Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso Polícia Militar-TO: mais de 14 mil candidatos faltam a prova

Concurso Polícia Militar-TO: mais de 14 mil candidatos faltam a prova

O Governo do Tocantins divulgou na última segunda-feira, 12, o número de faltosos no concurso para a Polícia Militar (PM-TO).

A primeira etapa de um dos concursos mais aguardados no estado do Tocantins, o da Polícia Militar (PM-TO), que oferta 1.040 vagas para soldado e cadete I, aconteceu no último domingo, 11. O número de candidatos que não realizaram a prova foi de 14.395. Os números foram divulgados no site do Governo do Tocantins na última segunda-feira, 12. 
 
No total, foram registradas 86.523 inscrições homologadas. As provas objetiva e dissertativa para o cargo de oficial foram aplicadas no período da manhã, nas cidades de Palmas, Arraias, Araguatins, Gurupi e Araguaína. Para este cargo,foi registrado um total de 8.530 participantes. O índice de abstenção foi de 18,56%, com a ausência de 1.944 candidatos.
 
Já para o cargo de soldado, as provas foram aplicadas no turno da tarde, e foram contabilizados 63.602 candidatos presentes, o que representa o total de 83,61% dos inscritos. O número de candidatos que não realizaram a prova foi de 12.451, representando 16,37%.
 
Os exames para soldado aconteceram nas cidades de Taguatinga, Dianópolis, Natividade, Porto Nacional, Araguatins, Augustinópolis, Sítio Novo do Tocantins, Tocantinópolis, Wanderlândia, Gurupi, Alvorada e Formoso do Araguaia.
 
PMs de Tocantins em formação
Concurso PM-TO registra mais de 14 mil faltosos.
(Foto:Divulgação)

Candidatos já podem consultar gabaritos preliminares

Os candidatos que realizaram as provas do PM-TO já podem conferir os gabaritos preliminares no site da AOCP, organizador da seleção. Também já está disponível no site da banca o recurso contra o gabarito preliminar e o caderno de questões da prova objetiva. 
 
Os classificados nas provas objetivas e dissertativa ainda passarão por outras fases: exame de capacidade física, avaliação psicológica, avaliação médica e odontológica e investigação social.
 
A próxima fase será a de teste físico e somente será convocado o candidato que obtiver a pontuação mínima estabelicidade na prova objetiva, além de ter conseguido obter a pontuação necessária na prova dissertativa.
 
O local, a data e o horário do exame serão publicados em edital de convocação, no site do AOCP. Inicialmente, o candidato será submetido a avaliação da estatura mínima exigida, sendo automaticamente eliminado o candidato que apresentar altura inferior a 1,63m para homens e 1,60m para mulheres.

PM-TO: Prepare-se para a etapa de teste físico

É preciso estar preparado para esta etapa! Sabe por quê? Mais de 40% dos candidatos são reprovados em provas físicas para concursos porque cometem falhas bobas. Por isso, baixe o e-book: "10 erros que você não pode cometer em testes físicos", em parceria com o preparador Elon Junior. Confira também dicas em vídeo. 



CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE



Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações