Concurso PRF: Cebraspe anuncia suspensão temporária da seleção

O Cebraspe, organizador do concurso para a PRF publicou um comunicado avisando sobre a suspensão temporária da seleção.

*Matéria atualizada em 21/02/2019, às 13h33

O concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) acaba de ser suspenso temporariamente. O comunicado está disponível no site do Cebraspe, organizador da seleção. Segundo as informações que constam no comunicado, a suspensão obedece à decisão da ação popular que tramita na 2ª Vara Federal da Seção Judiciária do Ceará.

O comunicado de suspensão do concurso PRF foi publicado em sua íntegra, também, no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 21.

A ação citada no aviso de suspensão propõe que os candidatos possam realizar as etapas de seleção em quaisquer capitais brasileiras e não apenas no local de lotação escolhido. É pedido, ainda, que seja aberto um novo prazo de inscrição para o concurso.

Ainda de acordo com o comunicado de suspensão, o  resultado final da prova objetiva e o resultado provisório da prova discursiva, realizadas no último dia 3 de fevereiro, será publicado no Diário Oficial da União e no site da organizadora em data oportuna.


Confira na íntergra o que diz o texto da suspensão

O DIRETOR-GERAL DA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF), em decorrência do cumprimento da decisão proferida nos autos da Ação Popular nº 0819751-78.2018.4.05.8100, em trâmite da 2ª Vara Federal da Seção Judiciária do Ceará, torna pública a suspensão temporária do concurso público para o provimento de vagas no cargo de Policial Rodoviário Federal, regido pelo Edital nº 1 – PRF – Policial Rodoviário Federal, de 27 de novembro de 2018, e alterações.

Torna público, ainda, que o edital de resultado final na prova objetiva e de resultado provisório na prova discursiva será publicado no Diário Oficial da União e divulgado na internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/prf_18, em data oportuna.


No fim de 2018 os locais de aplicação das provas do concurso PRF já haviam sido motivo de discussão entre os candidatos. Na época, o Ministério Público Federal (MPF) chegou a receber solicitações de que os exames fossem aplicados em mais localidades pelo país.

No entanto, o processo foi arquivado pela Procuradoria da República no município de Juiz de Fora-MG. O encarregado da ação, o procurador Marcelo Borges de Mattos Medina, disse as irregularidades apontadas pelos candidatos não feriam a isonomia do concurso.

Viatura PRF
Primeira etapa do concurso foi realizada no início de fevereiro (Foto: Divulgação)

Relembre detalhes do concurso PRF

O concurso da PRF foi um dos mais aguardados de 2018. A seleção, que oferta 500 vagas para a carreira de policial rodoviário federal, atraiu mais de 129 mil inscrições. O Pará apresentou a maior concorrência. Foram com 12.700 inscritos para 81 vagas. Em seguida ficaram os estados de Goiás e Rio Grande do Sul, 12.605 e  11.559 inscritos, respectivamente.

As provas objetiva e discursiva do concurso foram aplicadas nos estados onde há oferta de vagas. Ou seja, no Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, São Paulo e Tocantins.

Na prova objetiva os candidatos tiveram que responder a 120 questões, divididas em três blocos. Cada bloco foi composto pelas seguintes disciplinas:

  • Bloco I (50 questões): Português, Raciocínio Lógico-Matemático, Informática, Noções de Física, Ética no Serviço Público, Geopolítica Brasileira e História da PRF;
  • Bloco II (40 questões): Legislação de Trânsito;
  • Bloco III (30 questões): Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Legislação Especial, Direitos Humanos e Cidadania, Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal.

Já na prova discursiva, os candidatos deveriam elaborar uma redação. Os aprovados nessa etapa passarão, ainda, por exame de capacidade física; avaliação de saúde; avaliação psicológica; avaliação de títulos; investigação social; e curso de formação.

Suspensão de concursos públicos: como funciona? 

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


Comentários