Concurso PRF 2020: federação luta pela abertura de nova seleção

O diretor de Comunicação da FenaPRF, Raphael Casotti, também falou sobre a importância do concurso para a área de apoio

A Polícia Rodoviária Federal continua aguardando a autorização do Ministério da Economia para abrir o novo concurso PRF para a área Policial e de Apoio, que somam 4.435 vagas.

Além dos concurseiros que sonham em atuar na corporação, a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) também espera por um aval positivo do governo federal. 

 enlightenedFOLHA DIRIGIDA realiza o primeiro Palestrão Futuro Servidor - Carreiras da Segurança (Edição RJ)
Saiba mais e inscreva-se!

De acordo com o diretor de Comunicação da FenaPRF, Raphael Casotti, a entidade luta constantemente pelo aumento do efetivo de policiais rodoviários federais.

"É uma pauta permanente que desenvolvemos por acreditar que o maior beneficiado é a própria sociedade brasileira. E a sociedade clama por segurança pública eficiente e de qualidade. Temos resiliência na demonstração da necessidade de se reforçar os quadros da PRF, até chegarmos a um efetivo capaz de atender integralmente a demanda em todas as rodovias e estradas federais e áreas de interesse da União". 

O sindicalista revelou que, por lei, a PRF pode ter até 13.098 policiais em atividade no país.

"Estamos sempre atuando, em todos os governos, para levar essa pauta de contratação de servidores com regularidade", garantiu. Sem a reposição de pessoal, cresce também o quantitativo de aposentadorias no órgão. 

"Temos conhecimento de que a entrada do último concurso praticamente se equipara com as saídas por aposentadorias nesse período, mantendo o nível de alerta em alta, para o governo e para a sociedade, da necessidade de se manter o processo de reposição do efetivo da PRF", sinalizou. 

PRF aguarda autorização para abertura de novo concurso
(Foto: Divulgação)

PRF também necessita de concurso para a área de apoio

Casotti também comentou sobre a importância de um concurso para a área de apoio.

"Os quadros de apoio são essenciais para o desenvolvimento das atividades administrativas, as chamadas atividades-meio, pelas quais a atividade finalística da PRF se otimiza e se aperfeiçoa. Ao liberarmos policiais que estão desenvolvendo atividades administrativas - que poderiam ser desempenhadas por quadros de servidores administrativos -, teremos um maior retorno efetivo à sociedade, com significativo acréscimo de efetivo na área operacional", pontuou.  

enlightenedConcursos Policiais 2020: veja os editais previstos pelo país

Das 4.435 vagas solicitadas pela PRF ao Ministério da Economia, 4.360 delas foram para policial rodoviário federal (nível superior em qualquer área, idade entre 18 e 65 anos e carteira de habilitação), e 75 para agente administrativo (nível médio). As remunerações atuais são de R$10.357,88 e R$4.022,77, respectivamente.

Concurso PRF poderá ser aberto anualmente

Quem sonha com uma vaga na PRF e ainda não chegou perto de realizar esse sonho, pode comemorar. Uma boa notícia pode beneficiar aos concurseiros que não garantiram presença nos últimos concursos ou não obtiveram nota suficiente para aprovação, ou até mesmo não podiam concorrer por motivos de idade.

A Polícia Rodoviária Federal poderá realizar concurso PRF todos os anos com mil vagas até 2022. Essa informação foi passada pelo presidente da FenaPRF, Deolindo Carniel, como sendo uma promessa do atual governo.

O representante da federação explicou que o objetivo é preencher a carência e chegar ao número de 13.098 policiais rodoviários federais até o fim do governo de Jair Bolsonaro, em 2022. Com isso, pretende-se realizar concursos todos os anos para o preenchimento de mil vagas.

A luta da federação, de acordo com Carniel, será para o cumprimento dessa promessa, pois, segundo ele, a PRF já tem quase 10 mil vagas preenchidas (naquela época) e essa medida ajudaria a amenizar o déficit de pessoal da corporação.

"Mil policiais a cada ano a partir de 2020. Mas, para nós é muito importante que conste na LDO, e é isso que estamos trabalhando nesse momento, que haja previsão para que se possa fazer concurso em 2020 para ingresso em 2021, 2022, 2023, assim sucessivamente."

As informações forram passadas pelo presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais em entrevista dada a um canal oficial da PRF, quando respondeu a perguntas de internautas e ressaltou a importância da previsão orçamentária para novos concursos e chamadas de excedentes.

Além da possibilidade de novos concursos anuais, Carniel comentou que a corporação estaria em processo de tratativa para que todos os aprovados possam ser chamados antes do término da validade. Segundo ele, faltavam cerca de 614 candidatos para serem convocados ao curso de formação.

"É a única forma que nós vemos de enfrentar um déficit a curto prazo. Se abrirmos um novo concurso ano que vem, que é o que vamos lutar, nós não vamos conseguir chamar esses remanescentes, então essa é a maneira que temos de ter mais policiais na rua a curto prazo, chamando esses aprovados."

Palestrão Futuro Servidor da Folha Dirigida

 

Comentários