Capitão fala sobre atual concurso PM-SP e dá previsão de novo edital

A Polícia Militar de São Paulo já soma mais de 30 mil no concurso de soldado e deve ter novo edital no segundo semestre. Leia entrevista!

Mantendo a tradição de realizar concursos anuais, a Polícia Militar do Estado de São Paulo recebeu mais uma vez uma autorização para preencher 5.400 vagas. A reportagem de FOLHA DIRIGIDA conversou com um dos responsáveis pelo processo de recrutamento na corporação. Confira!

O chefe de subseção da Polícia Militar, capitão Obrien Teixeira, falou sobre como é trabalhar na corporação, além de detalhar a progressão das carreira e benefícios. Mas, sobretudo, comentou sobre a procura dos candidatos e deu previsões para o próximo edital - que já inciou os preparativos.

Em março, o governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou as seleções de 2019 da Polícia Militar, com o mesmo quantitativo do ano anterior. Além disso, confirmou que seriam dois editais, cada um com 2.700 vagas - o primeiro, inclusive, já foi publicado.

O aval foi divulgado oficialmente dias após, no Diário Oficial, contendo a previsão de provimento dessas vagas em maio e novembro de 2020. Os selecionados do primeiro edital, segundo Doria, já começarão o treinamento no decorrer do próximo ano, na Escola de Piritu. 

"O aprovado pode esperar por uma carreira com muitos desafios em que a cada superação poderá desfrutar de um sentimento de dever cumprido, do prazer de ajudar o próximo, especialmente os mais necessitados, da satisfação de servir às pessoas, garantindo-lhes o direito à segurança necessária para uma vida livre, plena e em paz", disse o capitão da PM.

Novo edital pode ser divulgado a partir de julho

Com o primeiro edital já publicado e com inscrições abertas, a Polícia Militar já deu início aos preparativos rumo a publicação das regras do próximo concurso. As 2.700 vagas do próximo edital também serão para o mesmo cargo, de soldado.

Segundo o chefe de subseção da PM-SP, todos os preparatórios já foram iniciados para a publicação do edital. Ele explica ainda, que o mais provável é que a divulgação aconteça no segundo semestre, mas sem uma data definida. Ou seja, a partir de julho o documento já pode sair a qualquer momento.

"O processo de contratação de instituição organizadora para a realização da etapa dos Exames de Conhecimentos do próximo concurso ainda está em andamento e não há ainda organizadora definida",  disse Obrien sobre a escolha da banca.

Apesar do capitão da PM-SP não confirmar ainda a escolha da banca do próximo concurso, pois o processo de contratação ainda está em andamento, há grandes chances da empresa escolhida ser a Fundação Vunesp, pelo histórico e tradição.

+ Confira nota de corte dos últimos concursos PM-SP para soldado

A Vunesp tem organizado todos os concursos mais recentes das Polícias Militar e Civil, sendo na PM para os cargos de soldado e oficial. Assim que confirmada, a dispensa com o nome da banca deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado.

Caberá a Vunesp publicar o edital, receber as inscrições e aplicar as principais etapas. E sobre a aplicação, Obrien diz que o mais provável é que pelo menos as provas de conhecimento do segundo edital sejam realizadas ainda este ano. 

"No entanto, somente após a contratação da instituição organizadora é que será definido o calendário. "

Concurso PM-SP já registrou mais de 30 mil inscritos

O prazo de inscrições do primeiro edital de concurso PM-SP para o cargo de soldado será encerrado no dia 13 de junho. Para se candidatar, é preciso acessar o site da Fundação Vunesp, organizadora. No ato da inscrição, também é necessário escolher entre os 11 municípios disponíveis.

De acordo com Obrien, até o dia 6 de junho o concurso já contava com mais de 30 mil inscrições efetivadas. Entretanto, cabe ressaltar que as inscrições só são efetivamente consideradas pela corporação após o pagamento da taxa de R$50, que pode ser quitada até o dia 14 de junho. Portanto, esse número deve aumentar ainda mais.

