Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

600 vagas: prazo termina na segunda, dia 3 de junho

Termina na próxima segunda-feira, dia 3, o prazo de inscrição do concurso da Polícia Federal (PF) para 600 vagas nos cargos de escrivão (350), delegado (150) e perito (100), com remuneração inicial de R$7.887,33 para o primeiro e de R$14.410,11, no caso dos dois últimos. Os interessados devem preencher o requerimento de inscrição até as 23h59 da próxima segunda, no site do organizador, o Cespe/UnB (no posto com computadores, é preciso observar o horário de funcionamento). O pagamento da taxa, de R$125 para escrivão e de R$150 para delegado e perito, no entanto, poderá ser efetuado até o próximo dia 18 de junho. Os pedidos de isenção serão aceitos até o fim das inscrições.

Termina na próxima segunda-feira, dia 3, o prazo de inscrição do concurso da Polícia Federal (PF) para 600 vagas nos cargos de escrivão (350), delegado (150) e perito (100), com remuneração inicial de R$7.887,33 para o primeiro e de R$14.410,11, no caso dos dois últimos. Os interessados devem preencher o requerimento de inscrição até as 23h59 da próxima segunda, no site do organizador, o Cespe/UnB (no posto com computadores, é preciso observar o horário de funcionamento). O pagamento da taxa, de R$125 para escrivão e de R$150 para delegado e perito, no entanto, poderá ser efetuado até o próximo dia 18 de junho. Os pedidos de isenção serão aceitos até o fim das inscrições.

O cargo de escrivão é aberto aos graduados em qualquer área, enquanto que o de delegado é exclusivo dos bacharéis em Direito. No caso de perito, é necessário possuir a formação superior relacionada a uma das 13 áreas incluídas no concurso. Para os três cargos é exigida ainda a carteira de habilitação, na categoria B em diante. O concurso visa ao preenchimento de vagas, preferencialmente, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima, e em unidades de fronteira, localizadas também no Paraná, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.
 
Os classificados dentro do número de vagas oferecidas serão contratados pelo regime estatutário, que proporciona estabilidade, fazendo jus a benefícios como o auxílio-alimentação, de R$373, já incluído nas remunerações informadas. A carga de trabalho para os três cargos é de 40 horas semanais. Os novos policiais serão selecionados por meio de provas escritas (objetivas e discursiva, previstas para 21 de julho), exame de aptidão física (testes em barra fixa, de impulsão horizontal, de corrida de 12 minutos e de natação), exame médico, avaliação psicológica, avaliação de títulos (apenas delegado e perito) e prova prática de digitação (somente escrivão). Com exceção da prova oral e do curso de formação, que acontecerão no Distrito Federal, todas as fases do concurso serão aplicadas em todas as capitais.
 
Atendendo à determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), a seleção conta com vagas reservadas a pessoas com deficiência, com os concorrentes sendo submetidos a todas as etapas em condições idênticas às dos candidatos às vagas de ampla concorrência. Até o fim do prazo de inscrições, aqueles que se inscreveram de 18 de junho a 9 de julho do ano passado poderão alterar a cidade de prova escolhida, assim como optar por concorrer às vagas reservadas a deficientes, se for o caso. Já os que preencheram o requerimento de inscrição, mas não efetuaram o pagamento da taxa, deverão fazê-lo até o próximo dia 18 de junho.
 
Novo concurso – A PF aguarda a autorização do Ministério do Planejamento para abrir, ainda este ano, um novo concurso para a área policial. Foram solicitadas 1.200 vagas de agente, escrivão e delegado, mas o mais provável é que sejam liberadas apenas 600, todas no cargo de agente (remuneração e requisitos idênticos aos de escrivão), que é o único dos três que não possui concurso em andamento.

Serviço
Inscrições e devolução da taxa (inscritos em 2012): www.cespe.unb.br/concursos/

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações