Urgente! Autorização do concurso PRF é encaminhada para publicação

A portaria autorizativa do concurso PRF deve ser publicada oficialmente nesta sexta-feira, 27, pois já foi encaminhada ao Diário Oficial.

*Matéria atualizada em 26/07/2018, às 10h46

Ao que tudo indica, o concurso PRF está oficialmente autorizado! Após várias movimentações do pedido no Ministério do Planejamento, a solicitação foi encaminhada para a unidade de publicação de matérias na Imprensa Nacional. Dessa forma, a portaria autorizativa deverá ser divulgada no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 27.

Após a chegada do protocolo na Assessoria Técnica e Administrativa do gabinete do ministro do Planejamento, Esteves Pedro Colnago, tudo levava a crer que a publicação da portaria se aproximava. Nos últimos dois dias, foram onze decisivas movimentações para o aval do concurso PRF.

A principal informação ainda não divulgada é com relação ao quantitativo de vagas do concurso, que segue indefinido. Extraoficialmente, estão autorizadas 500 vagas. No entanto, existe uma grande expectativa para que a portaria de autorização contemple uma oferta bem maior, tendo em vista a necessidade da corporação.

Pedido de concurso PRF (Reprodução)
Reprodução Ministério do Planejamento

PRFespera publicação da portaria para esta sexta, 27

A reportagem de FOLHA DIRIGIDA entrou em contato com o setor de concursos da Polícia Rodoviária Federal, que espera a publicação da portaria para esta sexta-feira, 27. O departamento responsável também acompanhava o protocolo no Ministério do Planejamento e aguarda apenas o aval oficial para dar prosseguimento nas demais etapas.

O ministro Raul Jungmann divulgou, extraoficialmente, que estão autorizadas 500 vagas para o cargo de policial rodoviário federal. No entanto, a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) e a corporação lutavam por um aumento desse quantitativo para suprir e real necessidade.

A necessidade da Polícia Rodoviária Federal é bem maior e esse número não supriria a demanda. A PRF, por sua vez, agiu com rapidez e não esperou a publicação da portaria para iniciar os preparativos do concurso PRF. As fases como elaboração do edital e contratação da banca estão em estágio avançado. Assim, o documento com as regras da seleção não deve demorar para ser divulgado.

FenaPRF avalia necessidade e pede 3 mil vagas

No início do mês de julho, representantes da federação estiveram reunidos com parlamentares e o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, para solicitar que o concurso PRF ofereça 3 mil vagas, 2.500 a mais do que o as 500 autorizadas pelo governo extraoficialmente. A confirmação se o pedido foi atendido virá somente com a publicação da portaria, pois o Ministério do Planejamento não confirma quaisquer informações antecipadamente.

O presidente interino da federação, Dovercino Neto, disse à reportagem de FOLHA DIRIGIDA que o déficit da corporação chegou a 2.954 servidores. Sendo assim, ele considera que o melhor cenário para a corporação seria uma oferta que suprisse essa demanda e chegasse, pelo menos, ao que prevê a lei.

O representante da federação reconheceu, no entanto, que um aumento para mil vagas no concurso PRF já amenizaria a necessidade. Entretando, não desistiu de lutar e tentou, a todo custo, sensibilizar o governo para mais vagas. A negociação foi onduzida pela federação, com o apoio de parlamentares e representantes da PRF, como o diretor-geral da corporação, Renato Dias.

botao-quero-estudar-ainda-mais-para-prf.png

Edital do concurso PRF está em fase final

Se a publicação da portaria autorizativa do concurso PRF for realmente confirmada nesta sexta-feira, 27, o edital deve sair nas próximas semanas. Isso porque a Polícia Rodoviária Federal trabalhou com agilidade ao iniciar os preparativos e informou à FOLHA DIRIGIDA que o documento com as regras está praticamente pronto. 

A única pendência que impedia sua publicação era o aval final do Ministério do Planejamento, que confirmaria o quantitativo de vagas. A elaboração do edital está em fase de finalização e só depende de ajustes finais, de acordo com o diretor-geral da corporação, Renato Dias.

Outra notícia importante é que a PRF também iniciou os preparativos para escolher a banca organizadora. O processo foi iniciado, porém para ser concluído depende da confirmação do número de vagas. Inicialmente, apenas Cebraspe (antigo Cespe/UnB), Iades e mais uma empresa não revelada entrariam na disputa pelo concurso. No entanto, mais bancas entraram no páreo e encaminharam suas propostas.

portaria do concurso PRF é encaminhada à publicação (Foto: Divulgação/PRF)
Portaria do concurso PRF é encaminhada à publicação e será divulgada
(Foto: Divulgação/PRF)

O que precisa ter para concorrer?

Requisitos ⇒ o candidato precisará ter de 18 a 65 anos de idade. Podem concorrer homens e mulheres e a escolaridade exigida é o ensino superior completo, em qualquer área de formação. A PRF exige ainda que o candidato tenha carteira de habilitação, na categoria B ou superior.

Remuneração ⇒ a remuneração inicial do cargo de policial rodoviário federal é de R$9.931,57 em 2018 e passará para R$10.357,88 em 2019. Os valores já incluem o auxílio-alimentação, que atualmente é de R$458.

O órgão conta com as seguintes lotações:

  Sede, em Brasília
  27 superintendências regionais
  150 delegacias
  413 unidades operacionais
  Total de mais de 550 unidades em todo o país

Conheça o cargo

O cargo de policial rodoviário federal foi criado em 23 de julho de 1935, sob o nome de inspetores de tráfego. Por esse motivo, na data é celebrado o dia do policial rodoviário federal.

Estão entre as atribuições dos policiais rodoviários federais as seguintes atividades:

  • Preservar a ordem, a segurança pública e o patrimônio da União, por meio do patrulhamento ostensivo das rodovias federais;

  • Atuar na prevenção de acidentes e realizar o atendimento a vítimas nas rodovias federais;

  • Realizar o policiamento, a fiscalização e a inspeção do trânsito e do transporte de bens e pessoas;

  • Exercer os poderes de autoridade de trânsito, autuando infratores, cobrando e arrecadando multas;

  • Assegurar a livre circulação das vias, especialmente em casos de acidentes de trânsito, manifestações sociais e calamidades públicas;

  • Realizar a escolta de autoridades nacionais e internacionais, quando solicitado.

Baixe o e-book "25 dicas de Direito Constitucional"

Acesse outros editais da PRF

Treine para o concurso PRF em simulado especial





Comentários