Sai autorização de concurso PM-SP 2020 com 5.400 vagas de soldado

Governador João Dória autoriza contratação de 5.400 soldados para a Polícia Militar de São Paulo (PM-SP). Provimentos serão em 2020.

*Matéria atualizada em 30/03/2019, às 12h

Foi publicado neste sábado, dia 30, a autorização para novo concurso PM-SP de soldados. O documento, divulgado no Diário Oficial do Estado, confirmou o quantitativo já adiantado pelo governador João Doria, na sexta, 29. Serão oferecidas 5.400 vagas.

Assim como informado por ele, as vagas serão divididas em dois editais, cada um com 2.700 oportunidades. Os provimentos serão nos meses de maio e novembro de 2020. Os selecionados do primeiro começarão o treinamento já no decorrer do próximo ano, na Escola de Piritu. 

Concurso PM-SP
Reprodução Diário Oficial 30 de março de 2019


Para se candidatar às vagas de soldado do concurso PM-SP é preciso:

  • ter ensino médio completo
  • Carteira Nacional de Habilitação entre as categorias B e E
  • idade entre 17 e 30 anos
  • altura mínima de 1,55m para mulheres e de 1,60 para homens

A remuneração inicial da carreira é de R$3.143,70, valor composto por salário base de R$1.226,03; Regime Especial de Trabalho Policial de R$1.226,03; e insalubridade de R$691,64.

Ainda segundo Doria, a autorização das vagas já foi encaminhada para publicação no Diário Oficial do estado do próximo sábado, 30. O anúncio foi feito durante coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira, 29. 

Autorizamos a abertura de dois concursos para a contratação de 5.400 soldados para a Polícia Militar, previstos para maio e novembro de 2020. Recentemente, autorizamos também a contratação de 590 policiais, que iniciarão o treinamento ainda em maio deste ano. #SPmaisSeguro

— João Doria (@jdoriajr) 29 de março de 2019

O governador também lembrou, em rede social, a autorização para contratar 590 policiais, que iniciarão o treinamento ainda este ano. Para a Polícia Científica e a Polícia Civil, Dória autorizou a nomeação de 1.039 aprovados de concursos anteriores. 

(Foto: Divulgação)
Governador autoriza 5.400 vagas para PM-SP
(Foto: Divulgação)

PM-SP ainda terá concursos este ano

Quem tem o sonho de ingressar para a PM-SP não precisará esperar até 2020 para prestar o concurso. Em 2019 outros editais seguem previstos. Um deles deverá contemplar 300 vagas de soldado, conforme anúncio de Dória durante coletiva realizada no dia 21 de março no Palácio dos Bandeirantes. 

Além desse, outras 190 vagas estão previstas para a carreira de oficial. Para essa, os preparativos estão mais adiantados. A Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Fundação Vunesp) foi escolhida como organizadora no dia 22 de março. 

PM-SP divulga a organizadora de seu próximo concurso para oficiais

Os aprovados ingressarão no Curso de Formação de Oficiais (CFO) em 2020. O cargo de oficial da PM-SP exige nível médio, idade entre 17 e 30 anos e altura mínima de 1,55 cm para mulheres e 1,60 para homens. 

A remuneração inicial é de R$3.095,88. O valor é composto pelo vencimento básico de R$1.202,12; regime especial de trabalho policial (RETP) no valor de R$ 1.202,12; e insalubridade de R$691,64.

Os candidatos do concurso para oficiais serão avaliados por meio de prova objetiva e discursiva; exame de aptidão física; exame de saúde; exame psicológico; avaliação de conduta social; e análise de documentos. A PM-SP realizou um concurso para oficiais em 2018, com oferta de 270 vagas. A seleção é para provimento ainda em 2019.

Confira concursos da área da Segurança

Último concurso de soldado foi em 2018

No ano passado a PM-SP abriu concurso também com 2.700 vagas de soldado. Os candidatos foram avaliados por meio de:

- Prova objetiva e de redação
- Exame de Aptidão Física
- Exames psicológicos
- Exames de saúde
- Avaliação de conduta social
- Análise de documentos

A primeira etapa, realizada em junho, teve quatro horas de duração. A objetiva consistiu em 60 questões sobre as disciplinas de Português, Matemática, Conhecimentos Gerais, Noções Básicas de Informática e Noções Básicas de Administração Pública.

Nos exames de aptidão física, os candidatos foram submetidos a aferição de altura; apoio de frente sobre o solo (flexão e extensão de cotovelos) para o público masculino e apoio de frente no solo sobre o banco (flexão e extensão de cotovelos) para o público feminino; resistência abdominal, em decúbito dorsal (tipo remador); corrida de 50 metros; corrida de 12 minutos.





Comentários