Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso SME-RJ: saem editais com 351 vagas de professor

Concurso SME-RJ: saem editais com 351 vagas de professor

A Secretaria de Educação do Rio de Janeiro publicou nesta segunda, dia 20, os editais do concurso SME-RJ para professores.

Saíram os editais para professor de ensino fundamental (PEF) da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro. Os documentos foram publicados no Diário Oficial do Município desta segunda-feira, dia 20. No total, a oferta é de 351 vagas.

Um dos editais traz 210 oportunidades para o cargo de professor de ensino fundamental — anos iniciais. Para se candidatar é preciso ter curso normal superior ou licenciatura plena em Pedagogia com habilitação em docência nos anos iniciais do Ensino Fundamental.

As vagas para essa função estão distribuídas por cinco Coordenadorias Regionais de Educação (CRE), da seguinte forma:

CRE Bairros de abrangência Vagas
Praça Mauá, Gamboa, Santo Cristo, Caju, Centro, Cidade Nova, Bairro de Fátima, Estácio, Santa Teresa, Rio Comprido, São Cristóvão, Catumbi, Mangueira, Benfica e Paquetá 15
Glória, Flamengo, Laranjeiras, Catete, Urca, Cosme Velho, Botafogo, Humaitá, Praia Vermelha, Leme, Copacabana, lpanema, São Conrado, Rocinha, Vidigal, Gávea, Leblon, Jardim Botânico, Horto, Alto da Boa Vista, Tijuca, Praça da Bandeira, Vila Isabel, Andaraí e Grajaú 15
Guadalupe, Deodoro, Padre Miguel, Bangu, Senador Camará, Jabour, Santíssimo, Guilherme da Silveira, Vila Kennedy, Vila Militar, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos e Realengo 60
lnhoaíba, Campo Grande, Cosmos, Santíssimo, Augusto Vasconcelos e Benjamin Dumont 60
10° Santa Cruz, Paciência, Cosmos, São Fernando, Guaratiba, Ilha de Guaratiba, Barra de Guaratiba, Pedra de Guaratiba, Sepetiba e Jardim Maravilha 60

Baixe o edital completo do concurso PEF — Anos Iniciais

As outras 141 oportunidades estão distribuídas por outros três editais publicados pela prefeitura. Os interessados nessas vagas deverão ter formação superior, com especialização na área em que pretendem concorrer, para se candidatar. As vagas estão divididas entre as seguintes especialidades:

  • Língua Portuguesa: 67 vagas
  • História: 37 vagas
  • Ciências: 37 vagas

Confira o edital de cada especialidade:

PEF — Língua Portuguesa

PEF — História

PEF — Ciências





A remuneração para os profissionais será de R$6.073,29, para uma carga de trabalho de 40 horas semanais. 

Os professores terão direito a benefícios, como bônus-cultura, de R$182,18 e auxílio-transporte, de R$178,20. Ambos já estão somados na remuneração informada.  O regime de contratação é o estatutário, que garante estabilidade ao servidor.

As inscrições para as especialidades de Língua Portuguesa, História e Ciências poderão ser feitas a partir das 10h desta terça, 21, até 3 de junho, na página de concursos da prefeitura.

A taxa de inscrição é de R$100 e poderá ser paga até as 22h do dia 4 de junho, em um dos bancos credenciados: Bando do Brasil; Santander; Estado do Rio Grande do Sul; Brasília; Caixa Econômica Federal; Itaú; Mercantil do Brasil; HSBC – Banco Múltiplo; Citbank; ou Bancoob.

Poderão solicitar isenção do pagamento da taxa oscandidatos, cujo salário não exceda três salários mínimos ou os que comprovarem estar desempregados. O pedido deverá ser feito até o dia 24 de maio, pelo site.

Os concorrentes deverão, ainda, comparecer entre os dias úteis 28 e 31, das 10h às 13h ou das 14h às 16h, no Clube do Servidor (Rua Ulisses Guimarães S/N – Cidade Nova), para a entrega dos documentos comprobatórios.

Já os que pretendem uma vaga para professor de ensino fundamental — anos iniciais poderão se candidatar a partir do dia 4 de junho até o dia 18 do mesmo mês, também na página de concursos da prefeitura.

A taxa de inscrição, neste caso, poderá ser paga até as 22 horas do dia 19 de junho. O pedido de isenção do pagamento da taxa poderá ser feito a partir das 10h do dia 04 de junho até o dia 07 de junho. Os critérios para fazer a solicitação são os mesmos estabelecidos nos demais editais.

enlightened7 dicas de como fazer revisão para concurso público?

Conforme previsto, a Prefeitura do Rio de Janeiro publicou mais quatro
editais para a Secretaria de Educação (Foto: Divulgação)

Concurso será realizado em três etapas de seleção

Os que concorrem às vagas de professor de ensino fundamental — anos iniciais, farão a prova objetiva no dia 11 de agosto.

Os demais candidatos realizarão o exame um pouco antes, no dia 28 de julho. Todos terão até quatro horas para responder a prova. O conteúdo exigido na avaliação variará de acordo com a especialidade do candidato:

  • Anos iniciais: Língua Portuguesa (15), Matemática (15), História (cinco), Geografia (cinco), Ciências (cinco) e Fundamentos teórico metodológicos e político-filosóficos da Educação (cinco);
  • Língua Portuguesa: Conhecimentos Específicos (40) e Fundamentos teórico metodológicos e político-filosóficos da Educação (10);
  • História e Ciências: Conhecimentos Específicos (30), Lingua Portuguesa (15) e Fundamentos teórico metodológicos e político-filosóficos da Educação (cinco);
  • Anos iniciais: Língua Portuguesa (15), Matemática (15), História (cinco), Geografia (cinco), Ciências (cinco) e Fundamentos teórico metodológicos e político-filosóficos da Educação (cinco);

Prepare-se para o concurso

Prepare-se para concursos

Além das provas objetivas, os candidatos serão submetidos a provas discursivas e de títulos. A prova discursiva será realizada no mesmo dia das provas objetivas. 

O objetivo é avaliar o conhecimento do candidato e a capacidade de expressão na modalidade escrita, além da utilização correta do vocabulário e das normas gramaticais segundo o novo acordo ortográfico.

Para os candidatos ao cargo de professor de ensino fundamental — anos iniciais a avaliação terá como tema: "Dinâmica e metodologia da prática pedagógica docente: a organização do tempo e do espaço educativo no trabalho com os anos iniciais do Ensino Fundamental".

Para os demais candidatos o tema proposto estará relacionado à disciplina de Conhecimentos Específicos.

Serão considerados aprovados nas avaliações os candidatos que obtiverem 60% de acertos do total da prova objetiva e que não obtiver nota zero em nenhuma disciplina.

Na prova discursiva, o mínimo para aprovação são 15 pontos. Esses passarão, ainda, pela etapa de prova de títulos. Poderá ser apresentada a seguinte documentação: 

- Especialização, com duração mínima de 360 horas - Oito pontos
- Mestrado - 10 pontos
- Doutorado - 12 pontos

Os candidatos poderão apresentar apenas um documento para a comprovação de cada título. A pontuação máxima a ser obtida nessa etapa é de 30 pontos.


Comentários


NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações