Concurso PC-SP terá 1.600 vagas de escrivão. Conheça a carreira!

Das 2.936 vagas autorizadas por Doria, 1.600 serão apenas para o preenchimento de escrivães no concurso Polícia Civil-SP.

O cargo de escrivão terá a maior oferta no próximo concurso para a Polícia Civil de São Paulo. Das 2.936 vagas autorizadas pelo governador João Doria, 1.600 serão apenas para essa carreira. Portanto, deve atrair um número expressivo de inscritos.

Mas, você sabe quanto ganha um escrivão de polícia em São Paulo, quais suas atribuições e perfil profissional? FOLHA DIRIGIDA reuniu tais informações neste especial.

Para se candidatar a esse cargo no concurso PC-SP será preciso de diploma de graduação em ensino superior.  A corporação não exige curso superior em áreas específicas. Por isso, todos os graduados poderão concorrer as vagas de escrivão.

Confira outros detalhes sobre essa carreira:  

Remuneração

Os escrivães de Polícia em São Paulo têm remuneração inicial de R$3.743,98. Esse valor inclui o salário-base e a Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial (RETP). 

Polícia Civil-SP tem autorização para abrir novo concurso de 
escrivão (Foto: Divulgação)

 

Esse regime especial é caracterizado pela prestação de serviços em condições precárias de segurança, cumprimento de horário irregular, sujeito a plantões noturnos e a chamadas a qualquer hora.  

Assim como pelo risco de o policial tornar-se vítima de crime no exercício ou em razão de suas atribuições.

+ Concurso PC-SP: João Doria firma compromisso de aumento salarial

Atribuições

De acordo com a lei, são atividades do exercício do cargo de escrivão a elaboração de registros digitais de ocorrência (RDO); termos circunstanciados; inquéritos policiais - em todas as suas formas de instauração; processos administrativos.

Os profissionais também realizam sindicâncias; apurações e demais peças e documentos policiais, tendo ainda como atribuição a organização cartorária, sob a presidência direta do delegado de Polícia.

+ Concurso PC-SP: promoções podem gerar vagas na classe inicial

Perfil profissional

O último edital para ingresso como escrivão trouxe o perfil profissional esperado para a carreira. É necessário, por exemplo, ter assertividade nas resoluções dos problemas; autocrítica; autocontrole. Buscar os melhores resultados e não o simples preenchimento da vaga disponível;

É importante ter iniciativa, responsabilidade e sigilo profissional; dinamismo no desenvolvimento das tarefas; capacidade de inovar e socializar o conhecimento e a experiência profissional; Além de mediar conflitos; comunicar-se de maneira fluente, eficaz e eficiente.

Também é esperado de um escrivão a capacidade de trabalhar sob pressão e possuir controle emocional; cordialidade, clareza e solidariedade nas relações interpessoais; comprometimento: disposição e engajamento com os objetivos do trabalho e ser capaz de traçar estratégias para atendê-las. Além de ser ético e cumprir as leis.

+ Concurso PC-SP: confira a nota de corte das provas de escrivão

Último concurso

Em abril de 2018, a Polícia Civil-SP divulgou o edital do último concurso para escrivão. A oferta foi de 800 vagas para carreira, cujas etapas ainda estão em andamento.

A seleção foi composta pelas seguintes fases: prova objetiva, prova escrita, comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social, prova oral, exame de títulos.

O teste de aptidão física não foi exigido nesta seleção. As questões das provas objetivas para escrivão, ano passado, foram distribuídas pelas disciplinas de:

  • Língua Portuguesa - 36 questões;
  • Noções de Direito - 30 questões;
  • Noções de Informática - 16 questões;
  • Noções de Criminologia, Noções de Lógica, Atualidades - 18 questões.

Já na prova escrita foram cobradas quatro questões dissertativas, sobre as seguintes áreas:  Língua Portuguesa; Noções de Direito; Noções de Informática; Noções de Criminologia.

Novos editais do concurso PC-SP serão publicados em 2020

No início de junho, o governo de São Paulo autorizou a abertura de um novo concurso PC-SP com 2.939 vagas. Desse total, 250 serão de delegado, 1.600 de escrivão, 900 de investigador e 189 para médico legista. Todas as carreias exigem nível superior para participação.

Os ganhos chegam a R$9,8 mil. O próximo passo para abertura do concurso é a escolha da banca organizadora. Na tabela abaixo, confira os requisitos e vagas para cada carreira:

CARGO REQUISITO VAGAS SALÁRIO INICIAL
Delegado de polícia Nível superior em Direito e
experiência de dois anos
250

R$ 9.888,07

Médico legista Nível superior em Medicina 189 R$8.285,66
Escrivão de polícia Nível superior em qualquer área
e CNH B ou superior
1.600

R$ 3.743,98

Investigador de polícia Nível superior em qualquer área
e CNH B ou superior
900

R$ 3.743,98

 

A Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-SP) revelou à FOLHA DIRIGIDA a previsão dos editais. De acordo com a SSP-SP, os editais devem ser publicados a partir de 2020. Os provimentos dos cargos também estão programados para ano que vem.  

“A previsão é que os respectivos editais sejam publicados a partir do próximo ano. Demais informações sobre os trâmites administrativos dos processos de seleção serão informados por meio do Diário Oficial do Estado”, consta em nota.

O objetivo, segundo a pasta, é realizar concursos anuais para as Polícias Civil e Militar, conforme a disponibilidade de recursos. “O governo do Estado autorizou nesta terça-feira (4) a abertura de concurso para a contratação de 2.750 policiais civis e 189 de médicos legistas. O objetivo é realizar concursos anuais para todas as polícias, conforme a disponibilidade de recursos”.



Comentários