Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso Polícia Civil-GO 2016: governo vai recorrer de suspensão da prova

A Procuradoria Geral do Estado de Goiás (PGE-GO) vai recorrer da suspensão do concurso da Polícia Civil-GO 2016. O recurso, segundo a Secretaria de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan), será apresentado o mais breve possível, pelo fato de que grande parte dos inscritos são de outros municípios e Estados.

A Procuradoria Geral do Estado de Goiás (PGE-GO) vai recorrer da suspensão do concurso da Polícia Civil-GO 2016. O recurso, segundo a Secretaria de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan), será apresentado o mais breve possível, pelo fato de que grande parte dos inscritos são de outros municípios e Estados.
 
O concurso para agentes e escrivães da Polícia Civil de Goiás, foi suspenso segunda-feira, dia 10. A determinação veio da juíza Suelenita Soares Correia, da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Goiânia, que alegou que o edital do concurso apresenta itens que podem ser considerados inconstitucionais. A decisão foi tomada após o pedido feito pelo Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol).
 
Segundo o Sinpol, o edital de abertura está baseado na lei 19.275/2016, que garante a oferta de 280 vagas para o cargo de agente de polícia substituto e 220 para a o cargo de escrivão substituto. Entretanto, ela se apresenta como inconstitucional, pois, de acordo com o sindicato, já existe a lei 17.902/2012, que prevê 490 cargos para escrivão e 936 vagas para agentes de polícia.
 
As provas estavam previstas para este domingo,16, e contavam com 31.329 inscritos. Deste total, 25.072 se candidataram para o cargo de agente de polícia substituto e 6.257 para a vaga de escrivão de polícia substituto.

 


Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações