Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Provas ocorrem com tranquilidade neste domingo, dia 24

A aplicação das provas do concurso para soldado da Polícia Militar (PM-SP) ocorreram com tranquilidade no Campus Vergueiro da Universidade Nove de Julho (Uninove), um dos locais de exames, no último dia 24. O clima ameno contribui para o bom andamento da prova, principalmente na entrada, quando uma grande quantidade de candidatos já aguardavam o ingresso mesmo antes da abertura dos portões. O concurso conta com um total de 76.979 inscritos para a oferta de 1.160 vagas. Os gabaritos estão previstos para ser divulgados nesta terça-feira, dia 26.

A aplicação das provas do concurso para soldado da Polícia Militar (PM-SP) ocorreram com tranquilidade no Campus Vergueiro da Universidade Nove de Julho (Uninove), um dos locais de exames, no último dia 24. O clima ameno contribui para o bom andamento da prova,  principalmente na entrada, quando uma grande quantidade de candidatos já aguardavam o ingresso mesmo antes da abertura dos portões. O concurso conta com um total de 76.979 inscritos para a oferta de 1.160 vagas. Os gabaritos estão previstos para ser divulgados nesta terça-feira, dia 26.

O fechamento dos portões ocorreu às 14h05, garantindo uma tolerância de cinco minutos para eventuais atrasos. Com isto, apenas uma pessoa não conseguiu acessar o local da prova. De acordo com a auxiliar administrativa Maria de Azevedo, de 32 anos, o motivo do atraso foi a demora do ônibus, embora tanha saído com bastante antecedência, segundo ela. Como a candidata reside em Parelheiros, na região metropolitana de São Paulo, a distância atrapalhou a locomoção e, eventualmente, o ingresso dentro do horário previsto.

Além dela, outras pessoas também não conseguiram realizar a prova, mas não por motivo de atraso, mas por comparecendo trajando bermudas ou camisetas de times de futebol, o que é considerado impeditivo para os concursos da corporação. Um dos seguranças presentes barrou os candidatos que compareceram trajados de forma inadequada, alegando que não prestaram atenção a dois regulamentos presentes nos editais, que proibiam o uso deste tipo de traje. Os interessados poderão recorrer sobre os gabaritos no prazo de dois dias úteis, contando a partir do dia seguinte da publicação, somente pela internet, na página eletrônica da organizadora, a Fundação Vuynesp.  A prova objetiva e a redação valem 100 pontos, sendo necessário atingir um mínimo de 50 para ser aprovado. A redação somente será corrigida dos aprovados na parte objetiva. Posteriormente, os aprovados serão submetidos a testes de aptidão física, exames de saúde, avaliação psicológico, investigação social e análise de documentos e títulos.
SERVIÇO
Recursos- www.vunesp.com.br

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações