Concurso PF: portaria é publicada e seleção para 500 vagas está autorizada - Folha Dirigida
Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso PF:  portaria é publicada e seleção para 500 vagas está autorizada

Concurso PF: portaria é publicada e seleção para 500 vagas está autorizada

O concurso da Polícia Federal está autorizado. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União de sexta-feira, 20. A distribuição foi confirmada e edital sai até junho.

*Matéria atualizada em 20/04/2018, às 15h17
 
Finalmente! Saiu a portaria autorizativa do concurso PF, com 500 vagas. A publicação era bastante aguardada e considerada o principal entrave para a liberação do edital do concurso Polícia Federal, que será divulgado até junho. Na última quarta-feira, 18, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, confirmou que o documento com as regras da seleção sai ainda este semestre.
 
De acordo com a autorização, o prazo para publicação do edital é de até seis meses, contados a partir de sua publicação. O ministro Jungmann já confirmou, porém, que o documento sai em até dois meses. A portaria que autoriza o concurso da Polícia Federal confirma a distribuição das 500 vagas, antecipada por FOLHA DIRIGIDA.

Confira a distribuição das 500 vagas do concurso Polícia Federal

Agente - 180 vagas;
Delegado - 150 vagas;
Escrivão - 80 vagas;
Perito - 60 vagas;
Papiloscopista - 30 vagas;
 
portaria autorizativa do concurso PF
Reprodução Diário Oficial

PF diz que agora escolherá organizadora

Após a publicação da portaria, a Polícia Federal divulgou uma nota à imprensa. Nela, a PF diz que iniciará agora o processo de escolha da organizadora.  Além de concentrar esforços na definição da banca, a corporação já elabora o edital do concurso. Em evento realizado na última quarta-feira, 18, o ministro Raul Jungmann informou que a Polícia Federal já trabalha na elaboração do documento.
 
Segundo ele, tudo já foi definido e está sendo encaminhado para a realização da seleção. Jungmann informou ainda que todos os trâmites agora são de natureza administrativa. Um deles, no caso, era a publicação da portaria, o que já aconteceu.
 
 
O próximo passo será a contratação da banca organizadora. Tudo indica que a empresa responsável será escolhida nas próximas semanas, para que o edital possa ser divulgado dentro do prazo estipulado de até dois meses.
 
Passe para o concurso PF com a ajuda de quem entende do assunto. Veja curso da Faepol para agente!
Deseja um curso para papiloscopista da PF? Não perca!
Acesse curso da Faepol para escrivão da PF
 
Tem interesse no cargo de perito da PF? Prepare-se com curso

Primeiras etapas do concurso PF acontecerão em 2018

O presidente da Fenapef, Luís Antônio Boudens, esteve na terça-feira, 17, com o diretor-geral da Polícia Federal, delegado Rogério Galloro. O representante da federação informou à FOLHA DIRIGIDA que, em conversa com Galloro, o titular da corporação confirmou a distribuição das vagas e revelou que as primeiras etapas do concurso da Polícia Federal serão realizadas este ano.
 
Logo, tudo indica que as provas escritas devem acontecer no decorrer do segundo semestre. O anúncio de que o edital sairia até junho deixou essa informação ainda mais quente. A publicação da portaria evidencia essa expectativa. Se o prazo de edital em até dois meses se concretizar, é possível que as primeiras provas aconteçam em meados de agosto.

Confira dicas de O Especialista Alexandre Prado para concurso Polícia Federal

PF poderá ter concursos todos os anos

O presidente da Fenapef anunciou ainda uma informação muito importante para os concurseiros. Quem sonha com a PF pode comemorar, pois a corporação planeja realziar concursos periódicos, mais precisamente todos os anos. Boudens disse à FOLHA DIRIGIDA que foi anunciado um esforço conjunto para que a Polícia Federal consiga realizar concursos anualmente.

"Vamos fazer esse esforço conjunto para ter concursos todos os anos, até que reponha o quantitativo, para que possamos chegar ao número ideal de policiais", disse o presidente da Fenapef. Atualmente, a PF sofre com a falta de mais de 4 mil policiais federais no país, de acordo com informações passadas pelo próprio ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR


Quais são os requisitos para concorrer?

CADASTRE-SE AGORA E VEJA MAIS SOBRE ESTE CONTEÚDO

OU

Comentários


NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações