Folha Dirigida Entrar Assine

Edital do concurso PRF este mês e provas até março, diz diretor-geral

O edital do concurso PRF será divulgado este mês e as provas serão antes de março, é o que confirma o diretor-geral Renato Dias.

Boas notícias! O edital do concurso PRF está cada vez mais próximo e deve ser divulgado na próxima semana. A informação foi confirmada pelo diretor-geral da corporação, Renato Dias, por meio do seu Facebook. Ele prevê ainda a aplicação das provas para até o mês de março.

O chefe da corporação respondeu a alguns comentários de seus seguidores, que o questionaram sobre a publicação do edital. Como antecipado por FOLHA DIRIGIDA, o chefe da corporação prevê a divulgação do documento para este mês. A expectativa é que o documento saia até sexta-feira, 30.

A Polícia Rodoviária Federal ainda não se manifestou quanto a uma data exata para a publicação do edital. Em contato recente, a Assessoria de Imprensa da corporação informou que o cronograma ainda não havia sido definido e que os trâmites estavam dentro do prazo legal de seis meses, previsto na portaria autorizativa.

O diretor-geral falou ainda sobre a realização das provas escritas, que será a primeira fase do concurso. Perguntado por uma candidata se haveria "previsão de prova antes de março?" Renato Dias responde de maneira positiva e confirma o exame no início do primeiro semestre.

Com o cronograma ainda em fase de definição, a Polícia Rodoviária Federal não confirma nenhum prazo para a realização das etapas. Espera-se que o prazo de inscrição seja aberto no mês de dezembro, em seguida a publicação.

A proximidade na divulgação do edital para o início das inscrições é uma característica do Cebraspe, que foi escolhido para mais uma vez ficar a frente de uma seleção da Polícia Rodoviária Federal. O extrato de contrato com a banca foi publicado no final de outubro.

Renato Dias confirma edital da PRF para novembro (Foto: Divulgação)
Diretor-geral, Renato Dias confirma edital da PRF em novembro
(Foto: Divulgação/FenaPRF)

Diretor-geral nega chamar além das 500 vagas

Após uma longa espera, a portaria autorizativa do novo concurso da Polícia Rodoviária Federal foi publicada em 27 de julho desse ano. O aval do Ministério do Planejamento confirma a oferta de 500 vagas para a carreira de policial rodoviário federal, que exige nível superior.

No início dessa semana, começou a circular uma imagem na internet de um possível termo de referência do concurso. Segundo o documento, a PRF formaria um cadastro de reserva com 2.500 aprovados na seleção para chamar ao longo do prazo de validade.

O diretor-geral da PRF, no entanto, negou a possibilidade de chamar além das 500 vagas previstas. A pergunta também foi feita por um seguidor em seu Facebook. Dessa forma, entende-se que a imagem se configura como FAKE NEWS. Até o momento, a banca e a corporação não se manifestaram sobre o fato.

curso para a PRF

O que precisa ter para concorrer?

Requisitos ⇒ o candidato precisará ter de 18 a 65 anos de idade. Podem concorrer homens e mulheres e a escolaridade exigida é o ensino superior completo, em qualquer área de formação. A PRF exige ainda que o candidato tenha carteira de habilitação, na categoria B ou superior.

Remuneração ⇒ a remuneração inicial do cargo de policial rodoviário federal é de R$9.931,57 em 2018 e passará para R$10.357,88 em 2019. Os valores já incluem o auxílio-alimentação, que atualmente é de R$458. 

O órgão conta com as seguintes lotações:

  Sede, em Brasília
  27 superintendências regionais
  150 delegacias
  413 unidades operacionais
  Total de mais de 550 unidades em todo o país

Conheça o cargo

O cargo de policial rodoviário federal foi criado em 23 de julho de 1935, sob o nome de inspetores de tráfego. Por esse motivo, na data é celebrado o dia do policial rodoviário federal.

Estão entre as atribuições dos policiais rodoviários federais as seguintes atividades:

  • Preservar a ordem, a segurança pública e o patrimônio da União, por meio do patrulhamento ostensivo das rodovias federais;

  • Atuar na prevenção de acidentes e realizar o atendimento a vítimas nas rodovias federais;

  • Realizar o policiamento, a fiscalização e a inspeção do trânsito e do transporte de bens e pessoas;

  • Exercer os poderes de autoridade de trânsito, autuando infratores, cobrando e arrecadando multas;

  • Assegurar a livre circulação das vias, especialmente em casos de acidentes de trânsito, manifestações sociais e calamidades públicas;

  • Realizar a escolta de autoridades nacionais e internacionais, quando solicitado. 

Baixe e-book gratuito!
Como ser um concurseiro



Comentários