Concurso PF administrativo: Fenapef confirma pedido com 234 vagas

A Polícia Federal enviou dois pedidos de concurso. A distribuição foi confirmada pela Fenapef à FOLHA DIRIGIDA, com exclusividade.

O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luis Antônio Boudens, confirmou com exclusividade à FOLHA DIRIGIDA detalhes dos pedidos de concurso PF enviados ao Ministério da Economia. No total, segundo ele, foram solicitadas 834 vagas, sendo 600 na área Policial e 234 na Administrativa. As oportunidades contemplam os níveis médio e superior.

Boudens revelou ainda que a oferta autorizada pelo Governo poderá ser ainda maior, se levado em consideração o estudo de pessoal enviado para análise junto com os protocolos. 

Na área policial, a solicitação é de 600 vagas de agentes policiais, cargo destinado a graduados em qualquer área, com inicial de R$12.441,26. - as funções de delegado, escrivão, papiloscopista e perito, a princípio, não serão contempladas, de acordo com o sindicalista.

Na área de apoio foram pedidas 234 vagas, contemplando o agente administrativo, de nível médio e com R$4.710,76, e outros cargos de nível superior. 

No início do mês, a diretora de Gestão de Pessoal substituta, Vanessa Gonçalves Leite Souza, em resposta no Portal de Acesso à Informação, chegou a confirmar os pedidos de concursos, no entanto, sem revelar parte desse quantitativo.

A diretora confirmou apenas a solicitação para 600 vagas na área policial. Sobre a área de apoio, disse apenas que o pedido havia sido encaminhado. A distribuição das vagas pedidas por cargo administrativo, todavia, ainda é um mistério.

+ Prepare-se para concurso PF de nível médio

Pedido de concurso PF 2019/2020

Carreira Requisitos Remuneração
Agente administrativo Nível médio completo R$4.710,76
Plano Especial de Cargos da PF Nível superior em várias áreas  R$5.554,87
Agente policial Nível superior em qualquer + CNH R$12.441,26

Fenapef revela que espera aval para 3,4 mil vagas

Embora os pedidos tenham sido para pouco mais de 800 vagas, o presidente da federação comentou que a intenção da categoria e da corporação é que o decreto de autorização seja publicado com uma oferta maior. Isso porque foi encaminhado um pedido adicional ao governo.

Junto à solicitação de concurso público, a PF enviou uma minuta ao Governo Federal que solicita permissão para 3.460 vagas a mais, englobando as áreas Policial e Administrativa.

Essa demanda, no entanto, pode ser ainda maior, pois a corporação ainda luta, junto à Economia, para criar novos cargos administrativos e fechar o quantitativo em 5 mil vagas.

Presidente da Fenapef espera aval para mais de 3 mil vagas na PF (Foto: Divulgação/Fenapef)
Presidente da Fenapef, Boudens espera aval para mais de 3 mil vagas na PF
(Foto: Divulgação/Fenapef)


Boudens comentou, também, que ambos os pedidos têm previsão inicial para a realização do concurso em 2020, no primeiro ou no segundo semestre. Entretanto, é precoce prever prazos ou confirmar editais pois a PF ainda não teve retorno da pasta. 

FOLHA DIRIGIDA questionou a Polícia Federal sobre as informações, mas ainda não teve retorno.

+ Aumente as chances de ser aprovado. Assine a FOLHA DIRIGIDA!

Conheça os cargos da área de apoio da PF

Além da área Policial, os pedidos de concurso da PF contemplam também ao Plano Especial de Cargos da Área Administrativa, nos níveis médio e superior. A distribuição por cargo ainda não foi confirmada pela corporação e federação.

No nível médio, a carreira é o agente administrativo. A formação completa será a única exigência. Os selecionados contarão com ganhos iniciais de R$4.710,76 mensais, mais benefícios.

Haverá, ainda, chances no nível superior. No entanto, são várias as carreiras que poderão ser ofertadas. É preciso ser graduado na respectiva área. As carreiras deverão proporcionar remuneração de R$5.554,87, valor já somado com o auxílio-alimentação de R$458.

São várias as carreiras que poderão ser ofertadas, como:

  • Administradores;
  • Arquiteto;
  • Arquivista;
  • Assistente social;
  • Bibliotecário;
  • Contador;
  • Engenheiros;
  • Estatístico;
  • Farmacêutico;
  • Médicos;
  • Nutricionista;
  • Odontólogo;
  • Psicólogo; e outros.

PEC da autonomia tramita, mas federação é contra

Conforme informado na última segunda-feira, 26, por FOLHA DIRIGIDA, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que propõe a autonomia da Polícia Federal voltou a tramitar na Câmara dos Deputados, após ter sido protocolado há dez anos.

O texto dispõe sobre autonomia funcional, administrativa e de elaboração de proposta orçamentária própria para a corporação, incluindo uma liberdade maior na abertura de novos concursos PF, tanto para a área policial quanto para administrativa.

No entanto, o presidente da Federação Nacional dos Policia Federais disse à reportagem de FOLHA DIRIGIDA que é contra essa PEC, classificando como "aberração legislativa", pois remete a PF e toda a sua estrutura à uma Lei Complementar.

Segundo Boudens, além da Fenapef, os demais sindicatos também não são favoráveis, tais como APFC, SINPECPF, ANPR, Conamp e PGR. 

"O tema autonomia está em debate junto às entidades e nós defendemos que a Polícia Federal já tem autonomia investigativa suficiente. Essa PEC é um perigo na nossa avaliação", disse o presidente da Fenapef. 





Comentários