Secretário da PC RJ deixa cargo com trâmites do concurso adiantados

Delegado Marcus Vinicius Braga deixa posto de secretário de Polícia Civil do Rio de Janeiro na iminência pela abertura do concurso PC RJ

Na iminência pela abertura do novo concurso PC RJ, o delegado Marcus Vinicius Braga deixa o cargo de secretário de Polícia Civil do Rio de Janeiro. Uma carta de exoneração foi enviada ao governador Wilson Witzel no sábado, 30. 

O pedido ocorre dias depois de Witzel ser alvo de uma investigação da Polícia Federal sobre fraude na saúde estadual em meio ao Coronavírus. Braga confirmou a saída por meio de sua conta no Instagram no domingo, 31. "Comunico a todos os amigos que pedi exoneração do cargo de secretário de Polícia Civil", escreveu. 

Ele agradeceu pela confiança depositada pela gestão estadual em seu trabalho e destacou o avanço das investigações e reestruturação interna da corporação.

A suposta fraude na saúde do Rio não foi mencionada. Veja o texto na íntegra: 

"Não posso deixar de agradecer profundamente ao governador @wilsonwitzel pela confiança e pelos avanços que em um ano e cinco meses foram promovidos na Polícia Civil. Neste período, promovemos ampla reestruturação interna, bem como combate incessante às organizações criminosas que atuam em nosso Estado. Estabelecemos níveis de parcerias sem precedentes com o Ministério Público, Polícia Militar e SEAP, no interesse da segurança pública e da investigação criminal que resultaram no melhor cenário dos indicadores criminais em décadas.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Agradeço a todos os policiais civis do Rio de Janeiro, que diariamente arriscam as suas vidas na defesa da nossa sociedade, mesmo sem o o reconhecimento proporcional aos resultados alcançados por parte dela. Há muito o que fazer ainda, mas me despeço serenamente, na certeza de que as sementes foram plantadas para os avanços que ainda virão". 

O posto de secretário de Polícia Civil do Rio de Janeiro deve ser assumido pelo delegado Flávio Brito, que era subsecretário de Gestão Administrativa. 

Delegado Marcus Vinicius Braga
Delegado Marcus Vinicus Braga assumiu a Secretaria de Polícia Civil
do Rio em janeiro de 2019 (Foto: Divulgação)

 

Estudando para inspetor da PC-RJ? Clique aqui para intensificar preparação!


O delegado Flávio Brito ingressou na Policia Civil em 2002, quando foi aprovado em concurso público como terceiro colocado. Passou por diversas delegacias da Baixada Fluminense e da Capital, inclusive como titular de algumas unidades.

Ele exerceu alguns cargos na área administrativa e operacional desde 2009, entre eles o de diretor geral de Administração e Finanças. Na gestão do governador Wilson Witzel, o delegado foi subsecretário de Inteligência e, até maio, ocupava o cargo de subsecretário de Gestão Administrativa, segundo na hierarquia da instituição.

Brito é pós-graduado em Gestão de Segurança Pública e lecionou em diversos cursos preparatórios para concursos na Coppead. FOLHA DIRIGIDA questionou fontes internas da corporação se a mudança na chefia da Polícia Civil poderia atrasar o concurso PC RJ, cujos editais estão previstos para junho.

Sobre isso, agentes responderam que:

"Acho que vai é acelerar. Está tudo pronto. Fazer um concurso público é a melhor coisa que pode acontecer para alguém que está assumindo um cargo como esse", disse fonte da reportagem.

Quer passar no concurso PC RJ 2020? Saiba como!
+ Concurso PC RJ: veja ordem prevista para publicação de editais

Concurso PC RJ: seis editais estão cotados para junho

Braga tinha revelado que a divulgação de seis editais do concurso Polícia Civil RJ está prevista para junho. A previsão é que seja publicado um documento por cargo. Isto é, para auxiliar de necropsia (12 vagas de nível fundamental), técnico de necropsia (16 vagas de nível médio), investigador (118 vagas de nível médio). 

Assim como inspetor (597 vagas de superior em qualquer área), perito legista (54 vagas de nível superior em áreas específicas) e perito criminal (20 vagas para graduados em diferentes especialidades).

O edital para delegado, segundo o então titular da pasta, será divulgado em seguida. “Calma que vem também”, disse.

Todos os editais já estão prontos, conforme dito pela diretora da Academia de Polícia (Acadepol), Renata Assis. A corporação só estuda o momento mais seguro para publicá-los em decorrência do Coronavírus.

As provas, de acordo com Renata, devem ocorrer no segundo semestre deste ano.

"Todos os editais já estão prontos pela Academia de Polícia Civil e as provas estão previstas para acontecer ainda no segundo semestre de 2020. Preparem-se bem, estudem muito porque em breve estaremos juntos aqui na Acadepol", revelou em vídeo publicado nas redes sociais

Resumo concurso Polícia Civil RJ:

  • Órgão: Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro
  • Cargo: auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, investigador, inspetor, perito legista, perito criminal e delegado.
  • Vagas: 864, ao todo
  • Requisitos: todos os níveis de escolaridade, a depender do cargo
  • Remuneração: R$4.506,27 a R$18.747,95
  • Banca: Instituto Acesso (delegado) e Instituto AOCP (demais cargos)
  • Links para os últimos editais

Provas do concurso Polícia Civil RJ serão em datas diferentes

A Polícia Civil também já informou que as avaliações objetivas terão dias diferentes de aplicação para cada cargo. Dessa maneira, pessoas com diferentes níveis de escolaridade poderão se inscrever a mais de um cargo.

Outra informação é que o concurso PC RJ terá um intervalo de 30 dias entre os editais e as provas objetivas. As bancas organizadoras da seleção também foram anunciadas. O Instituto Acesso foi definido, em fevereiro, como a banca para delegado.

Já o Instituto AOCP será o responsável por receber as inscrições e aplicar as etapas para os demais seis cargos autorizados. A estrutura de provas do concurso está confirmada.

O termo de referência das seleções, que funciona como um espelho para o edital, indica que os concorrentes a delegado serão submetidos a provas objetivas; provas discursivas; provas orais; prova de capacidade física; exame psicotécnico; exame médico. 

Já os participantes as demais carreiras serão avaliados por provas objetivas; prova de capacidade física; exame psicotécnico; exame médico. Os habilitados também passarão por cursos de formação e prova de investigação social, na Acadepol.

Confira os demais detalhes sobre os cargos do concurso Polícia Civil RJ na tabela abaixo:

Auxiliar de necropsia 
 Requisito  Nível fundamental completo
 Vencimentos*   R$4.506,27
 Técnico de necropsia 
 Requisito  Nível médio completo
 Vencimentos*   R$5.277,59
 Perito Legista
 Requisito  Nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica
 Vencimentos*  R$10.149,95
 Perito Criminal
 Requisito  Nível superior em Engenharia, Informática, Farmácia, Veterinária, Biologia, Física, Química ou Ciências Contábeis  
 Vencimentos*  R$10.149,95
 Inspetor 
 Requisito  Nível superior em qualquer área
 Vencimentos*  R$6.280,31
 Investigador
 Requisito   Nível médio completo
 Vencimentos*  R$5.740,38
 Delegado 
 Requisito  Nível superior em Direito
 Vencimentos*  R$18.747,95

*Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$264.