Folha Dirigida Entrar Assine

MP-SC investiga concurso de Guatambu por suspeita de fraude

Ministério Público investiga concurso público do município de Guatambu, em Santa Catarina, por suspeita de fraude.

O Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) informou por meio de nota nesta segunda-feira, 19, que está investigando o concurso da Prefeitura de Guatambu. A seleção está sob suspeita de irregularidade e fraude após denúncias recebidas pelo MP-SC.

Na segunda-feira o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) deu cumprimento a três mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Criminal de Chapecó, em duas residências e na sede de uma empresa. 

Até o fechamento desta matéria o MP-SC não divulgou quais foram as denúncias recebidas contra o concurso de Guatambu-SC. O órgão também apreendeu documentos, celulares, pen-drives e computadores e que serão encaminhados à perícia para análise dos dados.

(Foto: Reprodução)
Provas do concurso de Guatambu-SC foram aplicadas em julho
(Foto: Reprodução)

Fraude em concurso: anulação e demissão de servidores

Provas do concurso foram aplicadas em julho

Com mais de 1.600 inscritos, o concurso de Guatambu-SC aplicou provas objetivas em julho sob organização da EPBAZI. O resultado final da seleção está previsto para ser publicado ainda nesta quarta-feira, 21. 

A seleção visa preencher 43 vagas imediatas distribuídas por meio de vários cargos de todos os níveis de escolaridade. Os ganhos variam e podem chegar a R$11,5 mil.

Prefeitura de Guatambu-SC abre concurso com ganhos de até R$11 mil

No nível fundamental são dez vagas distribuídas pelos cargos de auxiliar de manutenção e conservação; auxiliar de serviços e cemitérios; merendeira; monitor de transporte escolar; agente de saúde pública; auxiliar de oficina; mecânico; motorista; operador de máquinas I e II. 

No nível médio é oferecida apenas uma vaga no cargo de assistente administrativo, enquanto que no nível médio/técnico são três oportunidades nas funções de monitor social, técnico em higiene dental e técnico em enfermagem.

As 29 vagas restantes são de níveis superior em vários cargos, como arquiteto, assistente social, auditor fiscal, contador, controlador interno, enfermeiro, engenheiro civil, farmacêutico, fiscal de obras, fiscal de vigilância sanitária, fisioterapeuta, médico, odontólogo, pedagogo, procurador, entre outros. 



Comentários