Concurso PC PR: sai lista definitiva de pedidos de isenção deferidos

Concurso da Polícia Civil PR homologa pedidos de isenção e registra mais de 10 mil solicitações deferidas.

O Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC/UFPR) publicou a relação definitiva dos pedidos de isenção da taxa de inscrição e a homologação do concurso Polícia Civil-PR. O documento conta com mais de 10 mil solicitações.

Duas listagens foram publicadas na última segunda-feira, 1º de junho, no site do NC/UFPR. Na primeira relação constam 8.871 pedidos de isenção de taxa de inscrição deferidos por intermédio do CadÚnico. E, na segunda listagem, 2.035 solicitações deferidas por meio de doação de sangue e prestação de serviço eleitoral.

O edital de homologação alerta que aqueles que tiverem seus pedidos negados, mas ainda assim desejam participar da seleção, que consolidem sua inscrição efetuando o pagamento do boleto bancário até o dia 03 de junho, caso não o façam, podem ser automaticamente excluídos do certame.

O período para cadastro no concurso da Polícia Civil PR vai até as 17h do dia 2 de junho. Para fazê-lo, basta preencher o formulário disponível no site do organizador e emitir o boleto para pagamento da taxa no valor de R$120 (investigador e papiloscopista) ou R$200 (delegado), até o dia 3 de junho.

Polícia Civil PR divulga resultado provisório dos pedidos de isenção. (Foto: Fábio Dias/PCPR)
Polícia Civil PR divulga resultado provisório dos pedidos
de isenção. (Foto: Fábio Dias/PCPR) 


As provas objetivas estão previamente agendadas para o dia 26 de julho, mas podem ser adiadas. É que o deputado estadual Mauro Moraes solicitou o adiamento dos exames devido ao aumento no número de casos de infectados pelo novo Coronavírus no Brasil. Entretanto, ainda não há nenhuma posição oficial da corporação e da UFPR (organizadora).

Os candidatos deverão acompanhar o site do Núcleo de Concursos da UFPR para ficarem cientes caso haja alguma mudança na data.

 

Conheça a estrutura das provas do concurso Polícia Civil-PR

concurso PC-PR, promovido pela Polícia Civil do Estado do Paraná, oferta 400 vagas imediatas, em carreiras do nível superior. Desse total, 300 são destinadas ao cargo de investigador, 50 para papiloscopista e 50 para delegado.

As provas objetivas e a redação estão previstas para o dia 26 de julho, a partir das 13h30, para os cargos de investigador e papiloscopista. No caso do delegado, os candidatos realizarão nessa data apenas o exame de múltipla escolha.

A prova de conhecimentos específicos dos delegados, que terá a avaliação discursiva, está marcada para o dia 13 de setembro, com duração de cinco horas e a partir das 13h30. 
 


Estrutura das provas

As provas variam de acordo com a carreira concorrida. Para investigador e papiloscopista, o exame objetivo terá 50 questões. A estrutura de avaliação será a seguinte:

Prova Preambular - 25 questões

  • Língua Portuguesa (15 questões);
  • Informática (cinco);
  • Raciocínio Lógico (cinco); 


Prova de Conhecimentos Específicos - 25 questões

  • Noções de Direito Administrativo (cinco);
  • Noções de Direito Constitucional (cinco);
  • Noções de Direito Penal (cinco)
  • Noções de Direito Processual Penal (cinco);
  • Noções de Legislação Penal Especial (cinco);
  • Redação.


Além da prova objetiva, esses concorrentes realizarão uma redação. Serão considerados aprovados aqueles que alcançarem, no mínimo, 42 pontos na soma das notas das provas.

Além disso, será preciso obter a classificação, conforme o item 11.2.2 do edital, para ter a redação corrigida. Será reprovado na redação quem zerar o exame. 

Para delegado, a avaliação objetiva contará com 100 questões mais um exame discursivo. A estrutura de prova será a seguinte: 

Prova objetiva - 100 questões

  • Direito Administrativo (15 questões);
  • Direito Constitucional (15);
  • Direito Penal (15);
  • Direito Processual Penal (15);
  • Legislação Penal Especial (15);
  • Criminologia (cinco);
  • Direito Civil (cinco);
  • Direitos Humanos (cinco);
  • Informática (cinco);
  • Medicina Legal (cinco).


Prova de Conhecimentos Específicos 

  • Prova discursiva

Serão habilitados na objetiva os candidatos com, pelo menos, 60 pontos, em 100 disputados. Somente serão convocados para a prova discursiva os classificados até a 850ª posição (ampla concorrência).

A avaliação discursiva do delegado contará com sete questões formuladas a partir das seguintes áreas: Direito Penal (incluindo Legislação Penal Especial), Processual Penal (incluindo Legislação Penal Especial), Administrativo e Constitucional, além de uma peça prática. Será reprovado quem zerar a avaliação discursiva.