Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso PC-RJ: 'precisamos de muitos peritos', diz diretora do IML

A diretora do IML revelou a insuficiência de peritos e a necessidade de um novo concurso Polícia Civil-RJ para recomposição dos quadros.

A carência de peritos legistas e a necessidade de um novo concurso Polícia Civil-RJ foi apontada pela diretora da sede do Instituto Médico Legal (IML), doutora Gabriela Graça. Em abril, durante audiência na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), ela falou sobre a importância de recomposição dos quadros.

“A gente precisa muito ter peritos, com certeza absoluta. A necessidade de concurso é uma coisa iminente”, revelou Gabriela, na Comissão Parlamentar de Inquérito destinada a investigar e apurar os casos de feminicídios do Estado.

O governo estadual percebeu a situação e autorizou a abertura do concurso PC-RJ com mil vagas. Desse total, 100 serão para peritos legistas e 60 para peritos criminais. Em vista da escassez de profissionais, o IML deve receber grande parte dos aprovados. Não só na capital do Rio de Janeiro, como em outros municípios.

“Temos a previsão de um concurso para perito. Não dá nem para saída, mas a gente respira só de pensar que pode ganhar 20 colegas. Poxa, que ótimo, mas a gente queria brigar por 100, 150, por aí”, disse a diretora do instituto.

Na época do encontro na Alerj, em abril, a Polícia Civil só tinha autorização para abrir 96 vagas, sendo 20 de peritos, concedida pelo então governador Luiz Fernando Pezão. Porém, o atual chefe do executivo, Wilson Witzel, aumentou a oferta do concurso para mil vagas.

IML requer recomposição dos quadros de perito com a abertura do
novo concurso PC-RJ (Foto: Divulgação)

 

E, em consequência, elevou o número de oportunidades para ingresso na carreira de perito. De acordo com a diretora do IML, o atual número de peritos no instituto é insuficiente. Ela destacou as crescentes aposentadorias e a exaustação do trabalho pelo baixo efetivo.

Concurso Polícia Civil-RJ: saiba como é o dia a dia dos policiais

Diretora do IML aponta carência em diversos municípios

O déficit não está somente na sede, na capital do Rio de Janeiro, como também em municípios da Baixada Fluminense. Com destaque para Nova Iguaçu, que apresenta poucos peritos para alta demanda.

Segundo a doutora Gabriela Graça, o perito que está no atendimento clínico é o mesmo para violência doméstica e crime sexual. Não há profissionais do sexo feminino. Se uma mulher, por exemplo, quiser ser atendida por outra mulher, não vai conseguir.

“A gente está em número insuficiente há bastante tempo. Estamos num momento em que todo mundo que pode aposentar está aposentando. Por quê? Pela falta de gente, todo mundo que está no quadro tem que trabalhar, realmente, bastante”, explicou a diretora do IML.

Para reverter a situação, o governo pretende chamar os aprovados no novo concurso Polícia Civil-RJ. Mas, o quantitativo a ser aberto, de acordo com a doutora Gabriela, não é suficiente para cobrir o déficit por completo.

“Pretendemos ter concurso com mais vaga para que pudessem todos serem submetidos a uma avaliação psiquiátrica. E depois, quem sabe, até de um acompanhamento psicológico. O acompanhamento precisa ser psicológico”.

+ Concurso Polícia Civil-RJ poderá ter chamada de excedentes

A comissão na Alerj foi feita para debater o que é necessário para melhorar e aperfeiçoar o atendimento às mulheres vítimas de violência. Por mais que tenha ocorrido em abril, a relatoria do encontro só foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, 31.

Estude para o concurso de técnico de necropsia

Concurso Polícia Civil-RJ terá vagas para todos os níveis

Autorizado pelo governador Wilson Witzel, em junho, o concurso Polícia Civil-RJ terá oferta de mil vagas para todos os níveis de escolaridade.

Além das 100 oportunidades para perito legista e 60 para perito criminal, serão 100 para delegado, 500 para inspetor, 100 para investigador, 80 para técnico de necropsia e 60 para auxiliar de necropsia. Veja os dados na tabela abaixo:

Auxiliar de necropsia 
Requisito Nível fundamental completo
Vencimentos* R$4.506,27
Técnico de necropsia 
Requisito Nível médio completo
Vencimentos* R$5.277,59
Perito Legista
Requisito Nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica
Vencimentos* R$10.149,95
Perito Criminal
Requisito Nível superior em Engenharia, Informática, Farmácia, Veterinária, Biologia, Física, Química, Economia, Ciências Contábeis ou Agronomia
Vencimentos* R$10.149,95
Inspetor 
Requisito Nível superior em qualquer área
Vencimentos* R$6.280,31
Investigador
Requisito  Nível superior em qualquer área
Vencimentos* R$5.740,38
Delegado 
Requisito Nível superior em Direito
Vencimentos* R$18.747,95

*Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$264. 

A comissão permanente do concurso Polícia Civil-RJ dá prosseguimento aos trâmites internos para a publicação dos editais com mil vagas. De acordo com a Assessoria Especial do Governo do Rio de Janeiro, os termos de referência (projetos dos editais) estão em elaboração para escolha das bancas organizadoras.

A Assessoria também confirmou a previsão de, em setembro, divulgar o primeiro edital do concurso PC-RJ. A expectativa é que seja o documento com 100 vagas para delegado. Os editais para as demais carreiras devem sair até dezembro.

Em entrevista exclusiva à FOLHA DIRIGIDA, o secretário de Polícia Civil-RJ, Marcus Vinicius Braga, já tinha adiantado que os editais do concurso serão publicados até o final do ano, com o primeiro, de delegado, saindo em setembro. O titular da pasta ainda confirmou que "será um edital para cada cargo". 

Witzel assina autorização para novo concurso PC-RJ:



Comentários