Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso PRF: corporação trabalha para divulgar o edital em agosto

O concurso PRF pode sair em agosto. Informação é do setor de Concursos da corporação, que agiliza preparativos.

edital da PRF pode sair em agosto (Foto: Divulgação/PRF)
Edital do concurso PRF pode ser publicado em agosto
(Foto: Divulgação/PRF)

Se a portaria autorizativa do concurso PRF sofreu um grande atraso por conta de trâmites burocráticos, o edital de abertura não deverá ter o mesmo problema. 

É o que garante a própria Polícia Rodoviária Federal. A corporação informou à FOLHA DIRIGIDA que está otimista para divulgar o documento já no mês de agosto.

Após a autorização oficial do concurso, na última sexta, 27, a reportagem da FOLHA DIRIGIDA entrou em contato com o setor de Concursos da Polícia Rodoviária Federal.

O departamento informou que está otimista para uma publicação ágil, tendo em vista a necessidade da corporação.

Disse ainda estar "trabalhando para divulgar o edital o mais rápido possível". Desta forma, o documento não deve demorar para ser divulgado, faltando apenas ajustes finais.

Bem antes de a portaria autorizativa ser divulgada, a PRF já havia iniciado a elaboração do edital de abertura do concurso. Isso ajudará a PRF a liberar o edital nos próximos dias, conforme revelado pelo setor de Concursos.

Entre os ajustes finais que faltavam estavam o quantitativo de vagas, que foi confirmado com a publicação da portaria - serão 500. Outro detalhe é o cronograma da seleção e o estudo da profissiografia do cargo de policial rodoviário federal. Para ter essas definições, contudo, a PRF ainda precisa contratar a organizadora.

Isso porque, após a análise da profissiografia, a Polícia Rodoviária Federal informou que algumas disciplinas do programa do policial serão alteradas e o concurso 2018 terá um novo modelo de programa. Esse modelo e o cronograma ainda serão discutidos com a organizadora.

Provas escritas do concurso PRF podem acontecer em novembro

Com a previsão de a PRF publicar o edital em agosto, é possível ter uma ideia de quando acontecerão as primeiras provas do concurso. Os exames objetivo e discursivo poderão ficar para novembro. Isso porque a PRF precisa respeitar o prazo de 60 dias entre a publicação do edital a abertura das inscrições.

Ou seja, se o edital sair no final de agosto, as provas ficariam, no mínimo, para novembro. Essa previsão, contudo, ainda não foi confirmada pela PRF. O concurso contará ainda com outras etapas. São elas: teste de capacidade física, exame de saúde, avaliação psicológica, investigação social e (ou) funcional, avaliação de títulos e curso de formação.

Próxima etapa do concurso PRF será escolha da banca

Agora que o concurso PRF está oficialmente autorizado, os concurseiros estão prestes a conhecer a banca organizadora da próxima seleção. Assim como a elaboração do edital, a polícia também se antecipou e iniciou o processo de escolha.

O processo, no entanto, ficou estagnado, pois dependia do aval oficial do Ministério do Planejamento, com a confirmação do quantitativo a ser oferecido no concurso.

Em maio, o setor de concursos da PRF informou à FOLHA DIRIGIDA que a intenção era realizar a escolha da banca por meio de dispensa. Além disso, o processo de escolha ficaria apenas entre três bancas, que já haviam enviado suas propostas para análise.

Das três cotadas, apenas Cebraspe (antigo Cesps/UnB) e Iades tiveram seus nomes revelados. O nome da última concorrente se manteve em sigilo. Dias após a confirmação dos nomes, entretanto, a PRF foi contatada por mais bancas, que entraram na disputa pelo concurso.

O processo foi encaminhado para o setor responsável por contratações, que não confirma se haverá licitação. A dispensa (de licitação), por sua vez, seria mais viável pela rapidez. 

botao-quero-estudar-ainda-mais-para-prf.png

Portaria foi publicada com oferta de 500 vagas

Após um longo impasse, a tão esperada portaria autorizativa do concurso da PRF foi divulgada pelo Ministério do Planejamento na sexta-feira, 27, confirmando a oferta de 500 vagas imediatas para o cargo de policial rodoviário federal. A seleção será destinada a candidatos com nível superior em qualquer área.

De acordo com o aval, a PRF tem um prazo de até seis meses para publicar o edital, ou seja, até 27 de janeiro de 2019. No entanto, é certo que o documento será divulgado antes do prazo previsto, pois a corporação quer urgência na contratação de novos servidores. O déficit da PRF já é de quase 3 mil policiais.

Extraoficialmente, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, anunciou em fevereiro que a autorização seria para 500 vagas. De lá para cá, a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) e a corporação lutavam para conseguir elevar esta oferta para, no mínimo, mil vagas. O presidente da federação, Dovercino Neto, declarou ainda que o ideal seria um concurso com 3 mil vagas, para suprir o previsto em lei.

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


Conheça o cargo

O cargo de policial rodoviário federal foi criado em 23 de julho de 1935, sob o nome de inspetores de tráfego. Por esse motivo, na data é celebrado o dia do policial rodoviário federal.

Estão entre as atribuições dos policiais rodoviários federais as seguintes atividades:

  • Preservar a ordem, a segurança pública e o patrimônio da União, por meio do patrulhamento ostensivo das rodovias federais;

  • Atuar na prevenção de acidentes e realizar o atendimento a vítimas nas rodovias federais;

  • Realizar o policiamento, a fiscalização e a inspeção do trânsito e do transporte de bens e pessoas;

  • Exercer os poderes de autoridade de trânsito, autuando infratores, cobrando e arrecadando multas;

  • Assegurar a livre circulação das vias, especialmente em casos de acidentes de trânsito, manifestações sociais e calamidades públicas;

  • Realizar a escolta de autoridades nacionais e internacionais, quando solicitado.

O que precisa ter para concorrer?

Requisitos ⇒ o candidato precisará ter de 18 a 65 anos de idade (o limite máximo de idade não constou no último edital, mas consta na lei de criação do cargo). Podem concorrer homens e mulheres e a escolaridade exigida é o ensino superior completo, em qualquer área de formação. A PRF exige ainda que o candidato tenha carteira de habilitação, na categoria B ou superior.

Remuneração ⇒ a remuneração inicial do cargo de policial rodoviário federal é de R$9.931,57 em 2018 e passará para R$10.357,88 em 2019. Os valores já incluem o auxílio-alimentação, que atualmente é de R$458.

Vantagens da carreira

Uma das grandes vantagens da carreira na PRF apontada por quem já faz parte da corporação é o cargo único, que diferencia o órgão das demais forças policiais. Entre os benefícios, está a possibilidade de qualquer policial ter a chance de assumir funções de chefia, desde a mais simples até a maior delas, a de diretor-geral. Atualmente, a função é exercida por Renato Dias, de 44 anos, policial rodoviário federal há 23 anos, desde 1994.

O órgão conta com as seguintes lotações:

  Sede, em Brasília
  27 superintendências regionais
  150 delegacias
  413 unidades operacionais
  Total de mais de 550 unidades em todo o país

À procura de provas anteriores da PRF?

Acesse outros editais da PRF



ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR


Comentários