Veja dicas para últimos dias de estudo. Vídeos auxiliam preparação

Alguns dilemas tomam conta dos candidatos às vagas públicas, especialmente à medida em que a prova se aproxima. Por exemplo, na reta final, o melhor é dedicar-se à teoria ou à prática? Tal dúvida existe, e atrapalha a preparação, sobretudo nos maiores concursos,

Alguns dilemas tomam conta dos candidatos às vagas públicas, especialmente à medida em que a prova se aproxima. Por exemplo, na reta final, o melhor é dedicar-se à teoria ou à prática? Tal dúvida existe, e atrapalha a preparação, sobretudo nos maiores concursos, como o da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), cuja avaliação está marcada para o próximo dia 31, reunindo mais de 105 mil postulantes a soldado. (Confira material especial de preparação que a FOLHA DIRIGIDA já disponibilizou para seus assinantes)

Para apoiar esses candidatos, a FOLHA DIRIGIDA ouviu o diretor pedagógico da Academia do Concurso, professor Paulo Estrella, que deu importantes informações sobre a forma mais indicada de condução nesses instantes finais, de modo a não passar do ponto. “Normalmente, diria que é hora de abandonar a teoria para resolver o maior número de questões de provas anteriores. Mas, nesse caso, estamos falando de um concurso atípico. Nas últimas semanas é fundamental nivelar o conhecimento sem abandonar as disciplinas onde se possui mais facilidade. Isso serve para maximizar os pontos que podem ser obtidos na prova, já que o peso de cada matéria é igual, exceto Português”, orienta.

Quanto se vale a pena intensificar a preparação nos últimos dias, Paulo Estrella vê saídas para não haver sobrecarga, reconhecendo ser difícil pensar em outra atividade quando se almeja uma vaga que oferece estabilidade profissional. “Sugiro não estudar na véspera, usando-a para relaxar e garantir que se esteja disposto na hora da prova, ainda que admita a dificuldade em ter tal atitude com um teste marcado para o dia seguinte. Uma solução, é estudar até o almoço e depois descansar. Não significa beber ou ir a uma festa. Cinema é uma opção, pois é preciso dormir cedo. Quanto mais próxima a prova, maior será a tensão e menor será o aproveitamento. Equilibrar a necessidade de conhecimento com o estresse, é fundamental”, ensina.

Para finalizar, o especialista ressalta itens que não devem ser esquecidos pelo candidato, de modo a não perder o concurso por motivos considerados infantis. “Separe o que for necessário, confira o local e a hora, reveja o percurso e o meio de locomoção. Tudo isso deve ser feito para evitar surpresas que ponham em risco a realização da prova. Todo cuidado é pouco”, aconselha.

Locais das provas nesta sexta, dia 22
Está prevista para esta sexta-feira, dia 22, a divulgação dos locais - e possivelmente também da hora - do exame intelectual para 6 mil vagas de soldado da Polícia Militar do Rio, composto por provas objetiva e discursiva. A informação será divulgada no site da Exatus Promotores de Eventos e Consultorias, organizadora. FOLHA DIRIGIDA Online também publicará a notícia.

A avaliação está marcada para o próximo dia 31, no Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Arraial do Cabo, Campos dos Goytacazes, Itaperuna, Niterói, Nova Iguaçu, Nova Friburgo, São Gonçalo e Teresópolis. Nesta fase, serão 40 questões, sendo dez de Português e cinco em cada uma das demais matérias: Direitos Humanos, Geografia, História, Informática, Legislação de Trânsito e Sociologia. A Exatus orienta que, no dia da prova, o candidato leve apenas documento original de identidade, lápis, borracha e caneta azul ou preta. A utilização de aparelhos, tais como agendas eletrônicas, bips, gravadores, notebooks, pagers, palmtops, receptores, celulares e walkmans, além de bonés, gorros, chapéus, óculos de sol, bolsas e sacolas implicará na eliminação do inscrito.

Para ser aprovado será necessário não zerar nenhuma disciplina, alcançando o mínimo de 50% na soma das notas das provas. Os aprovados serão convocados para exames psicológico e antropométrico (por meio do Índice de Massa Corporal - IMC). Também haverá teste físico, toxicológico, médico, além da pesquisa social e documental. Dos 105.458 inscritos, 83.892 são do sexo masculino e (com relação candidato-vaga de 15,5) e 21.566 são do feminino (35,9).
 
Serviço
Cartões: www.exatuspr.com.br
 

Comentários