Homologado concurso ISS Porto Alegre-RS para auditor de controle

A Prefeitura de Porto Alegre-RS homologou o concurso de auditor de controle interno, cujas provas foram aplicadas em outubro.

O concurso ISS Porto Alegre-RS para o cargo de auditor de controle interno teve a sua classificação final publicada e está homologado. A partir de agora, as convocações serão iniciadas.

Após a última terça-feira, 10, quando foi oficializada a homologação do concurso, passará a contar o prazo de validade da seleção, que será de dois anos, mas podendo ser prorrogado por igual período.

Durante esse tempo, todos os aprovados podem ser convocados a critério da administração e de acordo com as condições orçamentárias.

A classificação final do concurso ISS Porto Alegre-RS para auditor de controle traz 77 candidatos aprovados, sendo 71 em ampla concorrência e seis que concorrem na reserva de vagas para negros.

O documento traz a classificação final em ordem crescente, além da nota final do concurso, com a distribuição das notas obtidas em cada disciplina. Todas as publicações oficiais devem ser consultadas através do site da Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências - Fundatec.

(Foto: Joel Vargas PMPA)
Porto Alegre-RS tem concurso de auditor de controle interno homologado
(Foto: Joel Vargas PMPA)

As provas teórico-objetivas do concurso ISS Porto Alegre-RS foram realizadas no dia 20 de outubro, com quatro horas de duração. Os gabaritos foram divulgados na mesma semana. A prova aconteceu no próprio município de Porto Alegre, com 80 questões, distribuídas da seguinte forma:

  • Conhecimentos Gerais (30 questões)
    10 de Língua Portuguesa;
    10 de Direito e Legislação Municipal; e
    10 de Informática
     
  • Conhecimentos Específicos (50 questões)
    20 de Contabilidade Pública;
    10 de Contabilidade Geral;
    10 de Auditoria; e 
    10 de Controle Interno.

edital do concurso ISS Porto Alegre-RS para auditor de controle interno visa preencher apenas uma vaga em caráter imediato. No entanto, durante o prazo de validade que pode chegar a quatro anos mais aprovados poderão ser convocados. A carreira exige curso de nível superior completo em contabilidade, além de registro no Conselho Regional de Contabilidade do estado.

Os selecionados receberão remuneração inicial de R$2.763,26, somada pelo vencimento básico de R$2.257,76 mais auxílio-alimentação de R$505,50.

Concurso Porto Alegre-RS: auditor fiscal fará prova no dia 15

Os concorrentes ao cargo de auditor fiscal da receita foram convocados para as provas teórico-objetivas do concurso ISS Porto Alegre-RS, que serão realizadas no próximo domingo, dia 15. Os locais de realização dos exames estão disponíveis por meio do site da banca, que também é a Fundatec.

Os exames ocorrerão em dois turnos, sendo manhã e tarde. Pela manhã, a apresentação está marcada para às 8h, com o fechamento dos portões às 9h e o início das provas previsto para às 9h10. À tarde, o horário de apresentação será às 14h45, para fechamento dos portões às 15h30 e início das provas às 15h40.

Neste dia, serão cobradas 160 questões, das quais 80 serão aplicadas pela manhã e as outras 80, à tarde, com cinco alternativas cada e quatro horas de duração.

Bloco I - manhã

  • Língua Portuguesa - 20 questões;
  • Direito Administrativo e Direito Constitucional - 20 questões;
  • Matemática Financeira, Estatística, Raciocínio Lógico Matemático - 20 questões;
  • Auditoria - 10 questões; e
  • Direito Empresarial, Direito Civil e Direito Penal - 10 questões.

Bloco II - tarde

  • Informática - 20 questões;
  • Direito Tributário - 20 questões;
  • Contabilidade - 20 questões; e
  • Legislação Municipal e Legislação Tributária Municipal - 20 questões

O segundo edital do concurso ISS Porto Alegre conta com duas vagas, sendo todas de ampla concorrência, para a carreira de auditor fiscal. É preciso curso de nível superior em qualquer área, seja bacharelado ou licenciatura para jornada de trabalho de 30 horas semanais.

Os selecionados terão uma remuneração inicial de R$6.822,14, valor composto pelo vencimento de R$6.316,64 mais auxílio-alimentação de R$505,50, que poderá ser ainda maior com:

  • Convocação para Regime de Tempo Integral (RTI), com carga horária de trabalho de 40 horas semanais, com acréscimo de 50% sobre o vencimento;
  • Convocação para Regime de Dedicação Exclusiva (RDE), com carga horária de 40 horas semanais, com acréscimo de 100% sobre o vencimento;
  • Gratificação de Atividade Tributária (GAT), parcela variável, calculada em razão do percentual de alcance das metas institucionais da SMF.

Comentários