Concurso PC RJ: bancas serão anunciadas até segunda, 17, diz Faepol

De acordo com a vice-presidente da Faepol, Thaianne Morais, a banca organizadora do concurso PC RJ pode ser anunciada já na sexta-feira, 14

A Secretaria de Polícia Civil do Rio de Janeiro está em fase final de contratação das bancas organizadoras do concurso PC RJ. A informação foi divulgada na quarta-feira, 12, pela vice-presidente da Fundação de Apoio ao Ensino e Pesquisa da Polícia Civil (Faepol), Thaianne Moraes, após conversa com o secretário Marcos Vinicius Braga.

Em sua conta no Instagram, ela disse que o anúncio oficial será publicado na sexta, 14, ou no máximo no dia 17 de fevereiro. Procurada por FOLHA DIRIGIDA, a Assessoria de Imprensa da corporação disse que "está para sair, mas a data de publicação no Diário Oficial ainda está em definição".

A escolha das bancas teve início em dezembro de 2019, quando sete organizadoras enviaram suas propostas. Os nomes das participantes não foram revelados, uma vez que o processo de licitação ocorre com sigilo. 

(Foto: Reprodução Instagram)

 

Em janeiro, uma suposta escolha do Instituto Acesso como banca organizadora do concurso PC RJ para delegado e da AOCP para os demais cargos começou a circular nas redes sociais. Sem publicação no Diário Oficial, a reportagem questionou a corporação sobre essa definição.

O próprio secretário Marcus Vinicius Braga, por meio do Instagram, esclareceu que a informação não partiu da Polícia Civil. “Não. Não veio da gente. Pode até vir a ser, mas não divulguei nada”, disse.

A Polícia Civil do Rio abriu duas licitações, sendo uma para contratar a banca do concurso de delegado. O outro processo é para definição da organizadora dos demais cargos autorizados: auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, investigador, inspetor, perito legista e perito criminal. 

Com a contratação das bancas, o próximo passo é a divulgação dos editais. A previsão de Thaianne Moraes é que isso ocorra a partir de março. O primeiro edital será para delegado e depois para perito legista. “Em seguida sairá o de inspetor e demais cargos", confirmou.

A taxa de inscrição, segundo os termos de referência das seleções, será de R$55 para auxiliar de necropsia, R$70 para técnico de necropsia, R$75 para investigador, R$80 para inspetor, R$105 para perito legista e criminal, R$200 para delegado. 

Provas do concurso PC RJ devem ocorrer em maio

De acordo com Thaianne, as provas do concurso devem ser aplicadas no mês de maio. As estimativas também foram passadas à vice-presidente da Faepol pelo secretário de Polícia Civil.

"O concurso está na reta final de sair. Eles estão alinhavando questões contratuais. O edital sairá em março e as provas devem ocorrer no meio de maio. Essa é a estimativa hoje, mas que só será confirmada no edital", revelou.

O diretor de ensino da Academia de Polícia Sylvio Terra (Acadepol), delegado Carlos Eduardo Rangel, já tinha adiantado que todo processo de escolha da banca seria concluído até março deste ano. 

Os detalhes do cronograma foram passados no dia 25 de janeiro, durante o evento Palestrão Futuro Servidor - Carreiras da Segurança RJ, da FOLHA DIRIGIDA. Conforme o diretor de ensino da Acadepol, as provas devem ocorrer em até dois meses após a publicação do edital.

"Você pode trabalhar com uma perspectiva de provas em mais 30 ou 60 dias". Apesar das indefinições sobre a organizadora, o diretor da Acadepol informou que os concorrentes não devem temer a organizadora da seleção. 

"A preparação dos candidatos deve se dar pelas provas anteriores da própria PC RJ", completou o diretor Carlos Rangel. As etapas do concurso Polícia Civil RJ já foram confirmadas. Os termos de referência para os editais adiantam a quais fases os concorrentes serão submetidos. 

  • Delegado: Provas objetivas; Provas discursivas; Provas orais; Prova de capacidade física; Exame psicotécnico; Exame médico.
  • Demais cargos: Provas objetivas; Prova de capacidade física; Exame psicotécnico; Exame médico.

Os habilitados ainda passarão por cursos de formação e prova de investigação social, na Academia de Polícia (Acadepol). 

Concurso PC RJ terá 864 vagas para todos os níveis 

O governador Wilson Witzel autorizou a abertura de novo concurso PC RJ com 864 em todos os níveis de escolaridade. Desse total, 12 serão para auxiliar de necropsia (nível fundamental), 16 para técnico de necropsia (nível médio), 54 para perito legista, 20 para perito criminal (nível superior em áreas específicas).

Além de 47 para delegado (superior em Direito), 597 para inspetor (superior em qualquer área) e 118 para investigador (nível médio). Os salários chegam a R$18 mil!

Confira os demais dados na tabela abaixo:

 Auxiliar de necropsia 
 Requisito  Nível fundamental completo
 Vencimentos*   R$4.506,27
 Técnico de necropsia 
 Requisito  Nível médio completo
 Vencimentos*   R$5.277,59
 Perito Legista
 Requisito  Nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica
 Vencimentos*  R$10.149,95
 Perito Criminal
 Requisito  Nível superior em Engenharia, Informática, Farmácia, Veterinária, Biologia, Física, Química ou Ciências Contábeis  
 Vencimentos*  R$10.149,95
 Inspetor 
 Requisito  Nível superior em qualquer área
 Vencimentos*  R$6.280,31
 Investigador
 Requisito   Nível médio completo
 Vencimentos*  R$5.740,38
 Delegado 
 Requisito  Nível superior em Direito
 Vencimentos*  R$18.747,95

*Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$264.

Em meio ao déficit superior a 14 mil policiais civis, o governo do Rio de Janeiro concedeu aval para um novo concurso Polícia Civil-RJ com 864 vagas. Tal quantitativo, porém, não supre a demanda total da categoria.

Questionada por FOLHA DIRIGIDA, a Assessoria de Imprensa da PC-RJ revelou que, após estudo prévio das contas do Estado, o Conselho do Regime de Recuperação Fiscal (RRF) autorizou provimento de apenas 864 vagas.

Esse é o número que não representará grandes impactos ao orçamento estadual, no momento. Contudo, mais chances poderão ser abertas no decorrer do prazo de validade dos concursos. Assim, os aprovados como excedentes poderão ser chamados enquanto o resultado final permanecer válido.

Confira as falas do diretor de ensino da Acadepol: 



Comentários