Concurso PRF: divulgado resultado provisório de avaliação psicológica

A Polícia Rodoviária Federal divulgou o resultado provisório da segunda avaliação psicológica complementar.

A Polícia Rodoviária Federal divulgou, por meio do Diário Oficial da União, o resultado provisório da segunda avaliação psicológica complementar do concurso PRF, aplicada no último dia 3. 

Veja o documento do Diário Oficial da União:

Os candidatos que não passaram nesta avaliação, participarão de entrevista devolutiva, às 15 horas do dia 23 de novembro, na Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal (Rodovia SC 401 - Km 2, 3 - Vargem Pequena, Santa Catarina).

De acordo com as instruções,o resultado obtido na avaliação psicológica complementar será conhecido apenas pelo candidato ou pelo psicólogo, para os candidato com o auxílio deste profissional, que irá assessorá-lo no local diante dos psicólogos da banca examinadora e da comissão instituída.

Durante a entrevista devolutiva, serão apresentados ao psicólogo constituído os manuais técnicos dos testes aplicados durante a avaliação psicológica complementar. Vale lembrar que esse resultado é provisório e cabe recurso. Estes, serão aceitos nos dias 25 e 26 de novembro, pelo site da banca.

A entrevista devolutiva é um procedimento técnico, apenas informativo, no qual a banca examinadora explica ao candidato o seu resultado e esclarece dúvidas. O edital de resultado final da segunda avaliação psicológica complementar será divulgado no site do Cebraspe, organizador da seleção, no dia 3 de dezembro de 2019.

PRF divulga mais um resultado de etapa complementar ao curso
(Foto: Divulgação)

Novos concursos da PRF devem ser realizados em breve

Os interessados em ingressar na Polícia Rodoviária Federal podem comemorar, pois novos concursos PRF deverão ser realizados em breve. A previsão do Governo Federal é publicar editais anuais e com mil vagas.

A informação foi passada oficialmente pelo presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), Deolindo Carniel, em entrevista à corporação.

+ Como a chamada de aprovados no Orçamento pode ajudar?

Carniel informou que o objetivo é diminuir a carência ao longo dos anos e conseguir chegar ao número de 13.098 policiais rodoviários federais até o fim do governo Bolsonaro, em 2022.

"Mil policiais a cada ano a partir de 2020. Mas, para nós é muito importante que conste na LDO, e é isso que estamos trabalhando nesse momento, que haja previsão para que se possa fazer concurso em 2020 para ingresso em 2021, 2022, 2023, assim sucessivamente."

A Polícia Rodoviária Federal, inclusive, confirmou à FOLHA DIRIGIDA no primeiro semestre o envio de pedido para novo concurso ao Governo, que está em análise no Ministério da Economia. Se aprovado, terá o aval de Paulo Guedes e terá portaria autorizativa publicada. Após isso, o edital deve sair em até seis meses.

Ainda não há prazo para que isso aconteça, mas, tendo em vista a carência da corporação e a prioridade do Governo na Segurança Pública, isso deve ser uma das demandas prioritárias. O pedido enviado é para 4.360 vagas para policial rodoviário federal e 75 na carreira de agente administrativo, de nível médio.  

Comentários