Concurso Polícia Civil-RJ: Português para técnico e auxiliar de necropsia

Se você pretende fazer o concurso de técnico de necropsia e auxiliar de necropsia, não perca essas dicas para a prova.

O concurso da Polícia Civil-RJ se aproxima. Alguns dos cargos mais comentados são os de técnico de necropsia e auxiliar de necropsia, que exigem níveis médio e fundamental, respectivamente.

As carreiras são também bastante promissoras, com remuneração inicial de R$5.277,59 para técnicos e R$4.506,27, valores que já incluem o auxílio-alimentação. Nenhuma das carreiras exige também cursos técnicos ou carteira de habilitação, apenas a escolaridade.

enlightenedEstude para técnico de necropsia com o Projeto Aprovação

O Especialista da FOLHA DIRIGIDA, professor Alexandre Prado, recebeu a professora Thais Batista, que dá aulas de Português no curso Projeto Aprovação, para comentar sobre a prova de técnico e auxiliar de necropsia. 



Últimos concursos da PC-RJ

Os respectivos cargos de técnico policial de necropsia e auxiliar policial de necropsia da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro obtiveram bancas organizadoras diferentes para o ultimo concurso de cada área.

Para o cargo de auxiliar foi a Faepol em 2002, já para o cargo de técnico a banca responsável foi a FGV em 2009.

A expectativa é que os moldes da última prova objetiva para técnico policial de necropsia sejam mantidas. Na época, a prova contou com 40 questões objetivas de disciplina específica e 20 questões objetivas para disciplina de Língua Portuguesa.

Em relação à prova de auxiliar policial de necropsia, como a última prova foi realizada há muito tempo, é difícil prever um panorama. Entretanto, os moldes da prova de técnico podem ser utilizados como uma referência para os estudos e aplicação da próxima prova de auxiliar.

♦ Prova de 2002 para auxiliar de necropsia

De acordo com a professora Thais Batista, a banca organizadora Faepol tem como costume cobrar muita gramática. O conteúdo programático do último concurso para o cargo foi bem extenso, algo bem diferente do que foi proposto em 2009 para o técnico policial de necropsia.

Download da prova de 2002 para auxiliar de necropsia

A parte de interpretação de texto nessa prova foi bem pequena comparada ao que foi solicitado de gramática, segundo a professora. Mas, vale lembrar que por ter muitos anos, a prova do concurso de 2019 pode ter uma cobrança diferente do concurso de 2002.

♦ Prova de 2009 para técnico de necropsia

A banca FGV, segundo a professora Thais, tem por característica cobrar bastante intepretação de texto, compreensão e toda a parte relacionada à gramática inserida nesse contexto.

Já o conteúdo da prova não era tão extenso no edital, diferentemente do cobrado pela Faepol para auxiliar, em 2002.

Download da prova de 2009 para técnico de necropsia

Prováveis bancas organizadoras

Durante o Especialista, os professores explicam que as bancas dos últimos concursos provavelmente não serão as mesmas do concurso 2019.

Como a empresa ainda não foi definida, não é possível determinar possíveis nomes. Mas, a aposta de Alexandre Prado é de uma banca menor fique responsável por esse concurso. Fiquem atentos, pois nada foi anunciado oficialmente pela Polícia Civil. Assim que houver novidades, você poderá conferir aqui na FOLHA DIRIGIDA.

Estude para o concurso de técnico de necropsia

Como estudar Português o concurso 2019

A professora Thais diz que os candidatos devem ficar atentos ao estudar pelos concursos anteriores, pois a Nova Ortografia, que entrou em vigor em 2016, não entrou no conteúdo proposto em 2002 e 2009.

A professora acredita em um novo sistema de questões até pelo grau de concorrência que esse concurso espera.

Alexandre Prado acredita que a disciplina de Português pode ser determinante para cobrarem com um grau de dificuldade alto para servir como critério de desempate. O Especialista lembra que essas matérias também geram eliminação.

Thais Batista destaca também as questões de Linguagem reescrita ou Reescritura frasal. A professora pede atenção a esses formatos de questão pelo fato de exigirem do candidato conhecimento de parte semântica, estrutura gramatical, conjunção, pontuação, oração, regência, crase e concordância.

A prova no último concurso para os dois cargos contou com 20 questões do total de 60 na prova.

Como não tem uma banca definida, Thais Batista recomenda dar atenção aos conteúdos gerais, como: concordância verbal, regência verbal e nominal, crase, pontuação (uso da virgula) e interpretação textual.

Em relação à interpretação textual, a professora pede que não negligenciem esse tema. Segundo ela, esse tópico é muito cobrado nas provas de concurso e exigem do candidato uma boa prática, para acabar não errando na hora da prova.

Se você está há muito tempo sem estudar, não se preocupe. Caso tenha dúvidas de por onde começar, a professora recomenda que inicie os estudos pela reforma ortográfica

Você deve criar um hábito de estudos, montar seu planejamento e dividir sua carga horária de estudo com as disciplinas especificas.

Baixe edital verticalizado para auxiliar e técnico de necropsia da PC-RJ 2019

Terá redação na prova de auxiliar e técnico?

Incluir uma correção de redação elevaria demais o custo para execução da prova, fora que não é algo comum para esse tipo de concurso também.  O Especialista explica que isso foge do ponto de vista técnico da administração do concurso por conta do regime de recuperação fiscal.

Entretanto, caso isso ocorra e venha a ser uma surpresa, a professora de Português explica que entre a data de publicação do edital e a prova, os candidatos terão tempo de estudar e se preparar para a redação.

Dica especial para o cotidiano

A professora Thais Batista explicou que, atualmente, basicamente só nos comunicamos por áudio ou digitação (já com correção automática) nos aplicativos de conversa pelo celular. Dessa forma, tiramos o ato de pensar na escrita correta de uma palavra ou na construção de um período.

Sendo assim, que tal você desabilitar o seu corretor automático do celular para treinar o Português? Pense nisso!

Outra dica, dessa vez do Especialista Alexandre Prado, é você estudar utilizando a técnica de pomodoro. Não conhece?

 Se você estiver com dificuldade de concentração na hora de sentar para estudar para um concurso, pesquise sobre essa técnica e tente implementar na sua rotina de estudos! Quer mais dicas? Confira nessas edições especiais de O Especialista da FOLHA DIRIGIDA.

♦ Estudar para concurso vale a pena?
 Como otimizar o seu tempo?
 Existe a melhor técnica de estudos?
 Como manter a concentração nos estudos?
 Coach ou Mentoria para concursos?

Comentários