Concurso PRF: banca venceu seis interessadas. Qual a sua aposta?

A Polícia Rodoviária Federal já escolheu a banca. Nesta segunda, 17, a corporação confirmou que foram analisadas sete propostas.

A escolha da banca organizadora do concurso da Polícia Rodoviária Federal foi feita pela modalidade de dispensa de licitação. A corporação confirmou à FOLHA DIRIGIDA que a selecionada venceu outras seis interessadas, que não tiveram os seus nomes revelados. Qual seria a sua aposta?

De acordo com a Assessoria de Imprensa da PRF, o processo escolhido dispensa pela celeridade. Mesmo com os atrasos e previsões não cumpridas, a Polícia Rodoviária Federal quer publicar o edital com 500 vagas o quanto antes. Tudo depende, no entanto, do processo ser finalizado.

Para que todo o trâmite possa ser concluído, a PRF aguarda o parecer da Advocacia Geral da União (AGU). Após analisar as sete propostas e definir a mais qualificada, a corporação encaminhou o processo para a AGU, que ficará responsável pela análise e emissão de um parecer. 

A AGU confirmou nesta segunda-feira, 17, o recebimento da demana e informou que todo esse trâmite é comum, não sendo possível passar qualquer informação ou detalhes da análise. A Assessoria de Imprensa da PRF disse que o órgão terá até 40 dias para dar um retorno sobre a banca escolhida, mas não confirma a data de envio para a AGU.

Embora esse seja um prazo legal estipulado pelo órgão, é possível que a AGU responda antes do prazo mínimo, que é de 20 dias. Assim que a PRF receber o parecer, caso seja favorável, o contrato com a empresa será assinado e o edital do concurso PRF sai logo em seguida. A expectativa é para que o documento saia em outubro.

 Qual a sua aposta para o concurso PRF? 

 

 

  

Imagem da dispensa com o Iades é falsa, diz PRF

Na última sexta-feira, 17, começou a circular nas redes sociais a imagem de uma possível dispensa de licitação da Polícia Rodoviária Federal com o Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). O documento, no entanto, não é verdadeiro. A corporação confirmou que este não é a dispensa original e o nome da banca somente será revelado após o parecer da AGU.

curso para a PRF

De acordo com a Assessoria de Imprensa, a corporação optou em não revelar o noma da banca até receber um retorno da AGU por precaução. A PRF disse que aguardará a confirmação para que não seja divulgado o nome de uma instituição e depois a AGU revelar que ela não é recomendada.

Vale ressaltar que o nome do Iades não foi confirmado, mas também não descartado pela Assessoria de Imprensa da PRF. Apenas a imagem que circula não se configura como um documento oficial. Além disso, o quantitativo dessa foto corresponde a 700 vagas, enquanto que a portaria autorizativa prevê apenas 500 vagas.

concurso PRF escolheu banca por meio de dispensa (Foto: Divulgação/PRF)
Concurso PRF escolheu a banca entre sete concorrentes
(Foto: Divulgação/PRF)

PRF poderá ter concorrência nacional em vez de regional

Uma informação que tem gerado a curiosidade dos candidatos é quanto a distribuição das 500 vagas do concurso PRF. Até o momento, esse detalhe não foi definido pela corporação. No último dia 12 de setembro, a Polícia Rodoviária Federal falou sobre a possibilidade da disputa ser nacional, e não regionalizada.

De acordo com o setor de concursos da Polícia Rodoviária Federal, há possibilidade de as lotações do concurso PRF serem ou não informadas em edital. Com isso, a disputa poderá ser nacional, sem uma distribuição por estado. O que foi confirmado é que essa definição será de responsabilidade da comissão organizadora, que ainda analisa as necessidades da corporação.

Caso o edital seja regionalizado, ou seja, com vagas distribuidas por regiões, a expectativa é que sejam oferecidas oportunidades em todo o país. Os possíveis destinos não foram informados pela corporação. O Estado de Pernambuco deve ser uma das prováveis lotações. O novo superintendente, Alexandre Rodrigues da Silva, deixou a entender que serão oferecidas 14 oportunidades para a sua região.

O que precisa ter para concorrer?

Requisitos ⇒ o candidato precisará ter de 18 a 65 anos de idade (o limite máximo de idade não constou no último edital, mas consta na lei de criação do cargo). Podem concorrer homens e mulheres e a escolaridade exigida é o ensino superior completo, em qualquer área de formação. A PRF exige ainda que o candidato tenha carteira de habilitação, na categoria B ou superior.

Remuneração ⇒ a remuneração inicial do cargo de policial rodoviário federal é de R$9.931,57 em 2018 e passará para R$10.357,88 em 2019. Os valores já incluem o auxílio-alimentação, que atualmente é de R$458.

Conheça o cargo

O cargo de policial rodoviário federal foi criado em 23 de julho de 1935, sob o nome de inspetores de tráfego. Por esse motivo, na data é celebrado o dia do policial rodoviário federal.

Estão entre as atribuições dos policiais rodoviários federais as seguintes atividades:

  • Preservar a ordem, a segurança pública e o patrimônio da União, por meio do patrulhamento ostensivo das rodovias federais;

  • Atuar na prevenção de acidentes e realizar o atendimento a vítimas nas rodovias federais;

  • Realizar o policiamento, a fiscalização e a inspeção do trânsito e do transporte de bens e pessoas;

  • Exercer os poderes de autoridade de trânsito, autuando infratores, cobrando e arrecadando multas;

  • Assegurar a livre circulação das vias, especialmente em casos de acidentes de trânsito, manifestações sociais e calamidades públicas;

  • Realizar a escolta de autoridades nacionais e internacionais, quando solicitado.

O órgão conta com as seguintes lotações:

  Sede, em Brasília
  27 superintendências regionais
  150 delegacias
  413 unidades operacionais
  Total de mais de 550 unidades em todo o país

À procura de provas anteriores da PRF?

Acesse outros editais da PRF



ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR