que a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Distrito Federal para 2019 estabelece 25 vagas para concursos do Procon. Do total apresentado, dez seriam para técnico, dez para analista e cinco para fiscal.

O último concurso do Procon-DF contou com mais de 100 mil inscritos, sendo uma seleção bem concorrida. A próxima, portanto, deve manter um nível de concorrência parecido. A seleção foi realizada entre 2011 e 2012, sob responsabilidade do Iades, organizador. Foram ofertadas 200 vagas, sendo 60 para técnico, 60 para fiscal e 80 para analista. 



Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários