Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Para federação, reserva de vagas para deficientes não sairá

Para o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Marcos Vinício de Souza Wink, a determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) para que seja garantida a reserva de vagas para deficientes no concurso de escrivão, delegado e perito não deverá ser aplicada. “Não acredito que isso irá vingar”, avaliou o sindicalista. O STF decidiu por meio de liminar que a seleção ficará suspensa até a retificação dos editais para a inclusão de vagas específicas para pessoas com deficiência. As provas estavam previstas para 19 de agosto.

Para o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Marcos Vinício de Souza Wink, a determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) para que seja garantida a reserva de vagas para deficientes no concurso de escrivão, delegado e perito não deverá ser aplicada. “Não acredito que isso irá vingar”, avaliou o sindicalista. O STF decidiu por meio de liminar que a seleção ficará suspensa até a retificação dos editais para a inclusão de vagas específicas para pessoas com deficiência. As provas estavam previstas para 19 de agosto.
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações