Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso PC-SP: João Doria firma compromisso de aumento salarial

O aumento salaria da Segurança Público foi firmado como um compromisso do governador João Doria até o final de sua gestão.

O governador João Doria firmou o compromisso de tornar os salários dos agentes de Segurança de São Paulo os maiores do país, com exceção da capital Brasília. O reajuste nos vencimentos foi anunciado no dia 5 de junho, em transmissão ao vivo nas redes sociais do governante.

De acordo com Doria, esse aumento será concretizado até o final do seu mandato. Com a autorização para 2.939 vagas no concurso Polícia Civil-SP, os novos agentes também terão direito ao reajuste.

“Excluindo o Distrito Federal, que é um caso especial pois é o Governo Federal que paga os policiais, São Paulo terá os melhores salários para Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, incluindo também Polícia Científica do país”, destacou João Doria.

No início de junho, o governador autorizou a abertura de um novo concurso com 250 vagas de delegado, 1.600 de escrivão, 900 de investigador e 189 para médico legista. Todas as carreias exigem nível superior para participação. Os ganhos chegam a R$9,8 mil. 

PC-SP tem autorização para abrir concurso com mais de 2 mil
vagas (Foto: Governo de São Paulo)

 

Em encontro com Doria no dia 7 de junho, a presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp), Raquel Gallinati, elogiou a iniciativa do Executivo paulista em começar a atender as demandas da classe. Sobretudo com o aval para nova seleção.

Porém, ressaltou que ainda há necessidade de mais concursos e majoração urgente nos salários dos policiais civis. 

“Estou tentando corrigir em cinco meses os problemas causados pelas gestões dos últimos 20 anos. Mas, estou com boas intenções. Pretendo reajustar os salários e dar condições para que vocês possam trabalhar. Estou empenhado em melhorar a Polícia Civil até o fim do ano”, reafirmou o governador. 

Editais do novo concurso PC-SP devem sair em 2020

O governo de São Paulo já informou a previsão para os editais do novo concurso para Polícia Civil-SP com 2.939 vagas. A Secretaria de Segurança Pública do Estado revelou à FOLHA DIRIGIDA que os documentos devem ser divulgados a partir de 2020. Os provimentos dos cargos também estão programados para ano que vem.  

“A previsão é que os respectivos editais sejam publicados a partir do próximo ano. Demais informações sobre os trâmites administrativos dos processos de seleção serão informados por meio do Diário Oficial do Estado”, consta em nota.

Segundo a pasta, o objetivo é realizar concursos anuais para as Polícias Civil e Militar, conforme a disponibilidade de recursos.  

“O governo do Estado autorizou nesta terça-feira (4 de junho) a abertura de concurso para a contratação de 2.750 policiais civis e 189 de médicos legistas. O objetivo é realizar concursos anuais para todas as polícias, conforme a disponibilidade de recursos”.

Na tabela abaixo, confira os requisitos e vagas para cada carreira:

CARGO REQUISITO VAGAS SALÁRIO INICIAL
Delegado de polícia Nível superior em Direito e
experiência de dois anos
250

R$ 9.888,07

Médico legista Nível superior em Medicina 189 R$8.285,66
Escrivão de polícia Nível superior em qualquer área
e CNH B ou superior
1.600

R$ 3.743,98

Investigador de polícia Nível superior em qualquer área
e CNH B ou superior
900

R$ 3.743,98

Veja como foram os últimos concursos Polícia Civil-SP

Para investigador e escrivão, o último concurso ainda está em andamento. O edital foi publicado em 2018 e apresentou cinco etapas: prova objetiva, prova escrita, comprovação de idoneidade mediante investigação social, prova oral e prova de títulos.

Na primeira fase, os candidatos foram submetidos a 100 questões nas áreas de Língua Portuguesa, Noções de Direito, Noções de Informática, Criminologia, Lógica e Atualidades.

Para delegado, o último edital também foi publicado no ano passado. As etapas de seleção foram: provas objetiva, escrita e oral, investigação social e prova de títulos.

Estude para o concurso PC-SP

A avaliação objetiva teve 100 questões de múltipla escolha de Direito Penal, Direito Processual Penal, Legislação Especial, Direito Constitucional, Direitos Humanos, Direito Administrativo, Direito Civil, Medicina Legal e Noções de Informática.

Por outro lado, o último concurso para contratação de médicos legistas foi realizado em 2014. Os concorrentes foram avaliados por cinco fases: prova objetiva de múltipla escolha, prova de aptidão psicológica (PAP), prova de aptidão física (PAF), comprovação de idoneidade e conduta escorreita, e prova de títulos.

O caderno de prova objetiva foi composto por 100 questões distribuídas entre Língua Portuguesa, Noções de Direito, Criminologia, Lógica, Informática e Conhecimentos Específicos.



Comentários