Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso para 5.400 vagas de soldado terá convocações em 2017

A Polícia Militar de São Paulo (PM-SP) iniciará nas próximas semanas os preparativos para seu concurso público para a carreira de soldado. O concurso foi autorizado pelo governador, Geraldo Alckmin, no último dia 31 de agosto e contempla 5.400 vagas para exercício no próximo ano. Como nos últimos anos, o preenchimento das vagas deverá ser dividido em duas seleções. A previsão, de acordo com o Portal do Governo de São Paulo, é que os candidatos aprovados sejam convocados para assumir os cargos em duas etapas, em maio e novembro de 2017.

A Polícia Militar de São Paulo (PM-SP) iniciará nas próximas semanas os preparativos para seu concurso público para a carreira de soldado. A seleção foi autorizado pelo governador, Geraldo Alckmin, no último dia 31 de agosto e contempla 5.400 vagas para exercício no próximo ano. Como nos últimos anos, o preenchimento das vagas deverá ser dividido em duas seleções. A previsão, de acordo com o Portal do Governo de São Paulo, é que os candidatos aprovados sejam convocados para assumir os cargos em duas etapas, em maio e novembro de 2017.

Apesar da previsão, o setor de Seleção e Alistamento da PM-SP afirmou ainda aguardar a publicação de um decreto que regulamentará a Lei de Ingresso da corporação (Nº 1.291), que foi sancionada em julho deste ano. O departamento também revelou que a previsão inicial era que o provimento ocorresse nas datas divulgadas, mas não sabe se haverá tempo hábil para que seja realizado o trâmite que antecede a seleção (contratação de banca organizadora e elaboração do edital), além do concurso, que leva em média de 10 a 12 meses entre a publicação do edital e a divulgação da classificação final.

O último concurso da PM-SP divulgou seu edital em abril de 2015 e sua classificação final somente 11 meses depois, em maio deste ano. Para que o provimento de candidatos do novo concurso ocorra já em maio de 2017, o órgão precisará publicar o primeiro edital já nos próximos meses e acelerar o andamento da seleção que é composta por seis fases: prova objetiva e redação, exames de saúde, teste físico, teste psicológico, investigação social e análise de documentos e títulos.

Os próximos passos da corporação serão a definição da banca organizadora e do cronograma da seleção. A expectativa é que, como nas últimas edições, a Fundação Vunesp seja a banca escolhida.

O cargo de soldado conta com vencimentos de R$2.929,27, já incluso o adicional de insalubridade, no valor de R$571,51. As exigências para concorrer ao posto são provenientes da Lei de Ingresso da PM-SP. O principal motivo para o atraso do concurso, que alterou critérios para ingresso como a idade mínima e máxima.

Com o novo texto, para concorrer ao cargo é necessário possuir ensino médio completo, Carteira Nacional de Habilitação entre as categorias “B” e “E”, altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres e idade entre 17 e 30 anos. O candidato também não pode apresentar tatuagem que seja visível no uso de uniforme de verão, composto por camisa de manga curta e bermuda ou que contrarie os critérios estabelecidos pela corporação.

A PM-SP não realiza concurso para a carreira de soldado desde abril de 2015, acumulando um crescente déficit de servidores que se aposentaram, foram exonerados ou se desligaram da corporação. Devido ao déficit e ao atraso de concursos, a usual autorização para o preenchimento de 4 mil vagas por ano (divididas em duas seleções com duas mil vagas cada) saltou para as 5.400 autorizadas pelo governador.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações