Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Cajamar-SP: prefeitura retoma concurso para Secretaria de Educação

Cajamar-SP: prefeitura retoma concurso para Secretaria de Educação

A Prefeitura de Cajamar-SP divulgou a retomada do concurso para a Secretaria de Educação por meio de uma publicação em uma rede social.

A Prefeitura de Cajamar, em São Paulo, compartilhou no último dia 6, por meio de sua conta no Facebook, a retomada do concurso para a Secretaria de Educação. A notícia foi veiculada pelo portal Cajamar Notícias.

De acordo com a publicação, o prefeito do município, Danilo Machado, disse que não foram identificadas irregularidades que pudessem cancelar o concurso.

A seleção oferece 82 vagas imediatas, mais formação de cadastro de reserva, para cargos que exigem os níveis fundamental, médio e superior. As vagas estão distribuídas pelos cargos de merendeira, auxiliar de secretaria escolar, cuidador escolar, monitor educacional, secretário de escola, diretor de escola e nutricionista.

Os salários dos profissionais variam de R$1.839,82 a R$6.174,16, de acordo com a função. O concurso foi suspenso em maio, após a Secretaria de Administração questionar se foram respeitadas as determinações presentes na Constituição Federal e na Lei de Responsabilidade Fiscal.

A Secretaria Municipal de Justiça deu início alguns estudos para apurar possíveis irregularidades. Por conta disso, foi solicitada a suspensão do concurso. 

Pensei em desistir de concurso público. O que faço?

O que fazer quando a vontade é desistir?

Professor
Concurso tem vagas para a Secretaria de Educação, em todos os níveis
(Foto: Pixabay)

Candidatos já passaram pelas etapas de seleção

Ainda não foi publicado no site do Instituto Mais, organizador, um aviso de retomada da seleção. Mas a expectativa é que a publicação seja feita em breve, informando mais detalhes sobre os próximos passos do concurso.

Todas as etapas de seleção do concurso já foram realizadas. Foram elas: provas objetiva, discursiva, prática, avaliação psicológica e de títulos. Apenas a prova objetiva foi aplicada a todos os candidatos, as demais foram realizadas conforme a necessidade do cargo.

A prova foi aplicada em dois dias. No dia 15 de dezembro para os que concorriam às vagas de monitor educacional e no dia 16 para os demais. Na avaliação foram exigidas questões de Língua Portuguesa, Matemática, Atualidades, Noções de Informática, Conhecimentos Específicos, Legislação e Conhecimentos Pedagógicos e Políticas de Saúde, de acordo com o cargo.

A validade do concurso será de um ano a partir da homologação do resultado final. Esse prazo poderá ser prorrogado uma vez por igual período.

Como não desistir de concurso público? 




Comentários