'Concurso PRF foi retomado', afirma diretor-geral da corporação

O concurso da Polícia Rodoviária Federal acaba de ser retomado. A informação é do diretor-geral da corporação, Adriano Furtado.

*Matéria atualizada em 27/02/2019, às 22h30

O concurso PRF, suspenso na última semana, foi retomado. A informação foi passada pelo diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Adriano Furtado, nesta quarta-feira, dia 27. Em sua conta no Twitter, o titular da corporação tratou de acalmar os concurseiros, confirmando que o concurso para 500 vagas de policiais seguirá normalmente.

"Estou muito satisfeito por saber e poder informar a todos que o concurso para o cargo de Policial Rodoviário Federal foi retomado. Sempre bom dar boas notícias. Bom para a instituição, bom para você, bom para o Brasil", publicou Adriano Furtado.

A decisão é do desembargador federal do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Vladmir Souza Carvalho. De acordo com a nota emitida pela assessoria do TRF5, o desembargador não identificou irregularidades no concurso que justifiquem a suspensão, considerando que o edital foi elaborado com base na análise do histórico dos concursos da Polícia Rodoviária Federal.

"A despeito de tornar a escolha do local de realização da prova menos cômoda para os candidatos, a regra observa os critérios de conveniência e oportunidade da Administração, eis que fundada em motivação razoável, uma vez que se buscou – com base na análise do histórico dos concursos da Polícia Rodoviária Federal, onde, após a nomeação, as tentativas de transferência/remoção são inúmeras -, assegurar que o candidato realize a prova no local onde informa que deseja ser lotado, evitando que vagas deixem de ser preenchidas por pessoas que não tenham o interesse efetivo em trabalhar naquela localidade", escreveu Vladmir Souza Carvalho.

O concurso havia sido suspenso no último dia 20 por conta de uma ação popular que tramitava na 2° Vara Federal da Seção Judiciária do Ceará. A ação reivindicava o direito de os candidatos realizarem as etapas do concurso em quaisquer capitais brasileiras e não apenas no local onde irão trabalhar. O documento sugeria, ainda, a abertura de um novo prazo de inscrições.

Policial rodoviário
Concurso que oferta 500 vagas para policial rodoviário é retomado nesta quarta, dia 27
(Foto: Divulgação)

Provas objetivas do concurso PRF foram aplicadas em fevereiro

O concurso para a PRF recebeu 129 mil inscrições para uma oferta de 500 vagas. As provas escritas, primeira etapa de seleção do conurso, foram realizadas no dia 3 de fevereiro, em 17 cidades. Foram elas: Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, São Paulo e Tocantins.

Na ocasião os candidatos responderam a uma avaliação objetiva, composta por 120 questões. Essas divididas em três blocos:

  • Bloco I (50 questões): Português, Raciocínio Lógico-Matemático, Informática, Noções de Física, Ética no Serviço Público, Geopolítica Brasileira e História da PRF;
  • Bloco II (40 questões): Legislação de Trânsito;
  • Bloco III (30 questões): Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Legislação Especial, Direitos Humanos e Cidadania, Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal.

Prepare-se para a etapa de teste físico da PRF

botão com link de curso

Neste dia também foram aplicadas as provas objetivas, que consistia na redação de um texto dissertativo. Os aprovados nessa fase ainda serão submetidos a etapas de: exame de capacidade física; avaliação de saúde; avaliação psicológica; avaliação de títulos; investigação social; e curso de formação.

O cargo de policial rodoviário federal exige nível superior em qualquer área. Além disso, os policiais devem ter carteira nacional de habilitação (CNH) na categoria B ou superior e idade de 18 a 65 anos.  A remuneração é de R$10.357,88 em 2019. O valor já inclui o auxílio-alimentação de R$458.

Seu concurso tem teste físico. E agora? 

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


Comentários