"É comum os candidatos efetivarem a inscrição com o pagamento da taxa nos últimos dias do período, elevando esse número de forma considerável. Portanto, é importante aguardar o encerramento do período de inscrições para a apuração do total de inscritos. "

Quem quiser ser aprovado para trabalhar na corporação passará por várias etapas, sendo um total de seis fases. A primeira delas será a prova objetiva, com caráter eliminatório e classificatório, que de acordo com o edital está agendada para acontecer em 28 de julho.

O exame do concurso PM-SP será à tarde, com quatro horas de duração, dividido em duas partes: uma prova objetiva, com 60 questões, e uma redação. A distribuição das questões será:

Língua Portuguesa e Interpretação - 20 questões
Matemática - 14 questões;
Conhecimentos Gerais - 14 questões;
Noções Básicas de Informática - 6 questões
Noções de Administração Pública - 6 questões.

Com aplicação prevista nas cidades de Araçatuba; Bauru;  Campinas; Piracicaba; Presidente Prudente; Ribeirão Preto; Santos; São José do Rio Preto; São José dos Campos; São Paulo; e Sorocaba; o capitão da PM-SP falou sobre o esquema que será preparado para o dia do exame.

"Em todos os concursos públicos realizados pela Polícia Militar do Estado de São Paulo são adotadas medidas para intensificar o policiamento nas proximidades dos locais de prova visando garantir a segurança das pessoas que transitam por essa região, ou seja, dos candidatos, de seus acompanhantes, dos comerciantes locais e dos demais cidadãos, para que todo o trabalho possa ser desenvolvido sem incidentes."

PM-SP já soma mais de 30 mil inscritos em concurso para soldado (Foto: Divulgação/Governo-SP)
PM-SP já soma mais de 30 mil inscritos em concurso para soldado
(Foto: Divulgação/Governo-SP)

Boa remuneração e benefícios são atrativos

Para concorrer ao cargo de soldado 2ª classe da Polícia Militar do Estado de São Paulo é necessário o nível médio completo. Além disso, os postulantes devem ter de 17 a 30 anos e carteira de habilitação entre as categorias 'B' e 'E'. A Polícia Militar de São Paulo exige ainda altura mínima de 1m55 para mulheres e 1m60 para homens. 

Um dos principais atrativos de quem escolhe concorrer a uma vaga na PM-SP são as excelentes remunerações e benefícios.

Como aluno-oficial, o salário é de R$3.116,76 e, após o estágio probatório, já no posto de 2º tenente, o salário passa a ser de R$6.726,10; Já no caso do soldado de 2ª Classe o vencimento é de R$3.164,58 e, após o estágio probatório, na graduação de soldado de 1ª Classe, passa a ser de R$3.497,00. 

Os benefícios oferecidos são:

  • Remuneração durante o Curso de Formação; 
  • Regime próprio de previdência;
  • Assistência médica e odontológica;
  • Assistência psicológica; 
  • Alojamentos; 
  • Fardamento e acessórios. 

Obrien explicou ainda como funciona a progressão nas carreiras de oficial e soldado dentro da Polícia Militar. Segundo ele, a carreira da praça se inicia na graduação de Soldado PM de 2ª Classe, com a frequência ao Curso Superior de Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, com duração de um ano.

Terminado o curso e passado o período do estágio probatório, o policial é enquadrado na graduação de Soldado 1ª Classe. As promoções ocorrem ao longo da carreira, de acordo com o tempo de serviço, por meio de abertura de vagas e realização de concursos internos, podendo chegar até a graduação de Subtenente PM. 

+ Com concursos em pauta, Doria quer a melhor remuneração na PM e PC

Já o oficial, se inicia no cargo de aluno-oficial, com frequência ao curso de bacharelado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, realizado na Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB). A duração do curso é de três anos. Após o término, há a promoção para aspirante-a-oficial.

Passado o estágio probatório, o aspirante-a-oficial é promovido ao posto de 2º Tenente. Assim como soldado, as promoções ocorrem ao longo da carreira, de acordo com o tempo de serviço, por meio de abertura de vagas e realização de concursos internos, podendo o oficial chegar até o posto de coronel. 

"É importante ressaltar que o concurso é apenas o primeiro passo para ingressar em uma carreira na Polícia Militar. Todo o esforço e dedicação exigidos até aqui serão os alicerces para a construção de uma carreira de sucesso, pautada na ética, no profissionalismo e no desejo de bem servir à sociedade. "





Comentários