Sai portaria autorizativa do concurso PRF com 500 vagas

Foi publicada a tão esperada portaria autorizativa do concurso PRF com 500 vagas de policial rodoviário federal. Edital está em fase final.

*Matéria atualizada em 27/07/2018, às 10h45

A espera chegou ao fim. Finalmente foi divulgada a portaria autorizativa do concurso PRF, confirmando a oferta de 500 vagas para o cargo de policial rodoviário federal. Considerado o principal entrave para a publicação do edital e escolha da banca, o aval foi publicado nesta sexta-feira, 27, no Diário Oficial da União.

A portaria autorizativa prevê que o prazo para publicação do edital é de até seis meses, contados a partir de sua publicação. No entanto, a corporação já informou que a sua publicação não deve demorar, dada a urgência para a realização do concurso. O documento com as regras está em estágio avançado e deve ser divulgado o quanto antes.

sai portaria do concurso PRF
Reprodução Diário Oficial

Edital está praticamente pronto

O edital do concurso da Polícia Rodoviária Federal não deve demorar para ser divulgado. A PRF não esperou a publicação da portaria e adiantou os preparativos da seleção. O documento com as regras da seleção já está praticamente pronto.

A informação foi confirmada pela própria pela corporação. Segundo o setor de concursos, não há como prever uma data para o documento ser divulgado, mas isso deve acontecer o quanto antes.

"Teremos concurso, sim, este ano. Estudem! Edital está sendo finalizado. O concurso sairá neste semestre. Pode continuar estudando. Boa sorte!" disse Renato Dias aos concurseiros, por meio do Facebook. O edital atrasou e será divulgado este semestre. Ainda em junho, a Polícia Rodoviária Federal já trabalhava com um novo prazo. A corporação informou que não haveria tempo hábil para concluir todas as etapas ainda em junho.

Professor diz que há um bom prazo para se preparar

Entrar na Polícia Rodoviária Federal é o sonho de muitos concurseiros e a boa notícia é para quem ainda não começou os estudos. O professor Elias Santana, que leciona a disciplina de Língua Portuguesa no Gran Cursos Online, informou que ainda dá tempo pois existe um bom prazo até a realização das provas, que devem acontecer ainda este ano.

O especialista aconselha que os candidatos façam o estudo reverso ou engenharia reversa. Ele explica que a expectativa é grande para que o Cebraspe seja confirmado como banca. Sendo assim, os candidatos devem iniciar pelas questões da banca e depois partir para a teoria. 

"É fundamental apreciar o que a banca explorou nas últimas provas de concurso público, se tratando do Cespe, principalmente as provas de 2018, que serão importantes para perceber o perfil do organizador. Então que ele resolva todas as provas até 2018 e note quais são os assuntos mais cobrados. Diante disso, ele vai retornar à teoria gramatical e perceberá quais são as suas facilidades e habilidades."

Especialista recomenda atenção ao tema da discursiva

Além de começar a se preparar para a prova objetiva, os candidatos devem também se atentar com a prova discursivas. Segundo Elias Santada, é essencial treinar a redação, que é presença garantida no próximo concurso da PRF.

O professor explica que na última prova o tipo de tema escolhido foi o específico, falando sobre contrabando. Sendo assim, aconselha aos candidatos que entendam a prova discursiva como uma etapa multidisciplinar, que engloba diversos conteúdos. Além disso, a parte de elaboração do texto é totalmente linguistica.

"A redação envolve sempre, também, um conteúdo. No caso da temática de contrabando, envolvia o Direito Penal. É fundamental que o candidato, desde já, treine fazer redações discursivas, mesmo que ele não saiba ainda se o tema será geral ou específico, porque esse treino já vai melhorar a forma com que ele trata em texto os assuntos."

Último concurso PRF foi realizado em 2013

O último concurso da Polícia Rodoviária Federal foi realizado em 2013 e, mais uma vez, teve o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) como organizador. Na época, foram oferecidas mil vagas para o cargo de policial rodoviário federal. A ideia é que o novo edital siga os mesmos padrões do anterior, com relação à estrutura, etapas e cronograma. A novidade foi que a corporação confirmou mudanças no programa do novo edital.

 Concurso PRF: diretor-geral anuncia 1.500 vagas administrativas

A seleção contou com provas objetiva e discursiva, teste de capacidade física, exame de saúde, avaliação psicológica, investigação social e (ou) funcional, avaliação de títulos e curso de formação. A prova objetiva foi composta por 120 questões e dividida em diversas disciplinas, são elas:

- Português;
- Matemática;
- Noções de Direito Constitucional;
- Ética no Serviço Público;
- Noções de Informática;
- Noções de Direito Administrativo;
- Noções de Direito Processual Penal;
- Legislação Especial;
- Direitos Humanos e Cidadania;
- Legislação Relativa ao DPRF;
- Física Aplicada à Perícia de Acidentes Rodoviária. 

botao-quero-estudar-ainda-mais-para-prf.png

O que precisa ter para concorrer?

Requisitos ⇒ o candidato precisará ter de 18 a 65 anos de idade. Podem concorrer homens e mulheres e a escolaridade exigida é o ensino superior completo, em qualquer área de formação. A PRF exige ainda que o candidato tenha carteira de habilitação, na categoria B ou superior.

Remuneração ⇒ a remuneração inicial do cargo de policial rodoviário federal é de R$9.931,57 em 2018 e passará para R$10.357,88 em 2019. Os valores já incluem o auxílio-alimentação, que atualmente é de R$458.

concurso PRF está oficialmente autorizado
Concurso PRF é autorizado para 500 vagas
(Foto: Divulgação/PRF)

O órgão conta com as seguintes lotações:

  Sede, em Brasília
  27 superintendências regionais
  150 delegacias
  413 unidades operacionais
  Total de mais de 550 unidades em todo o país

Conheça o cargo

O cargo de policial rodoviário federal foi criado em 23 de julho de 1935, sob o nome de inspetores de tráfego. Por esse motivo, na data é celebrado o dia do policial rodoviário federal.

Estão entre as atribuições dos policiais rodoviários federais as seguintes atividades:

  • Preservar a ordem, a segurança pública e o patrimônio da União, por meio do patrulhamento ostensivo das rodovias federais;

  • Atuar na prevenção de acidentes e realizar o atendimento a vítimas nas rodovias federais;

  • Realizar o policiamento, a fiscalização e a inspeção do trânsito e do transporte de bens e pessoas;

  • Exercer os poderes de autoridade de trânsito, autuando infratores, cobrando e arrecadando multas;

  • Assegurar a livre circulação das vias, especialmente em casos de acidentes de trânsito, manifestações sociais e calamidades públicas;

  • Realizar a escolta de autoridades nacionais e internacionais, quando solicitado.

Baixe o e-book "25 dicas de Direito Constitucional"

Acesse outros editais da PRF

Treine para o concurso PRF em simulado especial

À procura de provas anteriores da PRF?



CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


Comentários