Witzel contratará 6 mil PMs até 2020, devendo abrir novo concurso

O governador do Rio de Janeiro disse, em entrevista coletiva, que contratará até 6 mil policiais militares aprovados em concurso.

Até 2020, o governo do Rio de Janeiro pretende contratar 6 mil policiais militares aprovados em concursos. A informação foi passada pelo próprio governador, Wilson Witzel, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, 25, no Palácio Laranjeiras.

Está prevista para o dia 18 de fevereiro a primeira convocação com 500 PMs, do concurso de 2014. Ao todo, serão 3 mil chamadas até o final deste ano. As novas contratações serão viabilizadas com parte do orçamento da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

As chamadas de aprovados para o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cefap) serão feitas de forma escalonada, em diferentes meses do ano. Isso porque o estado não tem capacidade de receber uma turma com todos os 3 mil candidatos de uma única vez.

“Estamos trabalhando para o dia 18 de fevereiro convocar 500 novos policiais militares. O total de 3 mil serão convocados no decorrer do ano porque o Centro de Formação de Policiais não tem capacidade para receber todos esses soldados em formação”, esclareceu Witzel.

Witzel (ao centro) em coletiva de imprensa sobre a convocação de PMs
​​​​​(Foto: Bruna Somma)

 

Confira como será o calendário de convocação:

  • Fevereiro: 500 convocações;
  • Abril: 800 convocações;
  • Julho: 450 convocações;
  • Agosto: 450 convocações;
  • Novembro: 400 convocações;
  • Dezembro: 400 convocações.

Os 3 mil novos soldados estarão nas ruas em um prazo de um ano, a partir da data que iniciarem o curso de formação. A previsão é que as aulas tenham duração de 10 meses. 

Witzel explicou que cerca de 300 novos policiais serão direcionados para o município de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Isso será feito “diante da criminalidade que está, hoje, atormentando a população”.

A contratação dos 3 mil novos policiais não descumpre o Regime de Recuperação Fiscal, já que, além de uma vacância anual de 1.700 cargos na Polícia Militar, há vagas faltantes em outras áreas do governo estadual, não apenas na PM.

Governador quer mais 3 mil contratações de PMs em 2020

Durante a entrevista coletiva, Wilson Witzel também destacou que pretende convocar mais 3 mil policiais militares em 2020. O objetivo, segundo ele, é suprir a carência do órgão de Segurança Pública do estado.  

“Ano que vem vamos chamar mais 3 mil policiais. A ideia é recompor os quadros da Polícia Militar para que nós façamos frente à necessidade de segurança”, explicou o chefe do executivo.

Por mais que não tenha dito de forma explícita, as novas contratações devem ser feitas a partir de um novo concurso público para soldados da Polícia Militar fluminense. Isso porque a última seleção para soldados, realizada em 2014, teve 4 mil aprovados. 

Desses, 1.300 já foram convocados em gestões anteriores. Com as novas chamadas confirmadas para este ano, sobrarão 3.300 vagas para candidatos de um novo concurso (300 deste ano e 3 mil de 2020), havendo a necessidade de novo edital. 

Em resposta à FOLHA DIRIGIDA, a Secretaria de Estado de Casa Civil e Governançaa disse, após contato com a PM, que a prioridade momentânea é a convocação de todos os aprovados no concurso de 2014. Novos editais para soldados serão discutidos apenas nos próximos meses. 

PM-RJ pode ter concursos anuais com 2 mil vagas para soldados

A boa notícia é que o governador Wilson Witzel já sinalizou a intenção de realizar concursos anuais para a Polícia Militar. A Assessoria de Imprensa do governo estadual confirmou à FOLHA DIRIGIDA nesta quinta-feira, 25, a intenção de divulgar um novo edital. No entanto, ainda não há prazos.

“Todo ano faremos concurso público para 2 mil policiais”, disse o governador em coletiva, no dia 5 de janeiro.

A abertura de concursos anuais para a Segurança é uma promessa de Witzel desde a campanha ao governo do Rio. Em entrevista exclusiva, concedida em setembro, ele destacou que a divulgação de novos editais para PM e Polícia Civil-RJ era essencial para suprir a carência de pessoal nas corporações.

“A Polícia Civil precisa, e Polícia Militar também, de um efetivo melhor e maior. A Polícia Civil tem um quadro com cerca de nove mil policiais quando o ideal seria de 25 mil. Tanto delegado quanto policial estão em uma deficiência enorme. Na PM-RJ me foi informado que a deficiência hoje é algo em torno de 15 mil policiais”, expressou.

De acordo com o último edital, para se candidatar a soldado da Polícia Militar do Rio é preciso ter ensino médio completo, de 18 a 30 anos e Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Durante o curso, os convocados recebem salário de R$2.213,62. Após a formatura, o valor passa ao vencimento inicial dos soldados, R$3.452,55.

No vídeo abaixo, veja o anúncio das 6 mil convocações do concurso PM-RJ:



Comentários