Saiu a terceira convocação para os exames médicos

Saiu mais uma convocação para os exames médicos do concurso que selecionará 6 mil vagas de soldado da Polícia Militar do Estado Rio de Janeiro (PM-RJ), disponível no anexo abaixo, para cotistas e não cotistas de ambos os sexos. O não comparecimento, independentemente do motivo, implicará na eliminação. Os procedimentos serão realizados até o dia 15 de dezembro, em dois turnos.

Saiu mais uma convocação para os exames médicos do concurso que selecionará 6 mil vagas de soldado da Polícia Militar do Estado Rio de Janeiro (PM-RJ), disponível no anexo abaixo, para cotistas e não cotistas de ambos os sexos. O não comparecimento, independentemente do motivo, implicará na eliminação. Os procedimentos serão realizados até o dia 15 de dezembro, em dois turnos.

As candidatas, quando se apresentarem para o exame ginecológico, poderão levar o copolcitológico (preventivo) com validade de um ano da data de aplicação do exame médico, evitando a coleta do material. As que não possuírem serão submetidas ao mesmo nas dependências da seção médica. As recomendações para a realização de cada exame, bem como os horários de chegada de cada um dos grupos, também estão disponíveis em anexo.

Os aprovados nessa etapa serão chamados para a pesquisa social antes de iniciarem o curso de formação. Se habilitados na última etapa, serão encaminhados para identificação no Centro de Recrutamento e Seleções de Praças (CRSP), devendo, no prazo máximo de dez dias úteis, a contar do resultado, apresentar a documentação indicada no edital de abertura. A seleção, organizada pela Exatus, é válida por dois anos, podendo dobrar.

De acordo com o subsecretário de Educação, Valorização e Prevenção da Secretaria de Estado de Segurança (Seseg), Pehkx Jones da Silveira, o curso de formação terá a duração de um ano, sendo dez meses destinado às aulas teóricas e práticas, com a introdução de novas disciplinas, e mais 60 dias de estágio supervisionado. Ainda de acordo com o subsecretário, a expectativa de implantação é a partir de janeiro ou fevereiro de 2016.

Comentários