Concurso PRF abre recursos da primeira prova do curso de formação

A Polícia Rodoviária Federal recebe os recursos contra os gabaritos da primeira prova objetiva do curso de formação.

A Polícia Rodoviária Federal aplicou no último domingo, 27, a primeira prova objetiva do curso de formação do concurso PRF. Os gabaritos preliminares já foram disponibilizados pela instituição aos candidatos.

Quem não concordar com as repostas poderá entrar com pedido de recurso. O prazo para envio das contestações foi prorrogado até as 18h do dia 31 de outubro, pela internet.

Para realizar os pedidos, é necessário protolocar o formulário no site do Cebraspe, o organizador da seleção. O documento que oficializa a prorrogação foi publicado no portal da banca e está assinado pelo diretor de administração da PRF, Ciro Vieira Ferreira.

De acordo com um comunicado oficial divulgado dias antes da aplicação exame, a primeira prova teve duração de duas horas e com previsão de início às 9h. Mais detalhes como disciplinas e conteúdo programático não foram divulgados.

(Foto: Divulgação)
PRF recebe recursos contra prova objetiva do curso de formação
(Foto: Divulgação)

Recentemente, a Polícia Rodoviária Federal divulgou uma retificação que alterava a data de aplicação das provas objetivas do curso de formação. Com o novo cronograma, o segunfo exame está marcado para acontecer no dia 1º de dezembro.

Entretanto, a segunda etapa ainda não teve o horário e duração confirmada pela corporação.

Concurso PRF com mil vagas é previsão do Governo

Os interessados em ingressar na Polícia Rodoviária Federal podem comemorar, pois novos concursos PRF deverão ser realizados em breve. A previsão do Governo Federal é publicar editais anuais e com mil vagas.

A informação foi passada oficialmente pelo presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), Deolindo Carniel, em entrevista à corporação.

+ Como a chamada de aprovados no Orçamento pode ajudar?

Carniel informou que o objetivo é diminuir a carência ao longo dos anos e conseguir chegar ao número de 13.098 policiais rodoviários federais até o fim do governo Bolsonaro, em 2022.

O presidente da FenaPRF ressaltou que esta é uma promessa do presidente da República, Jair Bolsonaro. Segundo ele, Bolsonaro pretende repor o efetivo legal e, mesmo com as aposentadorias, conseguir acabar com o déficit com mil vagas a cada ano.

Ele pontuou, ainda, que luta para conseguir chamar os excedentes do atual concurso antes do término da validade. O objetivo é chamar todos os aprovados para ingresso no curso de formação. Faltam cerca de 614 candidatos para serem convocados ao curso de formação.

"Mil policiais a cada ano a partir de 2020. Mas, para nós é muito importante que conste na LDO, e é isso que estamos trabalhando nesse momento, que haja previsão para que se possa fazer concurso em 2020 para ingresso em 2021, 2022, 2023, assim sucessivamente."

Comentários